Fórum NS - Discussões sobre animes, mangás e mais!
Bem vindo ao maior fórum de animes de Brasil & Portugal!

Não deixe de registrar sua conta para poder participar do fórum! Leia nossa POLÍTICA DE PRIVACIDADE e configure suas opções de privacidade: https://www.forumnsanimes.com/privacy (ao acessar nosso site, você aceita nossas políticas de privacidade)

Poste 5 mensagens no fórum para ativar o seu primeiro rank e começar sua jornada! Aqui, você irá fazer amigos, participar de eventos, subir de rank e até ganhar prêmios!

Fórum NS - Discussões sobre animes, mangás e mais!
Bem vindo ao maior fórum de animes de Brasil & Portugal!

Não deixe de registrar sua conta para poder participar do fórum! Leia nossa POLÍTICA DE PRIVACIDADE e configure suas opções de privacidade: https://www.forumnsanimes.com/privacy (ao acessar nosso site, você aceita nossas políticas de privacidade)

Poste 5 mensagens no fórum para ativar o seu primeiro rank e começar sua jornada! Aqui, você irá fazer amigos, participar de eventos, subir de rank e até ganhar prêmios!

Fórum NS - Discussões sobre animes, mangás e mais!
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Fórum NS - Discussões sobre animes, mangás e mais! Entrar

Como você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral?

+3
ShinobinoKami
Comando Omega
Rin
7 participantes

descriptionComo você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral? - Página 2 EmptyRe: Como você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral?

more_horiz
Não vem não. O que conhecemos como moral atualmente se baseia no princípio do bem-estar da sociedade, não em uma figura religiosa.

Se você acha que Jesus foi o que construiu a ética e que, sem Jesus, seríamos uma espécie desprovida de códigos éticos, você está severamente enganado. Jesus até foi inovador na história da moral antigamente, de fato, mas não extrapole. Até porque a ética perpassa sociedades sem grande associação com a liturgia cristã (vide orientais), inclusive, com uma ética social até melhor estabelecida do que no ocidente.

Jesus? Sabe ao menos a diferença entre Jesus e Deus (Javé) ?

Falando em termos bíblicos, a moral humana foi estabelecida bem antes de Jesus vir a terra, mais especificamente no jardin do Eden. Quando Adão comeu do fruto, o homem passou a saber a diferença entre o bem e o mau. Jesus foi apenas um porta voz de Deus, citando e seguindo escrituras que vieram bem antes dele.

Moral e ética já vem de fabrica embutida em nossas cabeças, nada tem haver com princípio do bem estar de sociedade, é por isso que Homosexualismo nunca vai ser bem visto pela sociedade, simplesmente porque é uma pratica que sabemos ser errada, não importa o quão conveniente seja tornar isso natural, não conseguimos.

descriptionComo você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral? - Página 2 EmptyRe: Como você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral?

more_horiz
Homossexualismo não possui relação com certo ou errado, é apenas uma característica natural da pessoa. Errado é a igreja ferrar seu psicológico e te levar a viver um casamento infeliz com alguém do sexo oposto.

O homem desenvolveu vários preconceitos ao longo da história, e homofobia é apenas mais um deles. A tendência do ser humano é rejeitar aqueles que são diferentes dos seus padrões.

descriptionComo você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral? - Página 2 EmptyRe: Como você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral?

more_horiz
Scarlet escreveu:
Homossexualismo não possui relação com certo ou errado, é apenas uma característica natural da pessoa. Errado é a igreja ferrar seu psicológico e te levar a viver um casamento infeliz com alguém do sexo oposto.

O homem desenvolveu vários preconceitos ao longo da história, e homofobia é apenas mais um deles. A tendência do ser humano é rejeitar aqueles que são diferentes dos seus padrões.

Sim é errado moralmente, é antinatural, e como bem dito pelo DR Eneias, caso homossexuais representam uma orientação majoritária da população, significaria o fim da espécie, já que não procriam.

E não tem nada haver com igreja, homossexualidade não é bem visto em nenhum lugar do mundo, porque novamente, é antinatural.

descriptionComo você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral? - Página 2 EmptyRe: Como você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral?

more_horiz
Sertão escreveu:
Sim é errado moralmente

Com base em absolutamente nada de palpável.
é antinatural

Isso não se traduz em ser imoral sob nenhuma lógica. Operações estéticas da medicina são imorais? O uso de substâncias psicoativas para melhora da concentração é imoral?

A contracepção é imoral também, certo? Afinal, você está interrompendo a reprodução que é natural. Aliás, embora seja uma pilhéria, LITERALMENTE tem religioso que defende que a contracepção deve ser condenada mesmo. Chega a ser hilário.
:horak:
caso homossexuais representam uma orientação majoritária da população, significaria o fim da espécie, já que não procriam.

Isso é irrelevante. Primeiro, é uma situação irreal. Justamente pelo fato do homossexualismo ser avesso ao natural, não vai se tornar uma orientação dominante na sociedade.

Segundo, mesmo supondo que existisse qualquer possibilidade disso ocorrer, mesmo nesse cenário o mundo não entraria em extinção, porque mesmo se o homossexualismo se tornasse majoritário, ainda existiriam mulheres e homossexuais também sabem o que é... reprodução.
E não tem nada haver com igreja

Se você acha que não tem nada a ver com a liturgia cristã você está claramente deslocado da realidade.

descriptionComo você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral? - Página 2 EmptyRe: Como você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral?

more_horiz


Isso não se traduz em ser imoral sob nenhuma lógica. Operações estéticas da medicina são imorais? O uso de substâncias psicoativas para melhora da concentração é imoral?

A contracepção é imoral também, certo? Afinal, você está interrompendo a reprodução que é natural. Aliás, embora seja uma pilhéria, LITERALMENTE tem religioso que defende que a contracepção deve ser condenada mesmo. Chega a ser hilário.


Nada disso é imoral e contraceptivos muito menos. A vida é configurada a partir da fecundação, depois disso é assassinato. Antes disso nem existe vida, tão pouco discussão.


Isso é irrelevante. Primeiro, é uma situação irreal. Justamente pelo fato do homossexualismo ser avesso ao natural, não vai se tornar uma orientação dominante na sociedade.

Segundo, mesmo supondo que existisse qualquer possibilidade disso ocorrer, mesmo nesse cenário o mundo não entraria em extinção, porque mesmo se o homossexualismo se tornasse majoritário, ainda existiriam mulheres e homossexuais também sabem o que é... reprodução.


O que aconteceria se todos fossem heterossexuais? O mundo seria mais pacífico e muito energia gasta em prol dessa discussão, poderia ser realocada para outros fins.
O que aconteceria se todos fossem homossexuais? A raça Humana estaria em risco de sumir.


mulheres e homossexuais também sabem o que é... reprodução.

Sim, pesquise quanto casais homossexuais tem filhos biológicos. Você vive em nárnia provavelmente, veja o que uma cultura tímida como a do japão esta fazendo com a natalidade do país, agora converta isso globalmente para um problema muito maior: casais homossexuais.


Se você acha que não tem nada a ver com a liturgia cristã você está claramente deslocado da realidade.

Não, não tem nada haver, homossexualismo não é bem visto em nenhum lugar do planeta, não importa se é budismo, hinduísmo ou seja lá o que for.

descriptionComo você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral? - Página 2 EmptyRe: Como você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral?

more_horiz
cultura tímida do Japão no mundo todo ? Esses países onde a fornicação rola solta tampouco estão com uma taxa de natalidade boa.

descriptionComo você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral? - Página 2 EmptyRe: Como você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral?

more_horiz
Sertão escreveu:
Nada disso é imoral e contraceptivos muito menos. A vida é configurada a partir da fecundação, depois disso é assassinato. Antes disso nem existe vida, tão pouco discussão.

Que bom que você reconhece que o seu argumento é pura bullshit. Contrariar a ordem natural e ser imoral são duas coisas extremamente distintas.
Sim, pesquise quanto casais homossexuais tem filhos biológicos. Você vive em nárnia provavelmente, veja o que uma cultura tímida como a do japão esta fazendo com a natalidade do país, agora converta isso globalmente para um problema muito maior: casais homossexuais.

Agora uma falácia do espantalho.

Casais homossexuais não tem filhos biológicos porque... adivinha... a humanidade NÃO ESTÁ em risco de extinção. O cenário que você mencionou, onde toda a humanidade é homossexual, NÃO EXISTE.

Agora, em um cenário onde a TOTALIDADE da humanidade é homossexual, provavelmente a humanidade não se deixaria extinguir. A não ser que as mulheres de repente deixassem de existir, provavelmente seria criado uma lógica de natalidade pra população mundial.

Ou você acha que nesse cenário ficcional que você criou, a humanidade iria se deixar extinguir, apenas porque "são homossexuais"?
:horak:

Obviamente seria algo muito problemático socialmente, uma vez que fazer uma lógica onde a natalidade é feita de maneira artificial e através de planejamentos centrais, com certeza criaria muitas adversidades.

Nem daria pra imaginar como esse cenário aconteceria, mas obviamente a humanidade não iria se deixar ser extinta. Vou elaborar essa parte no final desse reply.
Não, não tem nada haver, homossexualismo não é bem visto em nenhum lugar do planeta, não importa se é budismo, hinduísmo ou seja lá o que for.

Tudo isso é religião, fantasia.

Mas você tem um pequeno ponto: a crítica ao homossexualismo de fato não vem ESTRITAMENTE (o que não muda o fato de que esta possui uma GRANDE influência nisso) da religião. O ser humano tende a criticar o que foge do padrão.




Entretanto eu devo lhe agradecer, caro Sertão. Você me trouxe uma reflexão MUITO INTERESSANTE a filosofia de Kant. Eu estaria mentindo se dissesse que o seu argumento não possui nenhum fundamento lógico.

Ele possui. Basicamente a lógica que você está usando é a fórmula da universalidade kantiana, onde uma máxima só pode ser considerada moral se ela puder ser universalizada sem causar contradições ou calamidades na sociedade. O homossexualismo, de fato, se fosse universalizado, traria mais mazelas do que benefícios pra sociedade.

O problema @Sertão, é que a lógica kantiana possui uma falha que eu acabei de perceber: algumas máximas podem se tornar imorais apenas quando são universalizadas.

Vou te dar um exemplo, peguemos a máxima "Ninguém deverá ter filhos". Usando a sua mesma lógica argumentativa: se todo mundo não quisesse ter filho, a humanidade entraria em extinção.

Então você acredita que optar por não ter filhos é imoral? Você acha que se alguém decidir que não quer ter filhos, por puro livre-arbítrio, essa pessoa está sendo imoral? Acha mesmo, Sertão?

Kant até entra em contradição nesse ponto, pois o próprio Kant não tinha filhos. Ou seja, segundo a sua própria lógica ele faltou com o seu dever, falhou como imperativo categórico, prevaricou a moral que ele mesmo defendia.

Espero a sua resposta para esse último questionamento que eu até deixei em negrito. Ironicamente você está usando os mesmos argumentos que Kant usava, mesmo sem saber disso. Kant também afirmou que o homossexualismo era um "crime contra a natureza", obviamente influenciada pela moral de seu tempo, onde a homofobia prevalecia.

descriptionComo você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral? - Página 2 EmptyRe: Como você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral?

more_horiz

Que bom que você reconhece que o seu argumento é pura bullshit. Contrariar a ordem natural e ser imoral são duas coisas extremamente distintas.

Não reconheci nada, você que interpretou errado, pois como eu disse, nada do que você citou ali como antinatural, de fato é antinatural. A moral, também está relacionada a circunstâncias e contexto. Matar é errado, porém dependendo das circunstâncias, é permitido, é legítimo. Incesto é imoral, mas na antiguidade onde existiam poucos humanos, era permitido ter filhos com as irmãs ou primas.

Procedimentos estéticos são antinaturais? Não, é só tecnologia em função da beleza. Tecnologia é natural, o que pode não ser, é o uso dela. No caso de anti concepcionais, cai na questão de contexto, porque é impossível para um casal fazer filhos toda vez que fizer sexo (sexo que é uma necessidade fisiológica).


Agora uma falácia do espantalho.

Casais homossexuais não tem filhos biológicos porque... adivinha... a humanidade NÃO ESTÁ em risco de extinção. O cenário que você mencionou, onde toda a humanidade é homossexual, NÃO EXISTE.


Não existe e nem precisa existir para entendermos a catástrofe. Casais homossexuais não podem ter filhos, isso por si só mostra que estão errados ao ponto de implicar no fim da espécie.


Agora, em um cenário onde a TOTALIDADE da humanidade é homossexual, provavelmente a humanidade não se deixaria extinguir. A não ser que as mulheres de repente deixassem de existir, provavelmente seria criado uma lógica de natalidade pra população mundial.

Mesmo hoje, grande parte das crianças que nascem vieram de algo não planejado, uma aventura, a natalidade atual cairia vertiginosamente caso fosse reduzida a apenas casais que planejam ter filhos, apenas isso criaria uma diminuição da população, que seria assustadora em apenas uma década. Agora imagine colocar este problema em um nível onde todos os casais são homossexuais e que precisam de terceiros para terem filhos, no melhor dos casos desembolsando uma fortuna?

Tudo isso é religião, fantasia.

Religião não é uma fantasia, o homem foi criado com necessidade espiritual, é por isso que toda e qualquer civilização possui um Deus, seja ele qual for, e até mesmo os que não acreditam nele, sentem necessidade de falar sobre.


Mas você tem um pequeno ponto: a crítica ao homossexualismo de fato não vem ESTRITAMENTE (o que não muda o fato de que esta possui uma GRANDE influência nisso) da religião. O ser humano tende a criticar o que foge do padrão.

Você mesmo se respondeu: É simplesmente a nossa tendência.

Se somos regidos pelo instintos de sobrevivência e os conceitos morais vem meramente da necessidade de conviver bem em sociedade, por que algo tão comum como a homossexualidade NUNCA foi aceita? Mesmo que praticamente todos nós tenhamos algo da família ou de circulo social que também seja Gay?


Vou te dar um exemplo, peguemos a máxima "Ninguém deverá ter filhos". Usando a sua mesma lógica argumentativa: se todo mundo não quisesse ter filho, a humanidade entraria em extinção.

Então você acredita que optar por não ter filhos é imoral? Você acha que se alguém decidir que não quer ter filhos, por puro livre-arbítrio, essa pessoa está sendo imoral? Acha mesmo, Sertão?


Aí que está a diferença, as pessoas acabariam tendo filhos sem querer, justamente porque estão se relacionando de maneira natural. A verdade é que a esmagadora maioria das pessoas hoje, não foram planejadas. Então mesmo que todos os casais decidissem não terem filhos, ainda nasceriam crianças em função de um relacionamento natural.

Então o relacionamento entre humanos de forma natural, jamais vai trazer malefícios para a humanidade. Agora casais homossexuais efetivamente diminuem a natalidade, já hoje, basta pesquisar quantas adoções/tentativas por casais homossexuais, existem.

Ps: Eu realmente acho que se você vier a esta vida, com uma probabilidade ínfima de nascer e não deixar um descendente, você é um inútil.

descriptionComo você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral? - Página 2 EmptyRe: Como você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral?

more_horiz
@Sertão

A moral, também está relacionada a circunstâncias e contexto. Matar é errado, porém dependendo das circunstâncias, é permitido, é legítimo. Incesto é imoral, mas na antiguidade onde existiam poucos humanos, era permitido ter filhos com as irmãs ou primas.

E isso não conversa em NADA com o texto que você estava respondendo. É completamente desconexo com o argumento em questão.
Procedimentos estéticos são antinaturais? Não, é só tecnologia em função da beleza. Tecnologia é natural, o que pode não ser, é o uso dela. No caso de anti concepcionais, cai na questão de contexto, porque é impossível para um casal fazer filhos toda vez que fizer sexo (sexo que é uma necessidade fisiológica).

Bullshit.

Qual é a diferença entre decidir arbitrariamente que eu quero ficar com alguém do mesmo gênero, contrariando a ordem natural; e decidir que eu devo mudar o meu próprio corpo através de uma cirurgia para fins estéticos, contrariando a naturalidade do meu corpo?

Absolutamente nada. Você apenas perdeu o seu argumento e está inventando uma distinção que não existe. Caso contrário, explique DETALHADAMENTE o que difere ambos os casos, dado que ambos contrariam a natureza?
Aí que está a diferença, as pessoas acabariam tendo filhos sem querer, justamente porque estão se relacionando de maneira natural. A verdade é que a esmagadora maioria das pessoas hoje, não foram planejadas. Então mesmo que todos os casais decidissem não terem filhos, ainda nasceriam crianças em função de um relacionamento natural.

Primeiro ponto, isso é mentira. Existem pessoas que conseguem, efetivamente, não ter filhos até o fim da vida (sem a necessidade do aborto). Talvez você seja meio ignorante quanto aos meios contraceptivos de altíssima eficiência que temos hoje em dia.

E pior, a frase anterior é tratando de pessoas que não querem ter filhos no momento. Para pessoas que NUNCA querem ter filhos, existem métodos contraceptivos de 100% de eficiência. Isto é, os que são irreversíveis.

Segundo ponto, isso não refuta o meu argumento em ABSOLUTAMENTE NADA. Não tem a menor conexão lógica entre a sua "refutação" e o meu argumento, chegamos em um ponto onde você perdeu o seu ponto e agora só vai falar qualquer abobrinha, não se importando se há conexão com o que eu disse ou não.




Eu vou recapitular tudo pra você para impedir você de fugir do meu questionamento.

A. Você diz que, se todos fossem homossexuais, a humanidade entraria em extinção;
B. A partir dessa premissa, você conclui que a máxima "Ficar com pessoas do mesmo sexo" é imoral.

C. Eu replico que, se todos não desejassem ter filhos, a humanidade também entraria em extinção.
D. A partir dessa premissa, eu concluo que (de acordo com a SUA lógica), a máxima "Não ter filhos" também é imoral.

Não importa se isso conseguiria ser efetivado ou qualquer outra baboseira, dentro do estudo da moralidade e do seu próprio argumento, a única coisa que importa é: se isso for efetivamente aplicado, a extinção vai ocorrer ou não?

Logo, de acordo com a sua própria lógica, uma pessoa que optar por não ter filhos está sendo imoral. A moralidade deve obrigar um homem a assumir uma cria que ele nem mesmo quer. Outras lógicas poderiam ser aplicadas nesse mesmo filtro.

Optar por se abster de sexo, de acordo com a sua própria lógica, também é imoral. Se todos decidissem não fazer sexo, a humanidade também entraria em extinção. Ou seja, o tão louvado monge na verdade é imoral? A abstinência é imoral e não moral? O padre comete uma imoralidade?

descriptionComo você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral? - Página 2 EmptyRe: Como você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral?

more_horiz
Sertão escreveu:


Ps: Eu realmente acho que se você vier a esta vida, com uma probabilidade ínfima de nascer e não deixar um descendente, você é um inútil.


Nikola Tesla lendo isso:

Como você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral? - Página 2 E35e18c03356a86dbee04f4a22e25877c16521b05c34f103fdcbc7a2511f5d14_1


Agora falando sério, sob um ponto de vista biológico não está tão errado, mas por outro o que mais tem é idiota útil tendo filho a rodo.

descriptionComo você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral? - Página 2 EmptyRe: Como você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral?

more_horiz

Qual é a diferença entre decidir arbitrariamente que eu quero ficar com alguém do mesmo gênero, contrariando a ordem natural; e decidir que eu devo mudar o meu próprio corpo através de uma cirurgia para fins estéticos, contrariando a naturalidade do meu corpo?

De onde você tirou que procedimentos estéticos, necessariamente, contrariam a naturalidade do corpo? Pelo contrário, eles podem realçar. Uma mulher que coloca silicone, está usando um método artificial para realçar uma característica que ela já tem. Alguém que arranca o pênis e coloca uma vagina, está fazendo algo parecido para você?


Absolutamente nada. Você apenas perdeu o seu argumento e está inventando uma distinção que não existe. Caso contrário, explique DETALHADAMENTE o que difere ambos os casos, dado que ambos contrariam a natureza?

Você está condenando o método (tecnologia) e ignorando o mérito. Sua lógica é burra. Querer ter um corpo mais atraente por meios estéticos, é absolutamente tão válido e natural quanto entrar em uma academia e malhar. Tecnologia para se aprimorar, faz parte do ser humano desde as cavernas.

Agora como alterar o sexo como um cirurgia incisiva, cai no mesmo mérito? O relato de muitas pessoas que trocam de sexo, é arrependimento profundo, depressão.


Primeiro ponto, isso é mentira. Existem pessoas que conseguem, efetivamente, não ter filhos até o fim da vida (sem a necessidade do aborto). Talvez você seja meio ignorante quanto aos meios contraceptivos de altíssima eficiência que temos hoje em dia.

2 em cada 3 crianças não são planejadas, parece que não são tão efetivos assim.


A. Você diz que, se todos fossem homossexuais, a humanidade entraria em extinção;
B. A partir dessa premissa, você conclui que a máxima "Ficar com pessoas do mesmo sexo" é imoral.

C. Eu replico que, se todos não desejassem ter filhos, a humanidade também entraria em extinção.
D. A partir dessa premissa, eu concluo que (de acordo com a SUA lógica), a máxima "Não ter filhos" também é imoral.

Primeiro que não ter filhos, sequer é o único motivo de homossexualidade ser imoral, é só uma consequência desastrosa de um ato antinatural. O segundo problema, é reduzir a população a um grupo afeminado de indivíduos, quase sem ímpeto, sem as virtudes que fazem a humanidade de mover para frente. O terceiro ponto é a promiscuidade que a acarretaria uma epidemia absurda de doenças venéreas. Tudo isso é nocivo para a humanidade, que encontraria a ruína em pouco tempo.

Baixa ou quase nenhuma natalidade, população afeminada, proliferação de doenças sexualmente transmissíveis como nunca antes visto.


Não importa se isso conseguiria ser efetivado ou qualquer outra baboseira, dentro do estudo da moralidade e do seu próprio argumento, a única coisa que importa é: se isso for efetivamente aplicado, a extinção vai ocorrer ou não?


A diferença é que o casal natural, não teria um filho por escolha. Um casal antinatural não teria um filho, porque não pode. Outro ponto é que apesar de criarmos cenários hipotéticos, não podemos esquecer da realidade. A realidade diz que muitos casais naturais, mesmo não querendo, simplesmente tem filhos por se relacionar. A realidade também bem diz, que muitos casais antinaturais, gostariam de ter filhos e simplesmente não podem. Nesse caso, o que é um atentando contra a vida? O que é moral?


Logo, de acordo com a sua própria lógica, uma pessoa que optar por não ter filhos está sendo imoral. A moralidade deve obrigar um homem a se casar e parir. Outras lógicas poderiam ser aplicadas nesse mesmo filtro.

Optar por se abster de sexo, de acordo com a sua própria lógica, também é imoral. Se todos decidissem não fazer sexo, a humanidade também entraria em extinção. Ou seja, o tão louvado monge na verdade é imoral? A abstinência é imoral e não moral? O padre comete uma imoralidade?


Nesses casos eles podem, é escolha deles não se relacionarem. Agora quem não quer ter filhos e não pode, mesmo se relacionando, está fazendo algo muito errado.

descriptionComo você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral? - Página 2 EmptyRe: Como você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral?

more_horiz
Sertão escreveu:
Você está condenando o método (tecnologia) e ignorando o mérito. Sua lógica é burra. Querer ter um corpo mais atraente por meios estéticos, é absolutamente tão válido e natural quanto entrar em uma academia e malhar. Tecnologia para se aprimorar, faz parte do ser humano desde as cavernas.

Agora como alterar o sexo como um cirurgia incisiva, cai no mesmo mérito? O relato de muitas pessoas que trocam de sexo, é arrependimento profundo, depressão.

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Sertão, por favor, dê scroll up. Absolutamente NINGUÉM falou sobre transexualismo aqui. Você perdeu tanto no seu argumento que mudou, DO NADA, o assunto a ser discutido.

É o suprassumo exemplo da falácia do espantalho.
2 em cada 3 crianças não são planejadas, parece que não são tão efetivos assim.

Se você acha que essa estatística ocorre porque os os métodos contraceptivos não são tão efetivos assim, está decerto deslocado da realidade. Temos métodos contraceptivos temporários de 98-99% de eficiência hoje em dia.

Sendo que, conforme você escolheu convenientemente ignorar, os irreversíveis tem literalmente 100% de eficiência. Ou seja, nula chance de você fazer filhos. Mas eu nem sei por que estou debatendo isso, já que é um debate desconexo com o ponto da questão.
rimeiro que não ter filhos, sequer é o único motivo de homossexualidade ser imoral, é só uma consequência desastrosa de um ato antinatural.

Se é assim, considerarei que você aceitou que esse ponto já foi refutado. Let's move on.
A realidade diz que muitos casais naturais, mesmo não querendo, simplesmente tem filhos por se relacionar. A realidade também bem diz, que muitos casais antinaturais, gostariam de ter filhos e simplesmente não podem.

Nada disso interefere no estudo da moral. Novamente, é completamente desconexo.

Quando estamos definindo a moralidade de "X" usando a lógica kantiana (que foi a que você usou), o que importa é a consequência de "X" se for devidamente universalizada. Se a universalização de "X" é provável, se é possível, se existem meios para essa universalização ocorrer... ISSO NÃO IMPORTA.

Quando Kant julga que roubar é errado, ele julga que é errado por uma universalização do roubo iria terminar numa sociedade calamitosa, que não se desenvolve e não agrega valor.

Quando se faz isso, não importa se um mundo onde "todos vão roubar" possui qualquer probabilidade de ocorrer, a universalização é APENAS UMA SUPOSIÇÃO para se comprovar se algo é moral ou imoral.

Você aparentemente usou um tipo de argumento que nem sabe como funciona, por isso não está sabendo argumentar a favor dele.




Os seus demais argumentos não fazem a menor diferença. A sua metodologia de universalização JÁ FOI REFUTADA. Qualquer argumento onde você tenta imaginar como um mundo onde todo mundo é gay termina mal não importa, porque isso não se traduz em "ser gay é imoral".

Não que tenham qualquer fundamento. Como gays não terem "as virtudes" necessárias. Como gays serem NECESSARIAMENTE "promíscuos". Tudo isso é bullshit.

Orientação sexual não tem absolutamente nada a ver com isso. Gays de fato são mais promíscuos e fracos, mas isso é inerente à construção social moderna que o progressismo deu pra eles, não ao fato deles gostarem de homens.

Homossexualismo era comum na Grécia antiga. E te garanto que os gregos e espartanos da antiguidade eram muito mais virtuosos e másculos do que você e 99% dos héteros atuais.

descriptionComo você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral? - Página 2 EmptyRe: Como você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral?

more_horiz

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Sertão, por favor, dê scroll up. Absolutamente NINGUÉM falou sobre transexualismo aqui. Você perdeu tanto no seu argumento que mudou, DO NADA, o assunto a ser discutido.

É o suprassumo exemplo da falácia do espantalho.

Você usou exemplo de coisas que considera antinaturais, que deveriam apontar incoerência no meu argumento. Eu simplesmente mostrei que não são antinaturais e usei exemplos. Você foi refutado.

"Isso não se traduz em ser imoral sob nenhuma lógica. Operações estéticas da medicina são imorais? O uso de substâncias psicoativas para melhora da concentração é imoral?"

Sim, são todas morais, tecnologia em favor do aprimoramento.


Se você acha que essa estatística ocorre porque os os métodos contraceptivos não são tão efetivos assim, está decerto deslocado da realidade. Temos métodos contraceptivos temporários de 98-99% de eficiência hoje em dia.

Sendo que, conforme você escolheu convenientemente ignorar, os irreversíveis tem literalmente 100% de eficiência. Ou seja, nula chance de você fazer filhos. Mas eu nem sei por que estou debatendo isso, já que é um debate desconexo com o ponto da questão.

A questão é que já existem filhos nascendo sem o desejo dos pais. Isso acontece porque é consequência de um relacionamento natural. Ou seja, a ideia de "não queremos filhos e não vamos ter" - não tem capacidade nenhuma de acabar com a natalidade, no máximo diminuiu um pouco.

Nada disso interefere no estudo da moral. Novamente, é completamente desconexo.

Quando estamos definindo a moralidade de "X" usando a lógica kantiana (que foi a que você usou), o que importa é a consequência de "X" se for devidamente universalizada. Se a universalização de "X" é provável, se é possível, se existem meios para essa universalização ocorrer... ISSO NÃO IMPORTA.


Não estou usando a lógica desse katarina ou sei lá o que, eu fui ao exemplo extremo para mostrar o quão desastroso é o relacionamento homossexual se alastrando pela sociedade. A lógica nos diz que quanto maior a porcentagem de casais homossexuais, menor a taxa de natalidade e menor o desenvolvimento sustentável da humanidade. Casais que não querem ter filhos, em sua maioria simplesmente vão ter, independente da tecnologia envolvida, o próprio percentual de eficácia de contraceptivos, mostra isso.


Quando Kant julga que roubar é errado, ele julga que é errado por uma universalização do roubo iria terminar numa sociedade calamitosa, que não se desenvolve e não agrega valor.

Quando se faz isso, não importa se um mundo onde "todos vão roubar" possui qualquer probabilidade de ocorrer, a universalização é APENAS UMA SUPOSIÇÃO para se comprovar se algo é moral ou imoral.


O próprio exemplo que você citou não se aplica, porque caso tivéssemos 100% dos casais sem intenção de ter filhos, ainda nasceriam muitos bebês, pelo simples fato de que hoje a maioria das crianças que nascem, não foram planejadas. Ou seja, por mais que os humanos se tornassem uns escrotos, contra a sobrevivência da espécie, ainda daria certo, pelo simples fato de estarem se relacionado de forma natural.

Você precisa colocar condicionais completamente malucas na sua hipótese, sendo que o meu argumento inicial simplesmente constata que quanto maior o número de casais homossexuais, mais curta e frágil será a existência da espécie, promovendo inclusive, caos social.


Os seus demais argumentos não fazem a menor diferença. A sua metodologia de universalização JÁ FOI REFUTADA. Qualquer argumento onde você tenta imaginar como um mundo onde todo mundo é gay termina mal não importa, porque isso não se traduz em "ser gay é imoral".


Sim, se traduz, porque significa abandonar suas características naturais, não ter filhos (quando existe desejo) e destruir o equilíbrio da espécie. Homossexualismo é mau visto em qualquer civilização existente no planeta terra e em qualquer época.

Homossexualidade é apenas um pecado e ato falho como muitos outros, a questão é que sua propagação é um perigo enorme para a continuidade da raça, por isso deve vista como anti natural mesmo.


Não que tenham qualquer fundamento. Como gays não terem "as virtudes" necessárias. Como gays serem NECESSARIAMENTE "promíscuos". Tudo isso é bullshit.

Orientação sexual não tem absolutamente nada a ver com isso. Gays de fato são mais promíscuos e fracos, mas isso é inerente à construção social moderna que o progressismo deu pra eles, não ao fato deles gostarem de homens.

Homossexualismo era comum na Grécia antiga. E te garanto que os gregos e espartanos da antiguidade eram muito mais virtuosos e másculos do que você e 99% dos héteros atuais.


Gays não são mais promíscuos e afeminados, são muito mais promíscuos e afeminados, basta olhar o fórum NS, quem geralmente posta pornografia e fala um monte de imoralidade nos tópicos?

"Construção social moderna" - Não, a sociedade moderna é simplesmente mais tolerante, não existe diferença nenhum dos Gays do passado para os de agora a não ser isso. E se hoje estamos vendo todo tipo de sacanagem, mesmo com uma população majoritariamente cristã, imagine a putaria de um mundo dominado por Gays?

descriptionComo você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral? - Página 2 EmptyRe: Como você avalia se um princípio ou ação é moral e imoral?

more_horiz
Eu não sei, nem faço a menor idéia sequér! 'Spero ter ajudado.
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos