Fórum NS - Discussões incríveis sobre animes e mangás!
Bem vindo ao maior fórum de animes de Brasil & Portugal!

Não deixe de registrar sua conta para poder participar do fórum! Leia nossa POLÍTICA DE PRIVACIDADE e configure suas opções de privacidade: https://www.forumnsanimes.com/privacy (ao acessar nosso site, você aceita nossas políticas de privacidade)

Poste 5 mensagens no fórum para ativar o seu primeiro rank e começar sua jornada! Aqui, você irá fazer amigos, participar de eventos, subir de rank e até ganhar prêmios!

Fórum NS - Discussões incríveis sobre animes e mangás!
Bem vindo ao maior fórum de animes de Brasil & Portugal!

Não deixe de registrar sua conta para poder participar do fórum! Leia nossa POLÍTICA DE PRIVACIDADE e configure suas opções de privacidade: https://www.forumnsanimes.com/privacy (ao acessar nosso site, você aceita nossas políticas de privacidade)

Poste 5 mensagens no fórum para ativar o seu primeiro rank e começar sua jornada! Aqui, você irá fazer amigos, participar de eventos, subir de rank e até ganhar prêmios!

Fórum NS - Discussões incríveis sobre animes e mangás!
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Fórum NS - Discussões incríveis sobre animes e mangás! Entrar

Raiton Kage Bushin

+12
BOG
Black-kun
SenjuIchizoku
Ellos
Mr. Causality
Inosuke
Scarlet
O Proxeneta
Orochilherme
Ulysses
Flat
Another
16 participantes

descriptionRaiton Kage Bushin EmptyRaiton Kage Bushin

more_horiz
Bom, em diversos tópicos envolvendo Kakashi x Tsunade vejo algumas pessoas dizendo que isso a mataria ou a incapacitaria, resolvi criar o tópico para saber a opinião da galera.

Levando em conta todo tipo de dano que ambas já receberam até hoje, vocês acreditam que esse e um Jutsu que mataria ou incapacitaria Tsunade/Sakura?

descriptionRaiton Kage Bushin EmptyRe: Raiton Kage Bushin

more_horiz
É claro que não. Tsunade teve toda a coluna destruída quando foi empalada pelo o Madara, portanto, ela deveria ser incapaz de mover qualquer parte do corpo. O normal seria que ela ficasse paraplégica. Ela também lutou bruscamente com duas espadas gigantescas na coluna.

O que eu quero dizer com isso é que uma descarga elétrica é irrelevante diante da regeneração do Byakugō - Sozō Saisei. Não vai ter efeito algum. Ah, até a Sakura conseguiu se mover sendo empalada por uma daquelas estacas do Rinnegan, as mesmas usadas para suprimir o Hashirama. Com a diferença que na situação dela era o Madara Jin.

Então essas técnicas com efeitos de imobilização não são tão úteis contra usuários do Byakugō, pelo menos a grande maioria. E eu tenho certeza que essa técnica do Kakashi seria bem irrelevante em um possível confronto contra Tsunade.

A vantagem que o Kakashi teria contra Tsunade e Sakura seria a capacidade do Sharingan de prever os movimentos e através dessas informações, ele poderia criar estratégias para lidar com o nível de poder destrutivo delas e consequentemente encontrar uma abertura para um golpe letal. A tão famosa decapitação, embora isso também não seja uma realidade tão provável, já que em condições "insalubres" (Clones com Susano'o, Rinnegan, Sharingan etc) de luta, a Tsunade não permitiu ser decapitada. Não devemos esquecer que Madara possuía conhecimento das vantagens e desvantagens de um usuário de regeneração, dado que Hashirama foi o principal adversário dele em vida.

Ah e por favor, não venham com o argumento que ele estava brincando com os Kages. No fim, o objetivo Uchiha ainda consistia em matá-los.

descriptionRaiton Kage Bushin EmptyRe: Raiton Kage Bushin

more_horiz
Ficaria paralisada como qualquer ninja que não tem domino o suficiente de Raiton para repelir a corrente. Acho que nem existe lógica nessa discussão visto que a base dela simplesmente seria assumir que Tsunade tem imunidade a Raiton, o que seria ridículo em um nível bizarramente absurdo.

descriptionRaiton Kage Bushin EmptyRe: Raiton Kage Bushin

more_horiz
Sem contar no fato de que isso JA ACONTECEU, Sakura na Novel meteu no soco em um Raiton Kage Bushin do Kido, e não aconteceu NADA.

descriptionRaiton Kage Bushin EmptyRe: Raiton Kage Bushin

more_horiz
Sim, vai paralisar as duas igual.

descriptionRaiton Kage Bushin EmptyRe: Raiton Kage Bushin

more_horiz
Não lembro de ninguém morrer eletrocutado nesse manga... o Pain que foi atingido pelo raiton bushin é um zumbi com partes metálicas em seu corpo ele não é parâmetro para nada, mais enfim a eletricidade e seu dano que ela é capaz de gerar no corpo é um assunto bastante complexo.

Em relação a Tsunade fica ainda mais difícil de se debater devido a sua regeneração celular super acelerada que ocorre de forma forçada, antes de subestimar a capacidade de cura da Tsunade sua capacidade de regeneração celular ocorre em um processo de mitose
Raiton Kage Bushin Tumblr_inline_pja41k9ryQ1t7jsuw_540


Ou a Tsunade/Sakura não tem um corpo totalmente normal ou byakugou produz as enzinas e todo o resto necessário para esse jutsu funcionar. Uma aceleração celular feita forçada dessa forma seria algo impossível em um ser uma comum os efeito colaterais causados em um corpo humano seriam devastadores, a  energia gasta para esse processo levaria um corpo a falência rapidinho.

Então quanto efetivo seria essa regeneração celular sobre humana contra o dano causado por eletricidade de algo como raiton bushin???

Bem o fato é que o Bushin raiton foi um  jutsu usado uma única vez no manga contra um morto vivo cheio de partes metálicas no corpo.... Logo eu prefiro acreditar que o Byakugou seria totalmente efetivo pelo simples fato de ser uma técnica melhor explorada no manga enquanto a efetividade de bushin é baseada mais em hype do que feitos sólidos reais.

Sobre eletricidade e seus danos que ela é capaz de gerar. Informações tiradas do site :medicinanet.com.br/

Epidemiologia
A verdadeira incidência de acidentes elétricos é desconhecida. Estima-se que a chance de ser atingido por um raio em tempestade na vida seja de 1 em 1 milhão, e a mortalidade destes eventos é de 30% com sequelas graves ocorrendo em pelo menos 70% dos casos. No Brasil existem relatos de pelo menos 100 mortes associados a raios com pelo menos 500 pessoas feridas ao ano. Já a maior parte dos outros eventos associados com eletricidade é ocupacional envolvendo eletricistas, trabalhadores na construção civil, entre outros. Os acidentes domésticos envolvem principalmente crianças com correntes de baixa voltagem.

Muitas pessoas que recebem um choque elétrico têm associado queda de altura, arritmias fatais, ou de outra forma são encontrados mortos, e em muitos desses casos, o significado do choque elétrico não é reconhecido. A queda ou a morte súbita pode ser atribuída ao infarto do miocárdio ou por outras causas. A história deve ser cuidadosa levando em conta o testemunho de transeuntes e sobreviventes. O número total de eletrocussões nos Estados Unidos foi acima de 550 casos em 1998. Um estudo demonstrou que quase  a metade das electrocuções que ocorreram com baixa tensão elétrica (<1.000 Volts AC), não havendo queimaduras visíveis ou marcas elétricos nas vítimas.

Lesões elétricas não letais graves representam 3 a 5% de admissões em centros com unidades de queimados, normalmente como resultado do contato com linhas elétricas de alta tensão. Essas lesões são frequentemente incapacitantes, por vezes, evoluem para amputações de uma ou mais extremidades.

Além dos acidentes com eletricidade envolvendo a atividade ocupacional, dois outros grupos de risco são as crianças que sofrem traumatismos e lesões elétricas de uso doméstico, tomadas elétricas e cabos. O segundo grupo são os adolescentes que se envolvem em comportamentos de risco em torno de linhas de energia elétrica.

Fisiopatologia
A corrente elétrica é o movimento de cargas elétricas; esse fluxo é mensurado em amperes. O fluxo de corrente é acionado por uma diferença de potencial elétrico; esta diferença é medida como volts. O material que recebe a corrente elétrica resiste a este fluxo de corrente eléctrica; esta resistência é medida como ohms. A maioria dos materiais biológicos conduzem eletricidade, em certa medida. Os tecidos com alto teor de líquidos e eletrólitos conduta eletricidade melhor do que tecidos com menos fluido e teor de eletrólitos. O osso é o tecido biológico com a maior resistência à corrente elétrica. A pele seca tem alta resistência, mas pele suada ou molhada tem uma resistência 100 ou mais vezes menor.

A corrente elétrica pode ser contínua numa direção (de corrente direta ou DC) ou com a inversão periódica da direção do fluxo da corrente (corrente alternada ou AC). Corrente alternada é encontrada na energia fornecida para residências e empresas.

Muitos dos efeitos fisiológicos de choque elétrico estão relacionados com  quantidade, duração, tipo de corrente e o caminho do fluxo de corrente. Para que a corrente flua através de um indivíduo, um circuito completo deve ser criado a partir de um terminal de uma fonte de tensão de uma área de contato no corpo, através do sujeito, e, em seguida, de uma outra área de contato de volta ao outro terminal da fonte de tensão. A corrente passa através do corpo (e na cabeça, se o circuito incluí-lo) de uma área de contato para outro, ao longo de vários caminhos, um tanto paralelos. A menos que haja apenas um tipo de tecido presente, a corrente não flui através de um único "caminho de menor resistência". Os contatos elétricos na mão esquerda e perna esquerda dariam o fluxo de corrente através desses membros e do tronco, mas não através de outros membros ou cabeça.

A corrente elétrica flui através de vários caminhos em várias proporções, dependendo do tipo de tecido, área transversal, localização anatômica, e resistência. Em um membro típico, nervos e vasos sanguíneos têm  menor resistência do tecido, seguido do músculo e, em seguida, ossos. Apenas uma pequena percentagem do total da corrente flui através do tecido nervoso, os nervos têm uma densidade de corrente superior, e por este motivo nervos podem ser feridos significativamente por estas lesões, apesar da maior parte do fluxo de corrente ocorrer através de outros tecidos próximos com pouco efeito.

Assim que a corrente flui através de uma resistência, a energia é depositada sob a forma de calor. As correntes de alta tensão são geralmente definidas como superiores a 1000 V, embora haja evidências de que o risco para lesão elétrica grave e fatal ocorra com tensões acima de 600 V.

Apesar de alta tensão ser mais perigosa, a população em geral tem muito mais acesso a fontes de baixa tensão e estas fontes de baixa tensão são responsáveis por cerca de metade de todas as lesões elétricas e mortes.

Queimaduras na pele tendem a ser severas com tensões elevadas, em que é necessária para danos graves, apenas uma fração de segundo do tempo de contato pode causar queimaduras cutâneas que tendem a ser mínima com nos acidentes domésticos a menos que o contato permaneça por vários segundos.

Nas mortes por eletrocussão de baixa tensão, queimaduras elétricas estão ausentes em mais do que 40% dos casos porque a corrente de 110 V AC é capaz de produzir a fibrilação ventricular, mas deposita relativamente pouca energia térmica na pele.

A corrente elétrica pode induzir a contração muscular sustentada ou tetania, o efeito global varia de acordo com o tipo (AC ou DC), frequência, tensão e extensão do contato. As correntes elétricas podem causar contração tetânica flexora em membros, quando o fluxo de corrente passa através do tronco e as pernas podem causar arqueamento em opistótono e posturas e movimentos involuntárias da perna. Essas contrações musculares involuntárias podem ser muito fortes, impulsionando a pessoa a partir de uma fonte de tensão, e produzem trauma mecânico. Os contatos de alta tensão em correntes AC e DC também são mais propensos a produzir uma contração violenta de um único músculo esquelético, que tende a jogar a vítima para longe da fonte, e eventualmente causar fraturas e luxações, especialmente em  região de ombros.

A corrente elétrica pode induzir parada cardíaca imediata por arritmias e alterações neurológicas como parada respiratória e convulsões.

A principal lesão encontrada em lesões por corrente elétrica são queimaduras e histologicamente é encontrada nestes pacientes necrose de coagulação, podemos ainda classificar as lesões por eletricidade da seguinte forma:

Clássico: quando o corpo é parte do circuito, geralmente mostrando feridas de entrada e saída. Essas feridas não são preditoras do caminho seguido pela corrente elétrica e, em geral, subestimam o dano interno ocorrido.

Arco: quando a corrente passa sem entrar no corpo. Isso pode ocorrer quando um raio passa pela pele, pois existe uma tendência da corrente correr pela superfície externa do condutor. A pele tem resistência alta o suficiente para que o raio busque vias alternativas para chegar ao solo, como um zíper ou qualquer outro material com capacidade de condução.

Queimaduras: quando roupas pegam fogo em decorrência da corrente elétrica.

Dano por raio: causado por uma corrente do tipo DC que dura de um décimo a um milésimo de segundo, mas tem voltagens acima de 10 milhões de volts. Essa onda de choque pode ser transmitida ao corpo resultando em trauma mecânico. Por causa da variabilidade de resistência dos tecidos, da área da superfície e do volume de tecido exposto, é difícil inferir o dano interno causado.




Enfim a bastante estudos sobre choque elétricos relacionados a baixa voltagem agora quando o assunto é alta voltagem principalmente algo como um raio o assunto complica muito. Alguns cientistas acreditam inclusive que seu sistema nervoso pode ficar permanentemente curto-circuito, levando a uma série de alterações neurológicas permanentes.

descriptionRaiton Kage Bushin EmptyRe: Raiton Kage Bushin

more_horiz
Atrasaria por um pequeno e sútil instante.

Kakashi precisaria ser rápido em conectar um raikiri decapitante, pois elas se adaptariam extremamente rápido ao dano.

descriptionRaiton Kage Bushin EmptyRe: Raiton Kage Bushin

more_horiz
Repetindo:

Sakura já acertou um Raiton Kage Bushin em sua Novel e não aconteceu NADA.

descriptionRaiton Kage Bushin EmptyRe: Raiton Kage Bushin

more_horiz
Another escreveu:
Sem contar no fato de que isso JA ACONTECEU, Sakura na Novel meteu no soco em um Raiton Kage Bushin do Kido, e não aconteceu NADA.

Isso nunca aconteceu. Eu tenha essa novel salva aqui, indique a página.

O Proxeneta escreveu:
Não lembro de ninguém morrer eletrocutado nesse manga... o Pain que foi atingido pelo raiton bushin é um zumbi com partes metálicas em seu corpo ele não é parâmetro para nada, mais enfim a eletricidade e seu dano que ela é capaz de gerar no corpo é um assunto bastante complexo.

Em relação a Tsunade fica ainda mais difícil de se debater devido a sua regeneração celular super acelerada que ocorre de forma forçada, antes de subestimar a capacidade de cura da Tsunade sua capacidade de regeneração celular ocorre em um processo de mitose
Raiton Kage Bushin Tumblr_inline_pja41k9ryQ1t7jsuw_540


Ou a Tsunade/Sakura não tem um corpo totalmente normal ou byakugou produz as enzinas e todo o resto necessário para esse jutsu funcionar. Uma aceleração celular feita forçada dessa forma seria algo impossível em um ser uma comum os efeito colaterais causados em um corpo humano seriam devastadores, a  energia gasta para esse processo levaria um corpo a falência rapidinho.

Então quanto efetivo seria essa regeneração celular sobre humana contra o dano causado por eletricidade de algo como raiton bushin???

Bem o fato é que o Bushin raiton foi um  jutsu usado uma única vez no manga contra um morto vivo cheio de partes metálicas no corpo.... Logo eu prefiro acreditar que o Byakugou seria totalmente efetivo pelo simples fato de ser uma técnica melhor explorada no manga enquanto a efetividade de bushin é baseada mais em hype do que feitos sólidos reais.

Sobre eletricidade e seus danos que ela é capaz de gerar. Informações tiradas do site :medicinanet.com.br/

Epidemiologia
A verdadeira incidência de acidentes elétricos é desconhecida. Estima-se que a chance de ser atingido por um raio em tempestade na vida seja de 1 em 1 milhão, e a mortalidade destes eventos é de 30% com sequelas graves ocorrendo em pelo menos 70% dos casos. No Brasil existem relatos de pelo menos 100 mortes associados a raios com pelo menos 500 pessoas feridas ao ano. Já a maior parte dos outros eventos associados com eletricidade é ocupacional envolvendo eletricistas, trabalhadores na construção civil, entre outros. Os acidentes domésticos envolvem principalmente crianças com correntes de baixa voltagem.

Muitas pessoas que recebem um choque elétrico têm associado queda de altura, arritmias fatais, ou de outra forma são encontrados mortos, e em muitos desses casos, o significado do choque elétrico não é reconhecido. A queda ou a morte súbita pode ser atribuída ao infarto do miocárdio ou por outras causas. A história deve ser cuidadosa levando em conta o testemunho de transeuntes e sobreviventes. O número total de eletrocussões nos Estados Unidos foi acima de 550 casos em 1998. Um estudo demonstrou que quase  a metade das electrocuções que ocorreram com baixa tensão elétrica (<1.000 Volts AC), não havendo queimaduras visíveis ou marcas elétricos nas vítimas.

Lesões elétricas não letais graves representam 3 a 5% de admissões em centros com unidades de queimados, normalmente como resultado do contato com linhas elétricas de alta tensão. Essas lesões são frequentemente incapacitantes, por vezes, evoluem para amputações de uma ou mais extremidades.

Além dos acidentes com eletricidade envolvendo a atividade ocupacional, dois outros grupos de risco são as crianças que sofrem traumatismos e lesões elétricas de uso doméstico, tomadas elétricas e cabos. O segundo grupo são os adolescentes que se envolvem em comportamentos de risco em torno de linhas de energia elétrica.

Fisiopatologia
A corrente elétrica é o movimento de cargas elétricas; esse fluxo é mensurado em amperes. O fluxo de corrente é acionado por uma diferença de potencial elétrico; esta diferença é medida como volts. O material que recebe a corrente elétrica resiste a este fluxo de corrente eléctrica; esta resistência é medida como ohms. A maioria dos materiais biológicos conduzem eletricidade, em certa medida. Os tecidos com alto teor de líquidos e eletrólitos conduta eletricidade melhor do que tecidos com menos fluido e teor de eletrólitos. O osso é o tecido biológico com a maior resistência à corrente elétrica. A pele seca tem alta resistência, mas pele suada ou molhada tem uma resistência 100 ou mais vezes menor.

A corrente elétrica pode ser contínua numa direção (de corrente direta ou DC) ou com a inversão periódica da direção do fluxo da corrente (corrente alternada ou AC). Corrente alternada é encontrada na energia fornecida para residências e empresas.

Muitos dos efeitos fisiológicos de choque elétrico estão relacionados com  quantidade, duração, tipo de corrente e o caminho do fluxo de corrente. Para que a corrente flua através de um indivíduo, um circuito completo deve ser criado a partir de um terminal de uma fonte de tensão de uma área de contato no corpo, através do sujeito, e, em seguida, de uma outra área de contato de volta ao outro terminal da fonte de tensão. A corrente passa através do corpo (e na cabeça, se o circuito incluí-lo) de uma área de contato para outro, ao longo de vários caminhos, um tanto paralelos. A menos que haja apenas um tipo de tecido presente, a corrente não flui através de um único "caminho de menor resistência". Os contatos elétricos na mão esquerda e perna esquerda dariam o fluxo de corrente através desses membros e do tronco, mas não através de outros membros ou cabeça.

A corrente elétrica flui através de vários caminhos em várias proporções, dependendo do tipo de tecido, área transversal, localização anatômica, e resistência. Em um membro típico, nervos e vasos sanguíneos têm  menor resistência do tecido, seguido do músculo e, em seguida, ossos. Apenas uma pequena percentagem do total da corrente flui através do tecido nervoso, os nervos têm uma densidade de corrente superior, e por este motivo nervos podem ser feridos significativamente por estas lesões, apesar da maior parte do fluxo de corrente ocorrer através de outros tecidos próximos com pouco efeito.

Assim que a corrente flui através de uma resistência, a energia é depositada sob a forma de calor. As correntes de alta tensão são geralmente definidas como superiores a 1000 V, embora haja evidências de que o risco para lesão elétrica grave e fatal ocorra com tensões acima de 600 V.

Apesar de alta tensão ser mais perigosa, a população em geral tem muito mais acesso a fontes de baixa tensão e estas fontes de baixa tensão são responsáveis por cerca de metade de todas as lesões elétricas e mortes.

Queimaduras na pele tendem a ser severas com tensões elevadas, em que é necessária para danos graves, apenas uma fração de segundo do tempo de contato pode causar queimaduras cutâneas que tendem a ser mínima com nos acidentes domésticos a menos que o contato permaneça por vários segundos.

Nas mortes por eletrocussão de baixa tensão, queimaduras elétricas estão ausentes em mais do que 40% dos casos porque a corrente de 110 V AC é capaz de produzir a fibrilação ventricular, mas deposita relativamente pouca energia térmica na pele.

A corrente elétrica pode induzir a contração muscular sustentada ou tetania, o efeito global varia de acordo com o tipo (AC ou DC), frequência, tensão e extensão do contato. As correntes elétricas podem causar contração tetânica flexora em membros, quando o fluxo de corrente passa através do tronco e as pernas podem causar arqueamento em opistótono e posturas e movimentos involuntárias da perna. Essas contrações musculares involuntárias podem ser muito fortes, impulsionando a pessoa a partir de uma fonte de tensão, e produzem trauma mecânico. Os contatos de alta tensão em correntes AC e DC também são mais propensos a produzir uma contração violenta de um único músculo esquelético, que tende a jogar a vítima para longe da fonte, e eventualmente causar fraturas e luxações, especialmente em  região de ombros.

A corrente elétrica pode induzir parada cardíaca imediata por arritmias e alterações neurológicas como parada respiratória e convulsões.

A principal lesão encontrada em lesões por corrente elétrica são queimaduras e histologicamente é encontrada nestes pacientes necrose de coagulação, podemos ainda classificar as lesões por eletricidade da seguinte forma:

Clássico: quando o corpo é parte do circuito, geralmente mostrando feridas de entrada e saída. Essas feridas não são preditoras do caminho seguido pela corrente elétrica e, em geral, subestimam o dano interno ocorrido.

Arco: quando a corrente passa sem entrar no corpo. Isso pode ocorrer quando um raio passa pela pele, pois existe uma tendência da corrente correr pela superfície externa do condutor. A pele tem resistência alta o suficiente para que o raio busque vias alternativas para chegar ao solo, como um zíper ou qualquer outro material com capacidade de condução.

Queimaduras: quando roupas pegam fogo em decorrência da corrente elétrica.

Dano por raio: causado por uma corrente do tipo DC que dura de um décimo a um milésimo de segundo, mas tem voltagens acima de 10 milhões de volts. Essa onda de choque pode ser transmitida ao corpo resultando em trauma mecânico. Por causa da variabilidade de resistência dos tecidos, da área da superfície e do volume de tecido exposto, é difícil inferir o dano interno causado.

Enfim a bastante estudos sobre choque elétricos relacionados a baixa voltagem agora quando o assunto é alta voltagem principalmente algo como um raio o assunto complica muito. Alguns cientistas acreditam inclusive que seu sistema nervoso pode ficar permanentemente curto-circuito, levando a uma série de alterações neurológicas permanentes.

Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Não é o dano que a eletricidade causa que deixa a pessoa afetada paralisada. O dano causado pela eletrocussão é causado porque quando a corrente elétrica passa pelo corpo ela vaporiza a água da membrana das células e destrói elas.

A corrente elétrica deixa o corpo paralisado, causa espasmo muscular, porque ela ativa os receptores elétricos dos músculos. Por isso normalmente o indivíduo ao levar um choque fecha as mãos.  

O ponto da discussão é a paralisia. Ninguém nunca foi queimado por uma corrente elétrica, ou sofreu uma parada cardíaca em Naruto.

Além disso essa desculpa de "Pain era um zumbi" é irrelevante, o Raiton Kage Bunshin é como qualquer Raiton e já vimos ninjas humanos sendo paralisados por Raiton.

descriptionRaiton Kage Bushin EmptyRe: Raiton Kage Bushin

more_horiz
Another escreveu:
Repetindo:

Sakura já acertou um Raiton Kage Bushin em sua Novel e não aconteceu NADA.

Sou um cara simples, eu vejo a palavra "novel" e descarto qualquer argumentação em cima disso.

descriptionRaiton Kage Bushin EmptyRe: Raiton Kage Bushin

more_horiz
Raiton Kage Bushin Img_2084

Raiton não e problema para elas, o que faz total sentido já que já comparado com oque elas já passaram isso e fichinha.

descriptionRaiton Kage Bushin EmptyRe: Raiton Kage Bushin

more_horiz
Orochilherme escreveu:
Another escreveu:
Repetindo:

Sakura já acertou um Raiton Kage Bushin em sua Novel e não aconteceu NADA.

Sou um cara simples, eu vejo a palavra "novel" e descarto qualquer argumentação em cima disso.



E quais são os feitos do Raiton Kage Bushin no manga?

Por que não vi o Shurado sofrendo nenhum pouco depois de receber, e nem vi ele sendo "torrado" nem nada, quem o destruiu foi os Akimichis.

Só por que a técnica da Choque eu vou supor que ela e útil contra alguém que já sofreu de cortes até ser partida ao meio?

descriptionRaiton Kage Bushin EmptyRe: Raiton Kage Bushin

more_horiz
Choque no Asura ? Já viu que ele é um robô doidão ?


Dependo do usuário e do nível, poderia até paralisar mas matar ? Só se for alguém muito foda.

descriptionRaiton Kage Bushin EmptyRe: Raiton Kage Bushin

more_horiz
Não creio que pra alguém como Tsunade e como a Sakura que demonstrou também uma alta resistência, conseguindo usar o shosen no jutsu no ferimento enquanto foi perfurada pelo sasori, não poderiam simplismente resistir a corrente elétrica, emissão de chakra gostem ou não amenizaria ainda mais os efeitos da técnica.

Inclusive elas podem desviar pulando pra trás e desviar da descarga elétrica.

descriptionRaiton Kage Bushin EmptyRe: Raiton Kage Bushin

more_horiz
Concordo com você mas essa parte de " pular para trás " é forçar muito a barra.
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos