Fórum NS - Discussões incríveis sobre animes e mangás!
Bem vindo ao maior fórum de animes de Brasil & Portugal!

Não deixe de registrar sua conta para poder participar do fórum! Leia nossa POLÍTICA DE PRIVACIDADE e configure suas opções de privacidade: https://www.forumnsanimes.com/privacy (ao acessar nosso site, você aceita nossas políticas de privacidade)

Poste 5 mensagens no fórum para ativar o seu primeiro rank e começar sua jornada! Aqui, você irá fazer amigos, participar de eventos, subir de rank e até ganhar prêmios!

Fórum NS - Discussões incríveis sobre animes e mangás!
Bem vindo ao maior fórum de animes de Brasil & Portugal!

Não deixe de registrar sua conta para poder participar do fórum! Leia nossa POLÍTICA DE PRIVACIDADE e configure suas opções de privacidade: https://www.forumnsanimes.com/privacy (ao acessar nosso site, você aceita nossas políticas de privacidade)

Poste 5 mensagens no fórum para ativar o seu primeiro rank e começar sua jornada! Aqui, você irá fazer amigos, participar de eventos, subir de rank e até ganhar prêmios!

Fórum NS - Discussões incríveis sobre animes e mangás!
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Fórum NS - Discussões incríveis sobre animes e mangás! Entrar

#FANFIC: BORUTO (Minha versão)

4 participantes

description#FANFIC: BORUTO (Minha versão) - Página 2 EmptyRe: #FANFIC: BORUTO (Minha versão)

more_horiz
— Mova mais para a direita— Shikamaru fala com o operador da câmera enquanto olha na tela do computador como a gravação está ficando.
— Perfeito, eles já estão do outro lado?— Ele pergunta para outro assistente que sinaliza positivamente.
— Naruto, vamos começar em 3… 2... 1... — Antes que Shikamaru termine a contagem, Naruto tenta impedi-lo de começar a transmissão já que ainda não pensou no que falar, mas o conselheiro prossegue e a reunião é iniciada.

Naruto rapidamente se recompõe e começa:
— Boa noite a todos, vocês já devem ter sido informados sobre a motivação dessa reunião— Todos os Kages parecem cansados já que o expediente deles já tinha acabado há muitas horas. 
— Na verdade não, tudo que diz na mensagem é que você tem uma informação urgente para passar— Gaara responde, ele é o único que não parecia cansado já que estava acostumado a não dormir.
— Hm… me perdoem então— Naruto fala enquanto olha para Shikamaru, que apenas sinalizaria para ele continuar.
— O que aconteceu foi que Sasuke Uchiha finalmente encontrou o motivo do porque Kaguya estava formando um exército, dois outros Otsutsuki aparentemente tão ou mais fortes do que ele próprio — Todos os Kages ficam surpresos e assustados ao escutarem isso, eles estão começam a falar todos ao mesmo tempo causando desordem. 
— Naruto, permita que apenas um fale por vez— O mais veterano dos Cinco Kage, o Kazekage Gaara aconselha e assim Naruto faz.
— Onde estão esses Otsutsuki e quanto tempo eles vão demorar para chegar?— Gaara é o primeiro a perguntar.
— Sasuke encontrou com eles em uma das dimensões da Kaguya, é impossível saber quando vão chegar— Naruto responde. 
— Eu não confio em Sasuke Uchiha, ele trouxe alguma prova?— A Tsuchikage Kurotsuchi, a segunda mais antiga do grupo, questiona logo em seguida. 
— Sim, ele trouxe pergaminhos Otsutsuki que nós estamos decifrando nesse momento— Naruto diz mostrando o processo de decodificação.
— Vocês vão preparar ou já prepararam contra medidas para o caso deles aparecerem?— Darui, que se tornou Raikage um pouco antes de Naruto assumir, pergunta e todos os Kages acenam positivamente, mas sem querer compartilhar informações sobre a segurança de suas aldeias. 
— E os Exame Chunin? Nós vamos cancelá-lo? — Chojuro, o Mizukage novato, pergunta.
— Não, de forma alguma, caso isso aconteça a mídia iria começar a fazer suposições de que pode haver um racha entre as cinco nações, enfraquecendo a aliança e fortalecendo os grupos que se opõem a ela, além disso seria mal visto pelos observadores e os patrocinadores. Nós podemos garantir a segurança de todos— Naruto responde um pouco nervoso com a pergunta.
— Acho que nós devíamos votar— Darui propõem e todos aceitam. Naruto, Gaara e Darui votam em favor de manter o Exame enquanto Kurotsuchi e Chojuro votam contra.
— Parece que é isso, os Exame Chunin estão mantidos— Gaara afirma e então a reunião continua discutindo sobre a ameaça dos Otsutsuki pelo resto da noite. 

Enquanto isso, no distrito do entretenimento da folha Boruto procurava Konohamaru pelos bares e casas de apostas do local, vagando de bar em bar ele era expulso da maioria deles por ser claramente um menor de idade. Até que finalmente no bar "Paraíso do Prazer" ele encontrou Konohamaru, embriagado e cercado por belas mulheres com roupas sugestivas. 
Konohamaru tinha vários hábitos, a maioria deles conhecidos pelo seu time: ser desorganizado, ficar flertando com mulheres durante as missões, gastar dinheiro à toa, ficar se vangloriando de sua posição como Jounin, passar suas noites de folga bebendo e jogando no distrito do entretenimento. Por isso aquela situação não era surpreendente para Boruto que já esperava encontrá-lo ali.

Boruto fica parado olhando até que Konohamaru grita com uma voz embriagada:
— Que quê foi? Hã? Eu disse que não vou te pagar mais nada!
— Sou eu Konohamaru— Boruto fala sem jeito percebendo que seu sensei está delirando em sonhos alcoólicos.
— Vovô?— Konohamaru pergunta com os olhos marejados enquanto se aproxima de Boruto.
— Não, Boruto — Boruto fica ainda mais envergonhado com a situação. 
— Que foi vô? Por que o senhor voltou? Eu estou protegendo a vila — Konohamaru cai no chão balbuciando palavras sem sentido. 
— Assine aqui, "eu te dou permissão"— Boruto coloca uma folha e uma caneta que ele acabou de comprar na frente de Konohamaru. 
 
Konohamaru pega a caneta e faz dois círculos com pontos no meio enquanto solta risadinhas e diz:
— Boa, ficou igualzinho— Ele fala antes de cair em coma alcoólico.
— É melhor que você leve ele para casa, da última vez que chamamos alguém para carregar ele…— A garota aponta para uma parede com uma marca de sangue seco. 
— Ela era um demônio— A outra garota completa com uma cara de pavor. 

No fim Boruto se vê obrigado a passar pelo constrangimento de carregar Konohamaru pela vila até a casa do mesmo na sede do Clã Sarutobi. 
— Eu acho que com isso você fica me devendo uma não é— Boruto fala para um Konohamaru que apenas ronca.
— Acho que isso é um sim, vou pegar o seu Kote emprestado por um tempo então, não se preocupe, não vou usar para nada demais— Boruto finaliza antes de abandonar Konohamaru na porta de casa. Quando o garoto retornou para casa, Hinata ficou desesperada ao sentir o cheiro de álcool antes que ele explicasse a situação.

Um pouco antes disso, no apartamento dos Uchihas, Sasuke havia chegado para o jantar. Tempura com tomate, que Sarada odiava, e hambúrguer de atum era o que a família tinha para a janta. Sakura havia preparado especialmente para Sasuke, que tinha voltado de sua missão repentinamente. Isso fez ela obrigar Sarada a ir correndo no mercado comprar os ingredientes que faltavam. 
— Então o que você tinha que falar com o Naruto?— Sakura pergunta de forma descompromissada.
— Era uma informação que ele tinha me pedido, nada demais— Sasuke respondeu desviando o olhar para Sarada, fazendo Sakura perceber que algo grave tinha ocorrido.
— Então Sarada, o que você acha do Boruto? — Sasuke pergunta mudando de assunto.
— O que eu acho dele, que tipo de pergunta é essa?— Sarada ajeita os óculos sem entender de onde tal pergunta veio.
— Você gosta dele?— Sakura pergunta animada.
— Não, acho que estou mais perto de odiá-lo— Sarada respondeu emburrada fazendo Sakura murchar.
— Por quê?— Sasuke olha para ela e pergunta. 
— Em primeiro lugar, ele é preguiçoso e desmotivado o que joga o time para baixo, sempre desistindo das coisas, em segundo lugar, ele reclama de tudo e o tempo todo, o que é um saco e por último, ele é fraco e não treina, o que me prejudica, digo prejudica o time — Sarada parece ter uma lista maior, mas resume as coisas.
— Ele me pediu para ser meu discípulo— Sasuke fala de forma tranquila.
— O quê?— Sarada fica surpresa e bate com as mãos na mesa. 
— Você abriu um dojo?— Sakura fica confusa e sem entender do que ele está falando. 
— Aquele preguiçoso… pedindo para treinar… você não pode recusar papai, essa é uma chance única! — Sarada não iria falar que precisava desesperadamente que Boruto ficasse mais forte para participar do Exame Chunin. 
— Isso vai depender apenas dele— É tudo que Sasuke fala enquanto continua a comer. 

— Por falar nisso, eu vi na TV que o Exame Chunin vai começar, vocês vão participar?— Sakura pergunta ignorando o assunto anterior, sem perceber ou saber que as coisas estavam relacionadas.
— Isso vai depender do peso-morto do Boruto — Sarada diz novamente irritada pelo assunto voltar para Boruto.
— Exame Chunin, isso não é muito perigoso?— Sasuke quebra seu semblante calmo e fica visivelmente nervoso.
— Não mais, agora não passa de um torneio esportivo, ninguém morre ou fica aleijado— Sakura sabia bem disso porque já tinha ajudado a equipe de coordenação do exame várias vezes, principalmente na área médica.
— Na época de vocês as pessoas morriam no Exame… — Sarada fala extremamente assustada.
— Pode se dizer que sim— Sasuke desconversa.
— Quando nós fizemos o Exame seu pai foi um dos principais concorrentes, ele chegou até as finais— Sakura diz para Sarada sorrindo orgulhosa enquanto Sasuke parece não se importar.
— E venceu?— Sarada continua animada.
— Não, o exame foi encerrado por motivos externos— Sasuke diz monótono.
— Mesmo assim, ele estava competindo com o atual Kazekage da areia e estava vencendo— Sakura insiste.
— Nossa… você era incrível papai — Sarada fala animada.
— Não tanto quanto parece, eu nunca teria chegado tão longe sem a sua mãe... e aquele cara — Sasuke diz enquanto se lembra de sua luta contra Gaara e como Naruto o salvou.

No dia seguinte Boruto chega no campo de treino habitual do time Konohamaru, a décima área de treinamentos era um descampado com chão de terra cercado por um bosque e ficava perto de uma loja de petiscos onde os quatro normalmente iam comer. Lá ele encontra com Konohamaru, Sarada e Mitsuki que estavam o esperando. 
— Eu marquei quatro da manhã, você está chegando quase uma da tarde — Konohamaru, que estava usando óculos de sol, diz com uma voz cansada. 
— Não tenta mandar essa, eu vi que você acabou de chegar — Boruto responde com raiva pelo que Konohamaru fez ele passar na noite anterior.
— Fala baixo, tô com dor de cabeça— Konohamaru fala cambaleando enquanto toma uma pílula preta estranha que aparentemente faz ele se sentir melhor. 
— Eu preciso que você me dê sua permissão para eu treinar com o Sasuke!— Boruto entrega o papel e uma caneta para Konohamaru novamente.
— Sasuke? E por que esse cara aceitaria te treinar?— O jounin fica confuso sobre o pedido de Boruto e como ele conhece Sasuke.
— Ele provavelmente viu o meu potencial— Boruto fala orgulhoso fazendo Konohamaru olhar incrédulo para Sarada.
— Não fui eu, o Boruto que foi até ele— Sarada fala negando com as mãos. 
— Bem, quanto menos trabalho para mim melhor— Konohamaru responde assinando o papel. 
— Nós não vamos fazer nenhuma missão hoje?— Mitsuki pergunta. 
— Não, dia livre, eu fiz uma missão Rank-S ontem à noite e estou debilitado— Konohamaru responde obviamente mentindo enquanto tira os óculos. 
— Acho que nós devíamos treinar em conjunto então...— Sarada fala tentando incentivar o time a ficar mais forte.
— Eu vou voltar para minha cama— Konohamaru diz desaparecendo em seguida.
— Eu vou treinar com o Sasuke— Boruto some logo em seguida.
— Eu tenho que fazer uma coisa mais importante — Mitsuki é o último a sumir. 

Sarada fica sozinha no meio do nada, apenas com o silêncio e as folhas carregadas pela brisa. 
— Então é assim...— Ela diz enquanto uma veia de raiva surge em sua testa. 
— Eu me ofereço para treinar em grupo e esses ingratos respondem assim!— Sarada dá um soco no chão criando uma grande cratera.
— Por que eu estou com raiva? Talvez a culpa seja minha por nunca ser cooperativa...— Ela se senta no meio das pedras destruídas e fica refletindo consigo mesma até que Boruto volta ao local.
— Onde eu encontro o Sasuke?— Ele fala confuso com o cenário destruído. Sarada leva Boruto até um local com uma grande cerca gradeada, em frente ao portão do local está uma rocha com o símbolo do clã Uchiha e as inscrições "Clã Uchiha - Área de Treinamento Principal". Lá dentro eles percorrem uma trilha cercada de densa vegetação, era praticamente impossível ver além das árvores.
— Por que os Uchihas tem uma área de treinamento particular?— Boruto pergunta durante o trajeto.
— Não sei—  É tudo que Sarada fala, sem nem olhar para ele. Ao final da trilha eles chegam em um local sem vegetação, mas com um chão úmido e cheio de musgo onde é difícil andar, correndo na frente de Sarada, Boruto escorrega e quase cai em um grande declive, mas é puxado de volta por ela. 
— Idiota, não tente sair correndo, você quer se matar?— Sarada briga com ele por causa da atitude imprudente.

Olhando sobre a elevação Boruto vê um extenso lago cheio de pedras e nenúfares floridos com lótus brancas. Coberto por folhas secas e cercado de elevações rochosas, com várias subidas e raízes de árvores, o lago era alimentado por pequenas quedas d'água e por causa das grandes árvores que cercavam o local, cobrindo o céu com seus galhos e folhas, pouca luz do sol incidia sobre ele. A maior parte da luz estava sobre o meio do lago, onde Sasuke estava parado. 

Uma explosão ocorre na água e tocos de árvore saem voando, assustando os Genins. Sasuke cria bastões negros e lança neles, mas não consegue acertar todos.
— É difícil com apenas um braço— Ele repete para si mesmo. 
— Mestre!— Boruto grita e aparece atrás dele.
— Mestre?— Sasuke questiona.
— Sasuke-sensei?— Boruto fala envergonhado.
— Apenas Sasuke está bom— Sasuke fala fechando o único olho visível.
— Eu trouxe a autorização, agora você vai me treinar!— Boruto mostra o papel que apenas tem o desenho de um macaco com as palavras "treina ele". 
— Eu nunca disse isso— Sasuke responde Boruto ao mesmo tempo em que Sarada se aproxima deles. 
— Disse sim!— Boruto exclama batendo o pé.
— Primeiro, você tem que provar que merece ser meu discípulo— Sasuke fala para ele enquanto mexe em sua bolsa.
— E como eu faço isso? — Boruto pergunta.
— Eu espalhei cinco marcações iguais a essa pelo local, se você encontrá-las antes do pôr do sol eu te aceito como discípulo— Sasuke fala mostrando para Boruto uma folha retangular com o símbolo do clã Uchiha. 

Boruto olha em volta e encontra uma das marcações na copa de uma árvore, afirmando animado:
— Esse jogo vai ser moleza!— Ele então parte até a árvore, mas escorrega e cai com tudo no chão.
— Quando mais instável uma superfície, mais difícil é manter o controle do chakra. Esse musgo não só reduz o atrito da árvore, se você não pisar nele com a quantidade exata de chakra vai destruir sua superfície e escorregar, é mais difícil do que andar sobre a água— Sasuke fala em voz alta para o garoto escutar. Boruto então se pendura na árvore com os braços e pernas e começa a subir aos poucos, mas continua escorregando. 
— Droga qual é o sentido disso!?— Ele grita. 
— Então você não vai mesmo treiná-lo— Sarada fala se aproximando de Sasuke.
— Eu já estou treinando ele— Sasuke diz surpreendendo a garota.

Boruto pega duas kunais e começa a escalar a árvore à força. Após muito tempo de árdua escalada ele já está todo suado e sujo, com as mãos doendo, mas finalmente se aproxima da marcação e tenta alcançá-la, mas a copa da árvore explode o derrubando.
— Eu esqueci de avisar, eu enchi o lugar de armadilhas— Sasuke volta a gritar enquanto Boruto está estirado no chão.
— Isso é sério?— Sarada fala incrédula.
— Já chega! — Boruto grita mais alto do que nunca. Ele vai até Sasuke e começa a falar alto, rápido e sem pausa como uma chihuahua latindo:
— Você está me fazendo de palhaço para zombar de mim, não é? Qual o sentido disso tudo? O que você quer com isso? Meu controle de chakra já é bom o suficiente!
— Então escale a árvore — Sasuke retrucou calmamente enquanto o garoto está enfurecido, como se estivesse debochando dele. 
— Não, isso não tem sentido, não tem como eu escalar essa árvore! É inútil! Eu só estou perdendo tempo!— O garoto volta a gritar.
— Então vá embora, eu não estou te obrigando a fazer isso, não desperdice o meu tempo— Sasuke fala com uma profundidade que Boruto sente na alma. 
— Eu só quero que você me treine— O garoto fala com um tom bem mais baixo e melancólico.
— Se você não consegue fazer isso, eu não posso te treinar— Sasuke responde com seriedade.
— Você está desperdiçando seu tempo — O Uchiha aponta para a luz na água, que está quase se apagando, o que indica que o sol já vai se pôr.
— O dia já vai acabar, não tem como eu conseguir mais— Boruto fala ainda mais melancólico enquanto seus olhos começam a se molhar com lágrimas.
— Você pode tentar de novo amanhã e apareça mais cedo se quer realmente conseguir— Sasuke termina e se vira, nesse momento Boruto vai embora.
— Seus métodos são muitos estranhos, papai — Sarada, que estava sentada vendo Sasuke e Boruto treinarem, fala.
— Você não vai treinar também?— Sasuke pergunta para ela.
— Com o Boruto?— Ela responde com uma pergunta.
— A escolha é sua, eu estou voltando para casa— Sasuke diz antes de sair.
Sarada olha para a árvore toda marcada por Boruto e para a marcação, ela então corre e dá um salto tentando escalá-la, mas não consegue e volta a pular, dessa vez para trás, evitando uma queda.
— Isso realmente é difícil— Ela fala para si mesma, antes de tentar de novo. 

Quando Boruto chega em casa Hinata fica confusa por encontrar ele todo sujo, já que isso nunca tinha acontecido, pela primeira vez também Boruto foi direto para o banho e para cama porque estava exausto demais. No dia seguinte ele chega à área de treinamento Uchiha às oito horas e encontra Sasuke já treinando. 
— Cheguei cedo, não é?— Boruto fala orgulhoso passando a mão atrás da cabeça.
— Eu estou aqui desde às cinco horas— É tudo que Sasuke responde. Sarada chega um pouco depois e encontra Boruto já tentando escalar a árvore com as kunais, mas caindo nas armadilhas e voltando para o chão.
— Eu estou desde ontem me perguntando, como isso vai ajudar ele com o controle de chakra?— Ela pergunta para Sasuke que continua treinando com seus receptores negros.
— Eu nunca disse que era um treinamento de controle de chakra— Ele responde como se estivesse falando algo óbvio.

Após mais de uma dezena de tentativas, Boruto senta e começa a observar a árvore e pensar. Sasuke que estava observando ele de longe, fala como se já estivesse esperando:
— Finalmente. 
Boruto pega várias kunais e começa a arremessar na árvore em diversos pontos, alguns geram explosões outros não, após a árvore ficar incrustada com algumas dezenas de kunais, ele começa a escalar ela usando as kunais de apoio e facilmente pega a marcação, Sasuke observa tudo aparentemente confuso enquanto Boruto solta um grito:
— Eu consegui! — Que é seguido por uma gargalhada antes que ele caia da árvore de exaustão. Sarada tenta chegar até ele, mas percebe que não vai dar tempo se se prepara para lançar uma kunai, no entanto Sasuke joga sua espada primeiro e crava o garoto contra a árvore. 
— Leve ele para casa e lembre-o que ainda faltam quatro—  O Uchiha fala para a filha antes de voltar a treinar.

Sarada leva Boruto para casa, onde Hinata recebe ela.
— O que houve?— Ela diz assustada ao ver o estado do filho.
— Ele estava treinando...— A garota envergonhada responde.
— Impossível...—  Hinata fica sem acreditar que Boruto realmente tenha treinado tanto a ponto de ter caído exausto.
— Você quer entrar?— Ela pergunta para Sarada que recusa e vai embora, ela então tem que colocar Boruto direto na cama já que ele não vai acordar por nada. Ela então pega um papel e deixa um bilhete para Boruto.

No escritório do Hokage, Naruto está em uma reunião com os responsáveis pelo Time de Resposta Anti-Otsutsuki. Liderados por Kakashi, o antigo Hokage, e Sakura eles estão apresentando um plano de medidas em caso de uma possível invasão. Kakashi e Sakura são capazes de fazer esse planejamento porque viram as habilidades de Kaguya em primeira mão. 
— Nós não temos informação o suficiente, então a maioria das medidas é baseada no que foi mostrado pela Kaguya e pelo Madara na Guerra— Kakashi explica.
— Nós também usamos as informações que o Sasuke passou sobre os inimigos que ele encontrou— Sakura complementa.
— Leve isso para o time de desenvolvimento científico e peça para eles fazerem uma simulação—  É tudo que Naruto diz antes de dispensar eles. 
— Você precisa ir para casa receber sua filha não é, deixa que eu me encarrego disso— Kakashi fala com Sakura na saída.
— Acho que o Sasuke já deve estar em casa— Ela responde. 
— Não está não— Kakashi afirma deixando Sakura confusa.

De volta ao escritório, uma brisa derruba os papéis que estavam em cima da mesa fazendo Naruto ir até a janela e fechá-la.
— Tarde demais— Sasuke diz após aparecer repentinamente no escritório.
— Eu já percebi — Naruto responde bravo enquanto canta os papéis no chão.
— Como foi a reunião? — Sasuke questiona.
— Acho que todos já estamos mais preparados para essa ameaça hoje do que estávamos naquela época, graças a você— Naruto fala lembrando do aviso que Sasuke deu sobre a possível existência de seres mais perigosos que Kaguya.
— Eu discordo— Sasuke pega um dos papéis que Naruto deixou no chão e entrega para ele. 
— Por que motivo?— Naruto questiona.
— É natural que os ninjas, principalmente das grandes nações fiquem mais poderosos principalmente depois de verem em primeira mão ameaças como o Juubi e Madara, isso não tem nada a ver comigo— O Uchiha argumenta.
— Mas sem o seu aviso, duvido que teríamos nos movido tão rápido— O Hokage insiste.
— Você parece cansado de novo… quando foi a última vez que você dormiu?— Sasuke consegue ver através do semblante imponente que Naruto mantém.
— Isso não importa, o importante é que a vila está preparada— Naruto fala bocejando.
— Suponho que você não esteja treinando também— Sasuke continua. Naruto fica em silêncio por um tempo e observa um retrato de sua família, então fala:
— A Sakura me contou que você está treinando meu filho— Ele faz uma outra pausa e pega o retrato. 
— Eu não esperava ver ele treinando por conta própria, o que você fez?— Naruto diz enquanto olha para a foto onde a família Uzumaki está comemorando o aniversário dele. 
— Nada, acho que foi você quem fez algo— A resposta de Sasuke deixa Naruto confuso.
— O que você acha?— O Uzumaki diz logo em seguida.
— Não dá para negar que ele é seu filho, mas ele não tem nada a ver com você… — Sasuke responde.
— Crianças que não sabem o que é o amor e crianças que nunca conheceram a solidão não tem como ser iguais, independente do sangue, não é?— Após Naruto terminar de falar a porta se abre e Shizune entra na sala.
— Você tem uma reunião marcada agora, Sétimo— Ela diz para uma sala ocupada apenas por Naruto pois Sasuke já sumiu. 

Na manhã seguinte Boruto acorda extremamente cedo pela primeira vez em sua vida, ele encontra na cabeceira da cama um bilhete de Hinata escrito "Coloque sua roupa para lavar. Ps: Não esqueça de secar! ♡". 
Pela primeira vez Boruto teve que fazer seu próprio café da manhã, mas como ele não sabia, queimou o ovo teve que comprar barras de calorias da Akimichi Foods no caminho para a área de treinamento. Chegando lá ao nascer do sol ele encontrou com Sasuke se preparando para começar seu treinamento.
— Hoje eu vou encontrar todas!— É a única coisa que ele diz para Sasuke, que solta um sorriso de canto de rosto.

description#FANFIC: BORUTO (Minha versão) - Página 2 EmptyRe: #FANFIC: BORUTO (Minha versão)

more_horiz
Leio assim que terminar de escrever e defender meu TCC.

description#FANFIC: BORUTO (Minha versão) - Página 2 EmptyRe: #FANFIC: BORUTO (Minha versão)

more_horiz
Confirmado,Naruto não curte rachadinhas (o que também explica ele passar tanto tempo longe da Hinata) e Konohamaru é beberrão.

no mais gostei do treino do Boruto.

description#FANFIC: BORUTO (Minha versão) - Página 2 EmptyRe: #FANFIC: BORUTO (Minha versão)

more_horiz
Boruto procura as outras marcações nas árvores que cercam o local, pulando entre elas ele encontra uma caixa pendura em um galho. Meio confuso por não ter visto a caixa tão bem escondida ele pega ela e abre, encontrando apenas papel rasgado. O Uzumaki fica ainda mais confuso e começa a circular pela área prestando atenção nos arredores, ele encontra várias caixas escondidas espalhadas pelas árvores e elevações, a maioria delas em lugares difíceis de alcançar. O garoto pega um conjunto de shurikens e joga em direção a corda que pendura uma das caixas para derrubá-la, rapidamente ele vai até a caixa e pega ela antes que atinja o chão. Quando Boruto abre a caixa ela explode.

— Eu esqueci de avisar novamente, eu enchi o lugar de armadilhas — Sasuke grita para Boruto enquanto descansa sentado em uma pedra.
— Sério que você teve todo esse trabalho?— Boruto questiona estirado no chão com ferimentos leves.
— Foi mais fácil do que você imagina— Sasuke responde vendo Boruto se levantar e se aproximar dele.
— E como eu vou saber quais caixas são armadilhas? — Boruto pergunta mostrando seu rosto com pequenas queimaduras para Sasuke, o garoto abriu a caixa enquanto olhava para ela o que fez do seu rosto o alvo da explosão.
— Não sei, isso não é problema meu — Sasuke responde ele sem se importar.  
— Pelo menos me responda, a marcação tá em alguma das caixas? — Boruto fala indignado gesticulando com as mãos.
— Vai saber, quem tem que descobrir isso é você — Sasuke fala e para de olhar para ele, como se o ignorasse.
— Você é um péssimo mestre — Boruto fala com raiva e ódio no rosto levemente tostado. 
— Eu não sou seu mestre até você conseguir pegar todas as marcações — Sasuke fala ignorando o garoto enquanto se perde em seus pensamentos. 

Boruto volta para a área onde Sasuke escondeu as caixas e continua jogando as shurikens nas caixas que encontra, errando a maioria delas nas primeiras tentativas, mas acertando no fim. Algumas caixas explodem, mas Boruto é esperto o suficiente para abrir elas sem se aproximar, no entanto a maioria delas tem apenas papel. Enquanto Boruto tem que gastar tempo extra buscando as armas lançadas para não ficar sem munição, já que ele não comprava suas ferramentas ninjas, deixando isso a cargo de sua mãe, ele tinha um arsenal reduzido, graças a isso cada caixa acertada custa várias horas para o Uzumaki. 

No meio da tarde Sarada chega no campo de treinamento se aproximando de Boruto que se surpreende com chegada da garota.
— Chegou cedo para o treino de amanhã — Boruto diz soltando um sorriso arrogante. 
— Cala a boca, idiota — Sarada fala encarando ele. 
— Você não é sempre a primeira a chegar nos treinos, o que aconteceu? — Boruto fala ainda se sentido orgulhoso por ter chegado primeiro que ela. 
— Eu treino sozinha — Quando Sarada responde isso Boruto olha para ela, vendo as marcas de treinamento em suas roupas e rosto. 
— Você não treina com seu pai? — Boruto pergunta surpreso. 
— Não tenho como treinar junto com um peso morto como você — A garota fala sorrindo de forma a provocar ele.
— Me desculpa por não ser dotado de dons Uchihas como você — Boruto tenta retrucar, mas não esconde a irritação. 
— Você descende de dois dos clãs mais prestigiados da folha e é filho do Hokage, seu fracasso não tem nada a ver com seus antepassados — Sarada continua provocando ele. 
— Um Uzumaki com pouco chakra e um Hyuga sem byakugan, filho de um Hokage que passa o tempo inteiro trabalhando, eu acho que acertei na loteria da genética — Boruto ri ironicamente para ela. 
— Pelo menos tente ficar forte o suficiente para não ser um peso morto para mim, você está no caminho do meu sonho, perdedor — Sarada fala se afastando de Boruto enquanto o garoto mantém um sorrisinho. 
— Eu odeio ela — Boruto fala mantendo o sorriso, mas escondendo sua raiva interior. 

Boruto observa Sarada se aproximar de Sasuke e falar alguma coisa com ele muito animada. Em seguida a garota dá uns passos para o lado e faz uma longa sequencia de selos de mão antes de aspirar ar para dentro dos pulmões e lançar uma bola de fogo capaz de engolir um adulto, a esfera de chamas se expande e acerta uma das paredes rochosas do lugar a deixa chamuscada. Boruto fica impressionado e se aproxima dos dois.  
— O que achou? — Sarada pergunta sorrindo. 
— Muito pequeno... — Sasuke responde fazendo o sorriso da garoto sumir. 
— E você já está ofegando... — O Uchiha continua criticando enquanto a expressão da garota fica cada vez mais séria.
— Eu tenho certeza que você ainda pode melhorar — Quando Sasuke termina de falar o rosto de Sarada só mostra decepção.
— Sério, isso pareceu impressionante para mim... — Boruto fala de forma despretensiosa elogiando Sarada sem perceber.
— Quando você vai me ensinar um desses? — Ele pergunta se virando para Sasuke. 
— Você nunca vai conseguir todas as marcações parando a cada minuto para conversar — Sasuke responde ainda tentando ignorá-lo.
— Preciso de mais shurikens e kunais — Boruto fala estendendo a mão, mas Sasuke se vira e sai. Antes que o Uzumaki perda as esperanças Sarada coloca um conjunto de shurikens e kunais na mão dele. 
— Como você conseguiu ficar sem munição? — A garota pergunta olhando para ele de forma seria e um pouco intimidadora. 

Boruto aponta para um local completamente cravado de kunais e shurikens. Ao redor de todas as armas está uma caixa, que ele não consegue alcançar por causa da posição.
— Estão ali— O garoto diz triste por ter perdido todo seu equipamento assim.
— Como alguém colocou uma caixa lá?— Sarada pergunta surpresa. 
— Não sei, mas é impossível acertar, a Shuriken teriam que fazer uma curva de mais de 180 graus — Boruto fala impaciente. Sarada saca dez shurikens e lança em diferentes direções, elas se chocam uma nas outras alterando suas direções e ângulos até que uma das shurikens corta a corda e derruba a caixa. 
— Fácil — A Uchiha fala em voz alta com orgulho.
— O que você está fazendo!? Sou eu que tenho que fazer isso! — Boruto grita possuído de raiva.
— Tem algum problema, papai?— Sarada se vira para Sasuke, que apenas vira a cabeça como se dissesse "não".

Boruto continua a reclamar, mas vai até os destroços da caixa, nesse momento Sarada fala surpresa:
— Não é possível.
Boruto olha a caixa e vê que ela está vazia, aquela não era a caixa com a marcação. Sarada chama seu parceiro de time e aponta para cima, Boruto segue a direção do dedo dela e encontra outra caixa, que estava escondida pela primeira e ainda por cima em um local ainda mais difícil de alcançar. Sarada saca mais shurikens e tenta acertar a caixa repetindo o movimento, mas não consegue, ele não consegue calcular tantos movimentos. 
— Realmente, essa é impossível, a shuriken teria que fazer umas vinte curvas. Não tem como uma única pessoa conseguir isso, mas não é problema meu mesmo, boa sorte cabeça de vento — Ela diz se afastando de Boruto que observa desesperado. 

Boruto tenta imitá-la, mas falha miseravelmente já que ele é horrível em fazer cálculos desde a academia e é ainda pior em shurikenjutsu. Enquanto o Uzumaki apenas desperdiça seu armamento, Sarada se aproxima de Sasuke que continua treinando sua habilidade de lançar e manipular os receptores negros do Rinnegan. 
— Então... — Sasuke chama sua filha. 
— Ele realmente não sabe usar os clones da sombra? — Sasuke pergunta enquanto Sarada se aproxima e senta perto dele. 
— Não, o Konohamaru-sensei já tentou ensiná-lo, mas parece que ele não consegue — A garota responde segurando os joelhos com os braços. 
— Por quê? — Sasuke mostra curiosidade sobre o assunto. 
— Não sei, talvez falta de chakra, ele parecia não conseguir juntar chakra o suficiente para realizar a técnica — A Uchiha responde com uma suposição. 
— Isso é impossível, ele é um Uzumaki filho do Naruto e não tem chakra... — Sasuke olha incrédulo para Boruto lançando shurikens no nada. 
— Então é impossível ele completar essa tarefa — Sasuke fala deixando Sarada claramente incomodada. 

Na volta para casa Boruto vai para o centro comercial da cidade comprar mais armas ninjas, ele acaba entrando na loja "Tententen" que está com desconto de 50% em tudo. Era a primeira vez que Boruto comprava seu próprio equipamento, lá dentro ele fica fascinado pelos diferentes tipos de shurikens e kunais, principalmente os limitados e com designe diferente. O garoto acaba pegando vários conjuntos de armas.
— Nossa, faz muito tempo que eu não vejo alguém comprar tantas kunais e shurikens— Tenten, que é a dona da loja, fala surpresa.
— Talvez você esteja interessado em algum dos itens do mostruário, estão todos com 50% de desconto— Ela fala tentando persuadir o garoto. 
— Nah…— Antes que Boruto possa recusar, um item chama a atenção dele fazendo o Uzumaki abrir um sorriso.

Na volta para casa Boruto observa as vitrines das lojas do centro comercial, a maioria delas são lojas de vestuário com vitrines mostrando manequins vestindo roupas de marcas famosas com preços absurdamente altos. Vendo seu reflexo no espelho o garoto percebe que sua roupa está toda suja e se lembra:
— Esqueci de colocar a roupa para lavar!



Sobre o treino do Sasuke

O treino do Sasuke no filme é bem sem sentido. Basicamente o Sasuke treina Boruto apenas em Shurikenjusu por alguma razão não explicada. A cena como um todo faz pouco sentido já que o Boruto é colocado como um gênio no filme, mas tem problemas com shurikenjusu, uma habilidade básica. No entanto o principal motivo porque falta lógica a cena é porque o treino é baseado em uma habilidade do Sasuke, ao invés de ele está tentando melhorar as habilidades do Boruto, ou as que ele presume que ele tem já que em nenhum momento ele nem testa o limite do garoto.

O filme inclusive é autoconsciente disso e coloca o Boruto para falar que Shurikenjutsu é algo dos Uchihas e não serve para ele, mas isso é seguido por uma cena que reduz ainda mais lógica da coisa onde o Sasuke diz que o Boruto devia ser um especialista em Kage Bunshin por essa ser a técnica assinatura do Naruto, mas quando o Boruto faz a técnica e cria alguns clones ele responde que o Naruto fazia milhares de clones.

Os problemas: 1) Se Sasuke já presumiu que a especialidade do Boruto eram clones, por que estava treinando ele apenas em Shurikenjutsu, sem qualquer uso dos clones?
2) O Sasuke sabe que apenas o Naruto pode produzir milhares de clones por ser um Jinchuriki, além disso ele sabe que a técnica é nível Jounin. A critica que ele faz ao Boruto é absurda e apenas está lá para para fazer o Boruto perder a confiança, sendo que o feito dele é incrível para um Genin.
3) O Sasuke de fato não ensina nada ao Boruto, a única coisa que o Uzumaki tira do treina é o Rasengan Invisível que ele aprendeu por osmose de forma mágica.

description#FANFIC: BORUTO (Minha versão) - Página 2 EmptyRe: #FANFIC: BORUTO (Minha versão)

more_horiz
kkkk "osmose de forma mágica" basicamente a Sarada aparecendo com o chidori no manga.

No mais o shuriken jutsu é algo básico que os uchihas tem "proeficiência genética" mas todos podem aprender e considerando que um guri que era um civil aprendeu,não vejo problema no Sasuke ter ensinado isso para ele.

description#FANFIC: BORUTO (Minha versão) - Página 2 EmptyRe: #FANFIC: BORUTO (Minha versão)

more_horiz
Sim, Shurikenjusu é uma habilidade básica e um gênio que domina três naturezas como Boruto não sabe.

description#FANFIC: BORUTO (Minha versão) - Página 2 EmptyRe: #FANFIC: BORUTO (Minha versão)

more_horiz
Sasuke e Sarada permaneciam no campo de treinamento Uchiha embora a noite já tivesse caído. O local que durante o dia já era encoberto por sombras ficava ainda mais escuro de noite, sendo iluminado apenas por um pouco de luz da Lua.
— Você não vai para casa? — Sasuke perguntou para sua filha que estava sentada perto dele.
— Não, eu combinei com uma amiga que ajudaria ela com uma coisa... — A garota responde.
— Uma amiga? — Sasuke questiona fazendo uma careta.
— A Chōchō — A garota fala fazendo Sasuke se lembrar da figura.
— Tubo bem mas... tente não... não volte muito tarde para casa — O Uchiha fala antes de se despedir.

No entanto a garota não vai embora. Sarada prepara alvos ao redor do campo de treinamento, dez pequenos tocos de madeira colocados em diferentes pontos, escondidos pelo escuro. A Uchiha então vai para o meio do lago e sob a luz da lua ela fecha seus olhos enquanto junta as mãos fazendo um selo. Quando Sarada abre os olhos sua íris fica vermelha e com a imagem de um tomoe, após ativar o Sharingan ela salta e realiza selos no meio do ar, a garota então sopra uma bola de fogo incandescente que ilumina o lugar relevando os alvos, se aproveitando disso Sarada saca um conjunto de Shurikens e lança contra o fogo, as estrelas de ferro passam pelas chamas e se chocam entre si, com isso suas trajetórias se alteram ao mesmo tempo em que elas ficam cobertas de fogo, era o Katon: Hōsenka no Jutsu. Sarada pousa sobre o lago enquanto os tocos de madeira ao redor dela se acendem. A garota fica ofegante e coloca as mãos nos joelhos.
— Ainda não é bom o suficiente — Sarada fala olhando para um dos troncos, que não se acendeu, antes de desativar seu sharingan e cair ofegando.
— Eu tenho que me acostumar a combinar o Sharingan e Ninjutsu — A garota conclui se levantando para continuar o treinamento.

Em cima de uma das árvores que cobrem o local, sem que ela perceba, alguém a observa. Uma sombra sentada sobre um dos galhos escondida pela escuridão da noite olha para a garota, de repente uma voz surge:
— Você é? — Era a voz de Sasuke Uchiha.
— Konohamaru Sarutobi, o instrutor da sua filha e do Boruto — Sasuke estava sentado em um galho e Konohamaru logo atrás dele, os dois estavam separados pelo tronco da árvore.
— Eu não já te conheço de algum lugar? — O Uchiha pergunta como se estivesse conseguindo enxergar Konohamaru perfeitamente.
— Nós nos encontramos quando eu era uma criança, já faz muito tempo — Konohamaru fala enquanto se aproxima de Sasuke usando a técnica de caminha em árvore.
— E por que veio até aqui? — Sasuke continua.
— Apenas queria te ver pessoalmente, já que você está treinando um dos meus alunos — Konohamaru fala observando Sasuke no escuro.  
— Então? — Sasuke questiona o Sarutobi.
— Você não é como eu esperava, acho que é o cabelo — Konohamaru responde abrindo um sorriso, Sasuke vira e ignora ele por alguns segundos.
— Obrigado por ter ensinado o Katon para minha filha — Após a pequena pausa, o Uchiha volta a falar.
— Eu não ensinei nada, ela leu em um livro que os Uchiha eram reconhecidos por sua habilidade com Katon e aprendeu tudo sozinha, eu só dei umas dicas básicas, no final do dia ela ainda é muito autossuficiente — A resposta de Konohamaru surpreende Sasuke, que então desvia o olhar, como se estivesse tentando evitar que o Jounin visse seu rosto.
— É... acho que você tem razão... — Ele fala enquanto volta o olhar para sua filha treinando. 

Não muito longe dali, o Hospital de Konoha estava extremamente movimentado por causa do Exame Chunin. Os funcionários tinham que fazer um treinamento de emergência, pelo menos essa era a informação que corria pelos corredores. Enquanto os funcionários corriam para lá e pra cá, eles passavam por uma porta branca com o aviso: “apenas pessoal autorizado”. Passando pela porta havia um corredor com câmeras de segurança ocultas e um alarme, no final dele uma segunda porta, essa de aço reforçado e com uma fechadura que só podia ser aberta via biometria. Atrás dela há uma escada que dar acesso ao porão do hospital, onde fica um laboratório com vários quartos.

Dentro de um deles Mitsuki observava a lua por uma tela, era a cena de um programa de televisão. O garoto estava sentado em uma cadeira para exame, ligado a vários tubos e cabos, a própria cadeira estava ligada a uma série de máquinas. Ao redor dele haviam várias telas com monitores, além de outros tipos de aparelhos médicos. O quarto era todo branco e estava cheio de médicos também vestidos de branco.
— Levante o braço —  Uma jovem mulher com cabelos ondulados e jaleco branco colocou uma agulha no braço do garoto e coletou um pouco de sangue dele.
— Os dados sobre seu sistema imunológico são impressionantes Mitsuki, você é praticamente imune a qualquer doença ou toxina conhecida — Tsunade fala se aproximando do garoto com uma planilha na mão.
— Então, eu vou poder participar do Exame Chunin? — Mitsuki pergunta desinteressado na informação que ela estava passando.    
— Desde que você cumpra as nossas determinações não vejo problema, mas lembre-se do vai ocorrer se você descumprir qualquer uma delas — A Sannin olha para Mitsuki de forma repreensiva.
— Não se preocupe, eu não vou fazer nada que possa me colocar em risco aos olhos da vila — Mitsuki responde. Tsunade pega os frascos de sangue dele e sai do quarto.
— Leve isso para o time anti-Otsutsuki, talvez seja nossa única esperança — Tsunade entrega os frascos para um dos médicos da equipe que se retira do local. Ela então volta a ler os dados na planilha ficando cada vez mais incrédula.  
— Orochimaru, só mesmo você poderia fazer algo assim — A quinta Hokage fala antes de dar de cara com o Sexto Hokage, Kakashi Hatake, parado na frente dela.  
— E aí? — Kakashi pergunta.
— Veja você mesmo — Tsunade respondeu entregando a planilha para ele, que observa com a mesma expressão de surpresa e pavor.
— Eu nunca pensei que iria querer agradecer ao Orochimaru por algo, parece que foi uma boa ideia ter modificado a pena dele afinal de contas — O Sexto Hokage fala guardando a planilha antes de se retirar.
— O que você fará com os dados? — Tsunade pergunta enquanto ele se afasta. 
— Eu vou compartilhar com um dos caras da areia, parece que ele é um especialista no assunto — O Hatake fala deixando ela visivelmente incomodada. 

Na manhã seguinte Sarada acorda assustada e olha para os lados, ela fica confusa porque a última coisa de que se lembrava era de cair de exaustão enquanto treinava na noite anterior. Ela levanta o edredom e vê que está até vestindo seus pijamas, a Uchiha coloca seus óculos e corre até a sala, dando de cara com Sakura que está cozinhando.
— Hm… como eu cheguei em casa ontem? — Ela pergunta para Sakura que caminha até a mesa e coloca duas tigelas de arroz em cima dela.
— Seu pai te trouxe, você parecia exausta, vocês estavam treinando? — A Uchiha responde voltando até a cozinha e pegando o resto do café da manhã.
— Mas eu estou toda limpa e de pijamas... — Sarada fala incrédula enquanto Sakura coloca alguns omeletes, vegetais e tiras de peixe na mesa.  
— Você estava toda suja então eu te dei banho e coloquei na cama — Ao ouvir isso a cara de Sarada fica vermelha igual um tomate.
— Venha, vamos comer — Sakura fala se sentando na mesa com a garota, após terminar de comer e lavar seus utensílios, Sarada se prepara para sair.
— Espere… — Sakura para ela antes que a garota passe pela porta, ela então pega uma pequena caixa retangular.
— Entregue para o seu pai — Sakura diz entregando a marmita para Sarada.
— Por que você mesma não faz isso? — A garota pergunta.
— Eu tenho uma missão agora e você não vai treinar com ele? — Sakura responde pegando seu colete que estava sobre uma das cadeiras da sala.
— Não, nós temos missão agora — Sarada fala movendo os óculos como se não quisesse fazer a tarefa.
— Bem, acho que ele vai ficar com fome então… — Sakura diz enquanto faz uma cara triste.
— Pobre coitado, ele deve está tão faminto depois de te carregar a noite inteira… — Ela coça o olho como se fosse chorar.
— Imagine quantos dias ele não deve ficar sem comer quando está em missão… — Os olhos dela brilham de tristeza.
— Tudo bem, eu levo, mas só porque já vou naquela direção de qualquer forma — Sarada fala emburrada e Sakura abre um sorriso iluminado.  
— Tchau e boa sorte — Ela dá um beijo na testa da filha e coloca o colete antes de sair do apartamento.

Sarada caminha pelas ruas movimentadas da aldeia indo até a parte externa, uma área ainda florestada, onde fica o campo de treinamento Uchiha. Chegando lá ela escuta um estrondo muito alto e fica surpresa, após uma outra série de estrondos ela vê os pássaros se afastando do campo de treinamento e começa a correr.  
— Será que é uma luta? Eu devia me aproximar? Talvez eu mais atrapalhe do que ajude? Eu devia ir buscar ajuda? — A garota começa a fazer uma série de perguntas enquanto se aproxima do campo de treinamento ativando seu Sharingan. Ela chega no local e encontra apenas Boruto parado no mesmo lugar do dia anterior e Sasuke meditando, mas ao olhar ao redor do lugar ela vê uma região cheia de escombros, nesse momento uma kunai é lançada contra a região e explode criando uma grande explosão. Seguindo a trajetória dela, os olhos de Sarada encontram com Boruto, com mais kunais na mão. Ele joga elas contra os alvos e mais uma vez as armas explode gerando um estrondo.
— O que você está fazendo, idiota?— Sarada pergunta irritada enquanto se aproximando de Boruto.
— Eu não tinha como acertar o alvo com todas essas pedras e árvores no caminho, então vou destruir elas, não é óbvio? — Boruto responde alegremente causando outras explosões.
— Eu comprei ontem em uma lojinha na rua central, são kunais explosivas — Boruto mostra para Sarada a kunai com design diferenciado.
— Mas… isso não é um treinamento!— Sarada grita com ele, que não dá atenção e continua jogando as kunais.
— Um ninja tem que ver além do que pode ser visto— Boruto fala destruindo o último obstáculo e arremessando uma kunai normal que derruba a última caixa.
— Agora faltam três— Ele diz em voz alta pegando a marcação dentro da caixa.

A Uchiha vai até Sasuke e pergunta:
— Você não vai falar nada?
— Sobre o quê? — Sasuke fala sentado com os olhos fechados.
— Ele não está treinando shurikenjutsu, ele está apenas trapaceando para burlar o treinamento — Sarada explica indignada.
— Eu nunca disse que era um treino de shurikenjutsu — Sasuke responde.
— Mas ele apenas explodiu tudo — A garota ficou ainda mais aborrecida.
— Eu nunca disse que ele não pode explodir tudo, a única instrução dele é me trazer todas as marcações antes do sol se pôr — Sasuke terminou de falar e Sarada ainda com raiva pegou a marmita e estendeu as mãos entregando a ele.
— Obrigada, Sarada — Sasuke responde abrindo os olhos e pegando a comida. Enquanto ele se preparava para comer, Sarada voltou até Boruto, que como um viajante perdido observava o local de um lugar alto procurando o próximo alvo.
— Tem uma ali!— Ele diz observando a marcação em cima de uma plataforma elevada.
— Cadê as outras?— Ele fala procurando com os olhos.
— Não importa, depois eu procuro— Ele responde para si mesmo.
— Vamos! — Sarada grita para ele.
— Aonde? — Boruto fala confuso.
— Nós temos uma missão hoje — Sarada diz usando o Shunshin para se aproximar dele, fazendo o garoto se assustar.
— Eu não posso ir, estou no meio de um treinamento — Boruto fala ignorando ela.
— Você não escolhe se vai ir ou não em uma missão — Sarada olha para ele de forma intimidadora fazendo o garoto encolher assustado.
— Fala para o Konohamaru que eu estou treinando com o Sasuke, não posso ficar capinando terrenos e pintando paredes, ele vai entender — Boruto responde ela desviando o olhar.
— Você não está treinando, apenas está fazendo graça — Sarada diz enquanto se move para o campo de visão dele, ela então olha para onde a próxima marcação está.
— E não tem como você pegar essa marcação, não tem nenhum meio de você subir ali e você não consegue pular tão alto, talvez se você treinasse adequadamente…  — Ela responde abrindo um sorriso malicioso.
— Talvez… ou talvez eu possa fazer isso! — Boruto responde lançando uma série de kunais explosivas no local próximo da marcação, as kunais explodem e a tarja cai junto com os destroços.
— E mais uma vez o cérebro supera os músculos  — Boruto fala orgulhoso, fazendo Sarada que está com uma cara de defunto empurra ele de cima da pedra.

Boruto cai dentro do lago e emerge reclamando:
— Você está tentando me matar, cabeça de tomate! — Boruto grita saindo da água.
— Você não vai morrer caindo na água, cabeça de mostarda — Sarada zomba se aproximando dele. Boruto então começa a tirar suas roupas.
— O que você está fazendo!?— Sarada fala envergonhada enquanto seu rosto fica vermelho e ela tapa os olhos.  
— Colocando minhas roupas para secar, não quero pegar um resfriado— Boruto fala indiferente enquanto continua sua ação.
— Coloca a roupa de volta— Sasuke fala aparecendo subitamente atrás do garoto.
— Mas vai…— Boruto começa balbuciar e ficar com medo, mas Sasuke faz um selo com uma mão e sopra um tornado de fogo ao redor dele, o que faz as roupas secarem enquanto deixa o garoto com ainda mais medo.
— Pronto— Sasuke fala voltando a ignorá-lo.
— Ainda bem que ele secou tudo— Boruto coloca as roupas de volta e senta na margem do lago.
— Pelo lado bom, não vou mais precisar lavar elas...— Ele pensa enquanto pega sua bolsa.
— Você é um idiota — Sarada responde ainda desconfortável e irritada.
— Obrigado pelo elogio, mas preciso voltar ao treino — Boruto responde voltando para um local alto e observando o lugar. Ele não encontra nada e começa a circular pelo local procurando.
— Não está em lugar nenhum… — O garoto fala se reaproximando de Sarada.
— Você pegou, não é? — Ele diz encarando Sarada.
— Óbvio que não, eu quero que você treine para deixar de ser um peso morto, não o contrário — Ela responde.
— É um argumento convincente, mas se ele escondeu nesse lugar imenso é impossível encontrar! — Boruto fala revoltado.
— A menos que você tenha o Byakugan — Sarada diz de forma calma se lembrando das origens do garoto, isso faz Boruto fechar a cara e olhar para Sasuke. Ele então parte em direção ao Uchiha.
— Eu não tenho o Byakugan — Boruto fala se aproximando de Sasuke que ainda está comendo.
— E daí? — Ele responde sem se importar enquanto continua sua refeição.
— Não tem como eu encontrar a marcação escondida — Boruto fala indignado.
— Não é problema meu, se você tem tempo para reclamar, deve ter tempo para procurar — Sasuke responde de forma ríspida fazendo Boruto sair irritado.
— Você devia ter perguntado se ele tem o Byakugan antes de fazer esse tipo de treinamento — Sarada fala se aproximando de seu pai.
— "Esse tipo de treinamento"? — Sasuke responde repetindo a frase, deixando Sarada confusa.

O Uzumaki sobe no ponto mais alto do lugar e consegue uma visa panorâmica, observando o local do cima para baixo, ele se questiona:
— Se eu fosse esse cara, onde esconderia uma marcação... — Observando a paisagem Boruto perceberia uma grande modificação ambiental.
— Essa pedra não estava aqui ontem — Ele diz descendo e se aproximando da rocha no lago.
— A água é tão escura que eu não tinha como ver lá de baixo, talvez o nível do lago tenha abaixado... — Ele fica intrigado ao perceber uma grande sombra dentro do lago.
— Ou talvez ele tenha colado isso aqui? — Boruto se pergunta colocando o mão no queixo fazendo uma pose pensativa.
— Vamos ver — O Uzumaki começa a inspecionar a estranha pedra até que entre suas frestas consegue ver a marcação.
— Sabia, então ele colocou isso aqui hoje, ele deve ter mudado a tarja de lugar para se aproveitar dessa pedra, um teste de percepção — O garoto fala tentando alcançar a marcação sem sucesso.
"Droga, se pudesse ter a ajuda do Misuki isso seria moleza, ele pode apenas se esticar e pegar ela, até a Sarada pode apenas destruir essas pedras, só eu não presto para nada, só eu... que não tenho nada de especial"  — Boruto pensa ficando com raiva.
— Só tem uma coisa que eu posso fazer! — O garoto fala em voz alta chamado a atenção de Sarada e Sasuke.
— Explodir tudo! — Boruto começa a jogar suas kunais explosivas e tarjas explosivas nas pedras sobre sobre a água. As explosões em sequência começam a deixar a água revolta, obrigando Sarada e Sasuke a sair do lago para não se molhar.
— O que você está fazendo idiota? — Sarada grita com Boruto vendo a baguça que ele estava fazendo.
— Explodindo tudo ao estilo Uzumaki! — Ele diz orgulhoso pousando na frente do lago.
— Seu inepto, é obvio que isso... — Sarada começa a falar com uma expressão de raiva no rosto, mas de repente sua cara fica pálida e ela para de falar, nesse momento uma sombra surge escurecendo o lugar. Boruto começa a rir quando sente uma nuvem de ar quente surgir nas suas costas, nesse momento seu corpo congela de medo.
— Sasuke Uchiha... — Uma voz trovejante fala fazendo o lugar tremer.
— O que foi isso? — O tom da voz muda para algo próximo da raiva.
— Parece que esse garoto tirou seu sono, Ōumi — Sasuke responde com um rosto sério.

Boruto olha para trás bem devagar até dar de cara com uma parede de pedra. A parede começa a se mover até um buraco gigante aparecer e começar a soltar um hálito quente que atinge Boruto e o joga para trás. Depois de capotar, Boruto olha para frente e vê a figura completa: uma imensa cobra com um aspecto monstruoso, marcas negras sobre as escamas cor de pedra e um rosto assustador cheio de marcas e feridas, a criatura estava coberta de musgos e plantas. Ao ver a figura Boruto começa a tremer de medo e se vira para Sasuke.
— S-sasuke... — O garoto olha para o Uchiha com os olhos marejados.
— O que foi? Foi você quem o acordou... — Sasuke responde sem mudar de expressão.
— Aaaargh! Luz... sol... — A serpente gigante começa a reclamar quando um pouco da luz solar chega até seu rosto, nesse momento o lago começa a tremer e algo sai de dentro dele. Um imenso sombreiro emerge das águas e usando sua cauda a serpente o coloca sobre sua cabeça, aumentando ainda mais a sua figura.  
— Então foi você quem atrapalhou o meu sono... eu estava tendo um sonho tão gosto... — A imensa cobra fala com uma expressão de prazer no rosto enquanto aproxima sua cabeça de Boruto, nesse momento o garoto consegue ver perfeitamente a tarja sobre as narinas de Ōumi.
"O que eu devia fazer? Essa coisa não vai me matar, vai? Não, ele nunca permitiria isso, ele nunca permitiria que o filho do... que o filho do Hokage fosse morto em um treinamento" — Boruto começaria a cerrar os punhos.
— Então ratinho... como eu devo te punir? — A cobra fala enquanto chega bem perto de Boruto, fazendo o garoto sentir seu bafo de carniça.
— Você só pode estar brincando comigo... — Boruto diz se vendo encurralado como um rato, suas pernas tremem e inconscientemente lágrimas saem de seus olhos.
— Um animal não devia falar de forma tão arrogante com um ninja, sua minhoca obesa — O Uzumaki fala encarrando a serpente enquanto tenta esconder seu medo.
— Um animal? Eu vou te mostrar qual de nós é o animal seu rato imundo! — Nesse momento a serpente gigante coloca a língua para fora e o órgão começa a se arrastar na direção de Boruto. O garoto começa a fugir subindo em uma das elevações correndo enquanto a língua o persegue.
— Você tem certeza que isso é uma boa ideia, papai?— Sarada fala assustada.
— Por que você acha que eu planejei isso?— Sasuke responde deixando a garota ainda mais assustada.
"O que eu faço? Eu só preciso pegar a tarja né, se eu pegar ela isso acaba, mas como eu vou fazer isso é impossível se aproximar dessa coisa sem morrer" — Boruto pensa enquanto foge da língua o mais rápido que consegue.

A cobra salta para fora da água se lançando em direção a Boruto com uma velocidade surreal para o seu tamanho. O Uzumaki observa a cena apavorado, mas se aproveita da vantagem de ter alguma distância entre eles e concentra todo seu chakra nos pés para se impulsionar, esquivando do golpe da cobra no último instante. Ōumi acerta a parede rochosa e simplesmente a destrói, criando uma imensa nuvem de poeira e destroços que Boruto usa para se esconder.
— Para onde a minha presa foi? — A cobra se pergunta movendo sua cabeça pelo local. Boruto surge de dentro da fumaça e pula para cima da cobra subindo em seu sobreiro.
"Aqui ela não pode me ver, eu vou ficar bem" — O Uzumaki pensa ofegando antes de ver a cauda da cobra se levantando e jogando uma enxurrada de água em sua direção.
— Droga, no que eu estava pensando, cobras usam o olfato e não a visão para encontrar as presas — Boruto tenta se agarrar no sombreiro, mas a força da água é muito grande e o garoto acaba sendo arrastado, antes de cair ele lança uma kunai presa com uma linha e consegue se pendurar em uma das árvores.
— Parece que agora você não tem escapatória, como eu devia te devorar? Grelhado, assado ou talvez cru... — A serpente fala se aproximando do garoto preso por um fio, Boruto percebe que a marcação ainda está presa no rosto dela.
"Se eu desistir ele vai me salvar? Se eu não fizer isso vou acabar morto, mas..." — Boruto pensa olhando para Sasuke enquanto a cobra o encara.
"Se eu desistir ele nunca vai me treinar. Se eu desistir eles sempre vão está na minha frente. Se eu desistir... eu nunca vou fazer ele se arrepender por ter me abandonado!" — O garoto se vira para a cobra e volta a encarar ela.
— Essa não parece a expressão de um rato prestes a ser engolido, se você tem raiva garoto, tenha de si mesmo por ter se colocado nessa situação, você devia ter entendido seu lugar  — A cobra fala colocando seu imenso olho contra Boruto.
— Eu não estou com raiva, apenas estou pensando — O garoto responde.
— Pensando? Pensando no que, não tem mais nada que você possa fazer — Ela começa a rir da situação do garoto.
— Eu ainda tenho isso! — Boruto exclama jogando uma última kunai explosiva que ele tinha escondido. O projétil explode sobre o olho da cobra, embora a explosão seja pequena para a cobra, ela se afasta.
— Aaaaargh! Luz! Muita luz — A cobra diz gritando.

Boruto se lança até uma árvore em alta velocidade com várias kunais na mão, mas a cobra rapidamente se recupera e volta sua atenção para ele.
— Seu moleque… Suidan no Jutsu! — Ōumi lança um projétil de água gigante em direção a Boruto que é acertado em cheio por uma explosão massiva de água.
— Boruto! — Sarada grita em desespero.
— Ele morreu? Não, isso não pode...?— A garota fica com uma expressão de desespero antes de perceber um tronco de árvore saindo do meio das gotas de água, atrás disso ela vê que a árvore está com várias kunais presas em sua superfície.
— Substituição… e essas são as kunais daquele dia — Sarada fica surpresa se lembrando de quando Boruto pegou a primeira marcação.
— Acabou! Sua minhoca super desenvolvida! — Boruto grita pulando de cima das árvores e puxando um conjunto de fios, atrás dele vários galhos caem acompanhados da luz do sol.
— Ahhhh! Camundongo maldito! — A cobra grita se escondendo atrás  do sombreiro.
— Ele lançou as kunais na árvore e usou isso para se lançar para o alto mais rápido enquanto prendia os fios nos galhos das árvores que tapam a luz — Sarada fala surpresa por Boruto ter conseguido bolar um plano sozinho.
— Ele ainda conseguiu perceber a fotossensibilidade da cobra enquanto estava em uma situação como essa — A Uchiha fica impressionada.
— Agora é só tirar esse sobreiro! — Boruto grita e então começa a girar no ar.
— O que é aquilo? — Sasuke pergunta em voz alta?
— Ele usou os fios para fazer o corpo girar no ar, esse idiota sempre faz isso, ele acha que é algum golpe especial, mas é inútil — Sarada responde.
Boruto Sutoraiku! — Boruto grita golpeando o sombreiro com a palma da mão fazendo ele cair.
— Meus olhos! Meus olhos! — A criatura começa a gritar quando a luz do sol alcança seu rosto.
"Não, não é um golpe idiota, ele usou a queda livre e a força gerada pelo giro para aumentar a força do golpe com a palma da mão, ele ainda atacou a parte de trás do sombreiro para usar um efeito de alavanca" — Sasuke pensa analisando o golpe.
— Peguei! — Boruto se lança em direção ao rosto da cobra, mas antes que ele pegue a tarja o monstro solta um grito que cria uma rajada de ar que repele o garoto, jogando ele contra uma parede.
— Garoto idiota... — Ōumi fala com os olhos fechados enquanto coloca o sombreiro de volta com a ajuda de sua cauda.
— Você achou que só isso fosse me parar?— Ele fala aproximando seu rosto de Boruto que está caído.
— Não — O Uzumaki responde quando cinco pequenas esferas caem do ar, em um instante elas piscam e acedem liberando um flash sobre o rosto da cobra.
— AAAAAARGH! — A cobra grita enquanto Boruto se aproveitou da chance e salta sobre seu rosto segurando a marcação.
— Seu rato imundo! — Ōumi grita avançando o rosto contra as pedras com toda a força tentando esmagar Boruto.
— Ōumi, eu disse que não era para lutar sério — Sasuke fala surgindo com Boruto nos braços enquanto encara a cobra.
— Esse piralho quase me cegou, você me disse que seria uma presa fácil — A cobra responde irritada.
— Me desculpe... — Sasuke acena com a cabeça enquanto a encara fazendo a cobra recua, o Uchiha então faz um selo de mão e ela some deixando apenas uma nuvem de fumaça.  
— Parece que ele desmaiou, isso foi intenso demais — Sarada fala olhando para o garoto.
— Eu vou levá-lo até a sua mãe — Sasuke responde.  
— Você não acha que isso passou do limite? — Sarada questiona ele.
— Por um momento pensei que ele não fosse um ninja — Sasuke fala observando que Boruto ainda estava segurando a tarja.


Sasuke e a trapaça 
Obviamente mudei o fato do Boruto trapacear na frente do Sasuke. Eu iria seguir a mesma lógica do filme e fazer ele trapacear para ser aprovado, mas é simplesmente absurdo o Sasuke aceitar ele ficar trapaceando no treino, o que é estúpido já que torna o treino basicamente uma perda de tempo, além disso como o Uchiha ausente ainda deixa o Boruto trapacear no Exame Chunin e fica em silêncio? Se Boruto não fosse uma anta e escondesse o aparelho direito ele teria se tornado um Chunin mesmo não podendo graças ao Sasuke. Eu também pretendo dar mais importância para o Exame Chunin para o desenvolvimento dos personagens.

Explicando o golpe do Boruto
Como o nome dele é para ser uma referencia em inglês, o nome é "estrangerizado". Boruto Sutoraiku = Bolt Strike = Golpe de Parafuso, porque ele gira igual um parafuso. 
Explicando a mecânica da técnica que era uma das melhores coisas de Naruto e foi morta no final da série: Basicamente o corpo do Boruto funciona como um parafuso, convertendo o movimento circular em força linear, para aumentar ainda mais a força do golpe ele pode usar uma força externa como a gravidade, assim ele vai aumentar a força de um golpe normal em várias vezes, basicamente somando sua própria força a rotação e a gravidade.

description#FANFIC: BORUTO (Minha versão) - Página 2 EmptyRe: #FANFIC: BORUTO (Minha versão)

more_horiz
pontos a comentar:

1)Ok,é impressão minha ou esse cap deu a entender que o Mitsuki tem DNA ootsutsuki ? caso sim,já imagino de quem veio

2)eu ainda não entendi como funciona esse ataque do Boruto


No mais curti a luta dele contra a cobra.

description#FANFIC: BORUTO (Minha versão) - Página 2 EmptyRe: #FANFIC: BORUTO (Minha versão)

more_horiz
Comando Omega escreveu:
eu ainda não entendi como funciona esse ataque do Boruto

Basicamente é o seguinte, o Boruto pega uma kunai com um fio e salta, ele joga a kunai, prende em algum lugar e então puxa, como um peão, ele então começa a girar enquanto cai e dar um golpe usando a força do giro e da queda.

Quando eu revisar tentarei melhorar a descrição da cena.

description#FANFIC: BORUTO (Minha versão) - Página 2 EmptyRe: #FANFIC: BORUTO (Minha versão)

more_horiz
Por enquanto só li inteiro o primeiro capítulo, porém:

"● Ela é baseada no filme e no mangá, nunca vi o anime;"

Você é um cara de pau.

Vou ler os próximos, se alguém vier encher meu saco com coisa de flood te mando no ZapZap de Camargo e Luciano.

description#FANFIC: BORUTO (Minha versão) - Página 2 EmptyRe: #FANFIC: BORUTO (Minha versão)

more_horiz
É verdade, eu vi sei lá, uns 10 episódios do Anime.

description#FANFIC: BORUTO (Minha versão) - Página 2 EmptyRe: #FANFIC: BORUTO (Minha versão)

more_horiz
Sarada: PAPAI, O TREINO É DE CONTROLAR EM CHAKRA
Sasuke:


Boruto: eu não tenho como chegar na copa das árvores!
Sasuke:

description#FANFIC: BORUTO (Minha versão) - Página 2 EmptyRe: #FANFIC: BORUTO (Minha versão)

more_horiz
Boruto acorda abruptamente, ele olha para os lados assustado até perceber que estava na sala de um apartamento desconhecido. 
— Você finalmente acordou — Ele escuta uma voz feminina familiar e olha para trás dando de cara com Sakura, que se aproxima e coloca a mão em sua testa. Boruto já conhecia Sakura desde a infância pois ela sempre foi próxima a sua família e sempre ajudou ele e sua irmã quando eles ficavam doentes, além disso ela era uma das pessoas responsáveis por aconselhar os Genin.  
— Tome um pouco — Ela fala entregando uma xícara com um liquido transparente para Boruto. O garoto coloca um pouco da bebida na boca e logo cospe por causa do gosto amargo.  
— O que é isso? — Boruto pergunta enquanto tenta tirar o gosto que ficou impregnado em sua boca fazendo Sakura ri.
— Esse chá tem propriedades calmantes e analgésicas, vai te fazer bem — Sakura fala tirando a mão da testa de Boruto enquanto ele volta a beber o chá a contra gosto embora não entenda nada do que ela falou.
— Você não está com febre, parece que você desmaiou de exaustão, sem ferimentos graves, embora tenha tido alguns escoriações e sua mão direita esteja um pouco inflamada — A ninja médica diz enquanto Boruto olha para sua mão enfaixada.
— Parece que você acertou algo de mão jeito e com muita força, esse treino do Sasuke parece ser difícil, mas não se preocupe... — Ela fala enquanto pega algo em uma pequena caixa com um símbolo médico. 
"Ele ainda nem começou a me treinar", o garoto corrige ela mentalmente. 
— Tome essa pílula e amanhã sua mão e corpo estarão novos em folha — Sakura entrega uma pequena pílula preta a Boruto, ele observa que já viu Konohamaru ingerindo uma pílula igual aquela quando ele estava de ressaca.
— O que é isso? — Boruto pergunta olhando para a Jounin. 
— É uma pílula anti-fadiga, ela acelera o processo de recuperação do seu corpo, eu mesmo criei — Sakura responde orgulhosa, embora tente esconder. Boruto começa a olhar o ambiente e fica cada vez mais confuso. 
— Onde exatamente eu estou? — Ele pergunta com um pouco de vergonha. Na infância ele visitava a casa dos Uchiha com certa regularidade, era uma casa grande e espaçosa, por isso ele estava confuso com a pequena sala de apartamento em que se encontrava. 
— É mesmo... a Sarada nunca te trouxe aqui antes — Sakura fala soltando um sorriso constrangido. 
— E pretendia nunca trazer — A voz de Sarada de repente surge na conversa e a garota de repente aparece na sala, não usando seu traje ninja, mas sim roupas casuais. 
— Essa é a nossa nova casa — Sakura responde ainda mais constrangida após essa inconveniência.
"Será que eu devia perguntar o que aconteceu com a antiga ou isso seria me intrometer demais...", Boruto reflete antes que Sakura volte a falar. 
— Nós tivemos alguns problemas com a hipoteca... — Sakura fala olhando para o lado nervosa e muito envergonhada, mas ainda com um sorriso no rosto. 
"Eu não sabia que eles estavam com esse tipo de problema financeiro, achei que o respeitado clã Uchiha fosse mais rico, bem não é como se isso fosse problema meu, não sei porque estou nervoso...", Boruto volta a falar com sua própria mente. O garoto olha o novo ambiente e percebe uma parede com várias fotos, algumas de Sakura e sua família, mas a vasta maioria de Sarada durante sua infância, mas as que se destacava eram duas fotos, uma da família Uchiha reunida, uma foto claramente recente, e uma foto do time 7, eram as únicas fotos em que Sasuke estava presente.  
— Pare de encarar — Sarada de repente fala quebrando a concentração de Boruto, ele olha para ela e vê a garota o observando com uma cara de incomodo e irritação, como se estivesse olhando para um criminoso em pleno ato. 
— Eu não estava olhando suas fotos — Boruto fala, ficando ele próprio incomodado por ela ter feito tal suposição.
— Estranho — A garota fala lançando um golpe perfurante na alma de Boruto enquanto continua o encarando com um olhar de ojeriza até que Boruto se levanta irritado.
"Cabeça de tomate você tem sorte que estamos na sua casa...", Boruto pensa amaldiçoando Sarada com nomes impronunciáveis.
— Obrigado por tudo tia Sakura, eu estou me retirando — Ele fala se curvando em agradecimento como um sinal de educação e respeito.
— Espere um pouco, a pílula anti-fadiga acelera seu metabolismo a níveis muito altos, você precisa comer um pouco antes de ir embora, venha comer algo conosco — Sakura fala com uma aura materna aconchegante. 
— Deixa ele ir embora logo — Sarada fala sobrepondo-a com uma aura fria e nada aconchegante, mas Sakura olha de forma repreensiva para ela fazendo a garota recuar e ficar quieta.
"Obrigado tia Sakura", Boruto fala rindo por dentro, enquanto percebe a ausência de alguém. 
 — Por acaso... onde está o Sasuke? — Ele acaba pensando muito alto e as duas o escutam e olham para ele, fazendo Boruto se encolher de vergonha.
— Ele está fazendo a janta — Sakura fala sorrindo de uma maneira diferenciada que deixa Boruto meio confuso. 
"Hm... meu pai nunca fez a janta, na verdade, ele sabe cozinhar alguma coisa?", Boruto começa a comparar Naruto a Sasuke em seus pensamentos. 
— Então venha comer com a gente — Sakura repete chamando o garoto. 
"Apesar da Sarada... essa pode ser uma chance única, eu preciso experimentar a comida do Sasuke", Boruto faz uma cara pensativa como se fingisse está em conflito antes de aceitar. 

O Uzumaki vai até a Cozinha dos Uchiha onde encontra uma mesa coberta com os mais diferentes tipos de pratos, alimentos que ele nunca viu embora possa reconhecer alguns dos ingredientes usados. 
"Que fartura e o cheiro é bom" , Boruto pensa com o rosto corado de vergonha enquanto sua boca saliva, a pílula já estava fazendo efeito no seu metabolismo. 
O garoto se senta e espera ser servido, como sua mãe o ensinou e ele foi capaz de aprender, embora só mostre essa boa educação na casa dos outros. 
"Mas qual será o gosto?", Ele se pergunta levando a boca uma comida que nunca experimento, assim que sua língua ainda dormente por causa do chá medicinal encosta no alimento ele sente as explosões de dopamina em sua mente enquanto todo o seu corpo se enche de prazer.  
— Delicioso  — Ele pensa em voz alta novamente, ficando ainda mais envergonhado e corado quando até mesmo Sasuke olha para ele. 
— Não precisa ficar com vergonha — Sakura o conforta, fazendo Boruto voltar ao estado habitual e se sentir mais confortável. 
— Isso realmente está muito bom, papai — Sarada fala também se enchendo de alegria ao provar a comida. 
— Não é nada demais — Sasuke fala sem mudar sua expressão facial apática enquanto come, sua porção era a menor. 
— Assim eu vou ficar com inveja das suas habilidades culinárias — Sakura fala sorrindo ao ver a reação dele. Eles continuam a comer normalmente até que Sarada volta a falar. 
— Onde você aprendeu a cozinhar tão bem, papai? — A garota pergunta toda animada.   
— A vida me ensinou, passa o sal — Sasuke diz de forma seca fazendo a garota murchar.
— Seu pai viajou pelo mundo todo, ele deve ter aprendido um prato aqui e ali, alguns truques em países estrangeiros — Sakura sintetiza as palavras vazias de Sasuke em uma resposta. O fato é que o Uchiha solitário sempre tentou manter uma boa alimentação tendo aprendido muito com Orochimaru que dentre sua extensa gama de conhecimentos sabia muito sobre culinária e como ela age no corpo humano. 
"Então por isso ele nunca está na vila, ele é um viajante... legal" — Boruto opina observando a família Uchiha e sentindo um calor no peito. 
— Vocês foram companheiros de time do meu pai, não é? — Boruto pergunta enquanto continua a refeição.
— Pode se dizer que sim — Sakura fala olhando para Sasuke e soltando um sorriso nervoso.
— Como ele era quando tinha a minha idade? — Boruto prossegue meio envergonhado pela pergunta. Sakura para e pensa um pouco. 
— Igualzinho a você — Ela responde sorrindo. Por engano, Sakura se focava apenas na aparência física dos dois.
 — Sério? — Boruto pergunta surpreso.
— Impossível, é impossível alguém igual ao Boruto ter se tornado Hokage, além disso ao contrario do Boruto, o Sétimo tinha as melhores habilidades de ninjutsu da academia — Ao escutar isso Sasuke começa a engasgar e tossir enquanto Boruto também fica confuso pois parece ser algo diferente do que Iruka o contou sobre Naruto.  
— Espera... de onde saiu isso?  — Sakura se pergunta antes de continuar. 
— Então, o Naruto sempre disse que seria Hokage, no inicio parecia algo meio impossível por causa do "jeito" dele... — Ao escutar isso Sarada franze as sobrancelhas — mas com o passar do tempo ele foi transformando isso cada vez mais em realidade, ele era do tipo cabeça dura que nunca desiste principalmente de algo — Após ouvir isso Sarada fica alegre diferente de Boruto.
"Então... não tem nada a ver comigo, na verdade, parece ser o total oposto'' — Boruto começa a se comparar com seu pai. 
— Mas ele era forte? Ele era mais forte que você e o Sasuke? — Boruto insiste nas perguntas. 
— Bem... é difícil dizer, existem muitas variáveis — Sakura fala constrangida enquanto se lembra dos tempos de Genin. 
— Mas ele chegou até a fase final do Exame Chunin — Boruto sente um choque quando escuta isso e fica um pouco zonzo. 
"A fase final... então ele era forte... será que eu conseguiria chegar tão longe? Tá brincando, eu não sou nem qualificado para participar do Exame, que merda..." — O garoto sente um pouco de raiva, mas no fundo do seu peito o que ele sente principalmente é frustação.
— Bem, é o esperado de um ninja que se tornou Hokage — Sarada fala soltando um sorriso de canto de rosto. 
— Se eu tivesse a Kurama eu também conseguiria chegar na fase final do Exame Chunin, fácil — Boruto fala tentando provocar ela enquanto ele próprio se sente frustrado.
— Essa é a sua desculpa? Não te vergonha? — Sarada olha para ele rindo de forma irônica. 
— Apenas estou dizendo que esse não é um mundo justo, você pode nascer com o poder da criatura mais forte do mundo dentro de si e usar isso para vencer aqueles que não foram tão privilegiados — Boruto fala soltando ele próprio uma risada irônica e provocando Sarada que se irrita. 
— Cala a boca, ninguém consegue se tornar Hokage sem esforço, não ouviu o que a minha mãe falou, ele era do tipo de pessoa que nunca desiste — Sarada fala nervosa em um tom de voz mais alto.
— Ei, parem vocês dois — Sakura repreende fazendo os dois pararem a discussão. 
— E você Sasuke, ele era seu rival não é, o que você achava do meu pai? — Boruto pergunta voltando a ficar animado, mas Sasuke fica em silencio e continua mastigando sua comida o que parece matar a conversa.
— Chá... — Ele estende a xicara após terminar de comer fazendo Boruto abaixar a cabeça acreditando que foi sumariamente ignorado. 
— O Naruto é o Naruto... você é você, não tente se comparar a ele, seus caminhos não são iguais, você nunca conheceu o que tornava ele forte, mas pode descobrir o seu próprio caminho — O Uchiha fala antes de se levantar da mesa deixando Boruto confuso. 
— Então, o que ele disse? — Boruto pergunta olhando para Sakura. 
— Acho que... seja você mesmo... — Sakura fala soltando um sorriso nervoso porque ela também não entendeu.
"Então se eu continuar o que estou fazendo vou ficar mais forte, não é?" — O garoto pensa antes de terminar a comida. 

Após eles terminarem, Sarada leva Boruto até a porta:
— Minha mãe pediu para avisar que ela já falou para sua mãe que você está aqui.
— Tudo bem, eu já devia estar em casa há muito tempo, ela devia está preocupada— Após isso Boruto faz uma pequena pausa e volta a falar com um tom de voz diferente.
— Você respeita bastante meu pai, não é?— Boruto questiona Sarada.
— Sim— Sarada responde se lembrando do encontro que ela teve com Naruto no passado.
— Eu queria saber o que aquele cara tem de tão incrível— Boruto diz antes de ir embora.

Dentro da casa dos Uchiha, Sakura está lavando a louça, já que Sasuke teria problemas com isso graças a sua condição física, quando o próprio se aproxima dela.   
— Então, qual foi o progresso até agora? — Sasuke pergunta se referindo ao grupo de ação contra-Otsutsuki.
— Eu diria que nós estamos entre 60 e 70% prontos, principalmente graças aos estudos da senhora Tsunade — Sakura responde
— Você acha que eles vão mesmo vim? — Ela continua ficando um pouco apreensiva ao perguntar. 
— Eu tenho certeza absoluta — Sasuke responde também mostrando um pouco de um raro nervosismo.
— Se parecer que nós não temos chance... — Ele continua antes de parar hesitante.
— Pega a Sarada e vai para o mais longe possível — Eram as última palavras de Sasuke antes de se afastar deixando Sakura com medo da possibilidade disso acontecer.


description#FANFIC: BORUTO (Minha versão) - Página 2 EmptyRe: #FANFIC: BORUTO (Minha versão)

more_horiz
1)Se a medicina não der certa,Sakura pode ganhar a vida demolindo casas.

2)Uma coisa que eu pensei,será que o Sasuke ficou com todo o patrimônio do clã após o massacre ? isso explicaria muita coisa

No mais curti esse cap apesar de parado.

description#FANFIC: BORUTO (Minha versão) - Página 2 EmptyRe: #FANFIC: BORUTO (Minha versão)

more_horiz
Uma coisa que eu pensei,será que o Sasuke ficou com todo o patrimônio do clã após o massacre ? isso explicaria muita coisa

Danzou se apropriou dele, isso explica de onde ele tirava dinheiro sem o financiamento de Konoha.
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos