Fórum NS Animes - Discussões incríveis sobre animes e mangás!
Bem vindo ao maior fórum de animes de Brasil & Portugal!

Não deixe de registrar sua conta, não é necessário confirmar e-mail! Leia nossa POLÍTICA DE PRIVACIDADE e configure suas opções de privacidade: https://www.forumnsanimes.com/privacy (ao acessar nosso site, você aceita nossas políticas de privacidade)

Poste 5 mensagens no fórum para ativar o seu primeiro rank e começar sua jornada! Aqui, você irá fazer amigos, participar de eventos, subir de rank e até ganhar prêmios!

Fórum NS Animes - Discussões incríveis sobre animes e mangás!
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Fórum NS Animes - Discussões incríveis sobre animes e mangás! Conectar-se

descriptionO Refugiado 2 [Tópico Definitivo] EmptyO Refugiado 2 [Tópico Definitivo]

more_horiz
AS CONQUISTAS ALI DO PERFIL DEVEM FICAR AQUI!
Link da primeira saga dessa obra : https://www.forumnsanimes.com/t85631-o-refugiado-topico-definitivo?highlight=refugiado


Aviso:A história a seguir pode conter vários clichês e falta de originalidade.

O Refugiado

Capítulo 19

Algumas semanas haviam se passado desde o confronto contra Toffoli,nesse meio tempo Aberth aprendeu sobre a vida na Terra,até mesmo se adaptando a alguns costumes como dormir em camas com espaço aberto ao invés de buracos aconchegantes mas ainda tinnha dificuldade de entender algumas expressões.

Era uma tarde de sol,Aberth estava fora de casa emcima de uma árvore ocioso até Barbieri chegar.

"Você já esta aí há 1 hora Aberth,não acha que melhor arranjar alguma coisa pra fazer ?" Perguntou Barbieri.

"Tipo o que ? não vou conseguir treinar direito na academia sem revelar todo meu poder,eu não sei onde o Toffoli mora e a A.L.E.X deve estar andando pelo país" Respondeu Aberth.

"Não precisa treinar necessáriamente,quem sabe algum esporte como basquete ?" Perguntou Barbieri.

"Não,obrigado prefiro ficar aqui olhando pro sol" Disse Aberth.

Barbieri ouve o caminhão da correio entregando um pacote na sua porta,ele vai ver o que é,ele abre a caixa era exatamente o que ele pensava.

"Ei Aberth! e que tal astronomia ?" Gritou Barbieri de longe.

Aberth demonstra curiosidade e vai até Barbieri,ele estava com um telescópio montado na sala.

"O que é isso ?" Perguntou Aberth.

"Isso é um telescópio,usamos esse instrumento de para observar os planetas e estrelas que estão longes" Explicou Barbieri.

"Vocês tem algo assim no planeta de vocês ?" Perguntou Barbieri.

"Não,nossos aparelhos para observar longas distâncias são menores" Respondeu Aberth.

"Como é que você conseguiu isso Barbieri ?" Perguntou Aberth.

"O Centro de Pesquisa Biológica comprou alguns microscópios na promoção e o telescópio veio junto,como eu ganhei o último campeonato de canastra acabaram me dando como prêmio" Disse Barbieri.

Eles vão até o terraço com o telescópio e Barbieri explica a Aberth como usá-lo .

Horas depois:

Ja estava de noite,Barbieri estava jantando enquanto vê televisão até que é interrompido por Aberth.

"Barbieri olha só" Disse Aberth.

Ele mostra um desenho que fez de alguns objeto que viu na orbita da Terra.

"Até que você desenha bem Aberth" Elogia Barbieri.

Ele observa todos os satélites naturais,artificiais e as chamadas "miniluas" que Aberth havia percebido na orbita.

"Miniluas" é o termo dado a pequenos asteroides que acabam atraídos pela orbita terrestre e ficam orbitando o planeta por alguns meses.

Barbieri acaba percebendo no desenho um objeto voador não identificado,mais conhecido como OVNI.

"Aberth,por que tem uma nave alienígena perto do nosso planeta ?" Perguntou Barbieri.

"Como assim ? esse não é mais um de seus satélites e antenas lançados no espaço ?" Perguntou Aberth.

"Não,definitivamente não" Disse Barbieri.

Eles vão até o terraço para que Barbieri possa ver essa nave com mais clareza.

"Caramba,essa nave ainda tá lá" Disse Barbieri observando pelo telescópio.

" Quem será que é ?" Perguntou Aberth.

" Eu não sei mas acho que...pera aí a nave está se movendo" Descreveu Barbieri.

A nave,que estava ha pouco tempo observando a Terra começa a se mover,ela entra na atmosfera do planeta.

"Droga,a nave entrou na atmosfera,vai pousar no planeta" Disse Barbieri.

"Barbieir temos que ir atrás dessa nave" Disse Aberth.

"O quê !?" Disse Barbieri.

"Barbieri,talvez seja meu pai e meu irmão que estão nessa nave" Disse Aberth

"Aberth" Disse Barbieri tentando interromper.

"Por que mais a nave iria ficar minutos parada observando o planeta ? ele me rastrearam com certeza"

"Aberth como é que eles vão rastrear especificamente você em todo o planeta ?" Perguntou Barbieri.

"O meu pai consegue sentir o mana,ele deve ter me rastreado por isso" Disse Aberth.

"Tem certeza mesmo Aberth ? aquela nave não parece com a que você chegou e eles não parecem estar se movendo pra cá" Disse Barbieri.

"Eles devem ter roubado uma nave dos caras que destruiram Rigel,não acho que devem saber pilotar uma nave de um planeta diferente" Disse Aberth.

"Por favor Barbieri,essa pode ser a minha chance,por favorzinho" Implorou Aberth.

Barbieri para um momento para pensar no quão trabalhoso vai ser para fazer isso.

"Esta bem Aberth" Disse Barbieri.

"Baseado no movimento daquela nave eu diria que ela vai aterrissar em Minas gerais,no região da Zona da Mata" Disse Barbieri.

"Ok,eu posso chegar lá em pouco tempo" Disse Aberth.

"É melhor não,quando chegarmos no pedágio vai causar uma má impressão eles verem eu montado nas suas costas" Disse Barbieri.

Eles vão para o carro e dirigem até por algumas horas.

Na estrada:

Barbieri percebe que a gasolina acabou e decide encostar o carro.

"Esta certo Aberth,acho que vi um posto de gasolina a uns 5km daqui,pode encher esse galão lá ? aproveita e compra um daqueles sucos de caixinha,com orelha " Disse Barbieri entregando o dinheiro para Aberth.

Enquanto isso:

Dois policiais estavam patrulhando a estrada deserta da fronteira com um aparelho velocímetro.

"Que chato quase nada acontece por aqui" Comentou um dos policiais.

"Pelo menos é melhor do que fazer operações" Disse o outro.

Os policiais recebem uma chamada.

"Caramba,deve estar ocorrendo um 157 a uns 4km daqui temos que nos apressar" Disse o Policial.

Ele pega o velocímetro para guardar.Nesse momento Aberth passa em alta velocidade pelos policiais e os assusta.

"Você viu aquilo ?" Perguntou o policial.

"Não só consegi ver um vulto,mas seja o que for chegou a 85km por segundo,cerca de 306000 km por hora" Respondeu o outro policial.

Aberth chega ao posto de gasolina,ele entra dentro da loja para ver se tinha alguém e encontra os funcionários rendidos,nesse momento chegam dois bandidos com algumas mercadorias roubadas.

"Vamos faturar horrores vendendo isso no morro,agora falta só pegar a gasolina e ..."

O Bandido vê Aberth e o reconhece.

"Droga,Você denovo!" Disse o Bandido.

"Conhece esse moleque Navalha ?" Perguntou o outro bandido.

"É ele o bicho que levou o lucro do mês passado" Disse Navalha.

"Ja que ele está aqui" Disse o outro bandido.

Ele atira em Aberth com um fuzil mas o rigeliano facilmente pega as balas.

"Caramba ele é rapido mesmo Navalha,Navalha ?" Perguntou o bandido.

Quando ele vira o rosto Aberth ja estava na sua frente e acerta com um soco.Navalha,o cabeça do assalto havia fugido ele estava na parte de fora do posto jogando gasolina no chão para provocar uma explosão.

"Vamos ver se essa peste sobrevive a isso" Pensou Navalha.

O outro bandido é arremessado para perto de navalha,bastante surrado.Navalha vê isso e tira uma navalha de seu bolso e arrasta no chão para fazer uma fagula e botar fogo na gasolina,o fogo começa a se alastrar,os traficantes começam a rir por acharme que Aquilo iria matar Aberth,mas ele rapidamente utiliza a palma da rajada de vento e apaga as chamas,calando os traficantes.Navalha tenta atirar em Aberth num ato desesperado mas é desarmado e derrubado com um golpe,o outro bandido tenta acertar Aberth com a arma mas ele nem sente,o bandido tenta acertar de novo mas é desarmado e tem a sua mão quebrada por Aberth.Quando Aberth se vira vê Navalha tentando ligar a moto e fugir,ele pisa em velocidade máxima,mas a moto não se mexia.

"Você não aprende,não é ? " Perguntou Aberth num tom irônico.

Ele estava na frente da moto impedindo ela de andar.Aberth o derruba,Navalha usa sua navalha para tentar cortar Aberth mas ele desvia e corta sua orelha fora.Navalha esperneia de dor no chão enquanto seu parceiro estava desmaiado.Aberth volta para a loja e solta os funcionários.

"Sabem onde estão os sucos de caixinha ?" Perguntou Aberth.

Um dos funcionários aponta o corredor e Aberth compra e sai da loja,ele vê a gasolina toda no chão decepcionado.

"E agora como é que eu vou abastecer o carro do Barbieri ?" Pensou Aberth.

Ele olha para a moto dos bandidos e tem uma ideia,nesse momento ele a polícia chega.

Alguns poucos minutos depois:

Aberth chega até Barbieri.

"Aqui Barbieri,a gasolina e o suco de caixinha,com orelha" Disse Aberth entregando tudo a ele.

Barbieri sente um pouco de nojo e larga a orelha do bandido no chão.

Eles vão até a zona da mata e procuram pela mata por algum tempo até encontrar a nava,a busca foi bem facilitada pelos salto de Aberth que superavam a altura das árvores.Chegando até onde estava a nave,Barbieri percebe algumas árvores derrubadas e flores estranhas,elas tinham pétalas que alternavam entre azul e roxo com bolinhas amarelas.

"Pai! Pai! Sou eu,o Aberth!" Chamava Aberth.

"Acho que ele deve ter saido para explorar" Disse Aberth.

"O Aberth,olha só essas flores,elas não parecem ser de nenhuma espécie conhecida" Chamou Barbieri.

"Pera,eu conheço essas flores,elas tem efeito alucinógeno e viciante,meu pai me disse que o comércio delas é proibido em todo o nosso quadrante da galáxia"

Nesse momento eles ouvem os passos de alguém e se encondem,mesmo Aberth que ainda tinha esperança de que fosse seu pai se escondeu por garantia.Logo dos arbustos sai um humanoide peludo com garras como as de uma preguiça e pés parecidos com um urso,ele tinha apenas um olho e uma boca vertical,apesar disso ele não parecia agir como um animal,ele andava de forma bípede parecida com os humanos,estava carregando material de cultivo,até usava uma roupa azul.Apesar disso Barbieri estava com bastante medo da situação.

"Não pode ser,é o Mapinguari" Disse Barbieri.

"O que é isso ?" Perguntou Aberth.

"É uma lenda de uma criatura que atrai os caçadores com gritos e os mata,dizem que ela pode te petrificar como olhar,também dizem que originalmente era um indígena que chegou a uma idade avançada e evoluiu" Explicou Barbieri.

Nesse momento Aberth começa a rir descontroladamente.

"Aquilo não é um Mapinguari,é só Atuniano" Disse Aberth.

Nesse momento eles são descobertos,pelo Atuniano,ele ouvi os risos de Aberth.

Continua ?

descriptionO Refugiado 2 [Tópico Definitivo] EmptyRe: O Refugiado 2 [Tópico Definitivo]

more_horiz
AS CONQUISTAS ALI DO PERFIL DEVEM FICAR AQUI!
1-Primeiramente gostaria de agrade cer pelos + de 1400 vistos na 1º saga de O Refugiado

2-Sinto muito pela demora entre o último cap e esse,ocorreram as provas de fim de ano e outras coisas como pensar em uma forma satisfatória de introduzir novos elementos.

3-Sei que não sou bom,ou pelo menos decente desenhando mas fiz o que seria uma arte conceitual de Zisnashi após após a luta contra Aberth (acho que podem considerar como um especial 20 capítulos),o desenho e o cap já estavam prontos no dia 27 desse mês mas hoje eu procurei e não achei os lapis para colorir(meus familiares devem ter escondido),então finjam que a cor da calça de Zisnashi é amarelo escuro e a camisa rasgada é um azul um pouco escuro,a tonalidade do pelo seria marrom.

O Refugiado 2 [Tópico Definitivo] 20201210


Aviso:A história a seguir pode conter vários clichês e falta de originalidade.


O Refugiado

Capítulo 20

Aberth e Barbieri foram descoberto pelo atuniano,eles se encaram por um momento em silêncio até que Aberth pega Barbieri o leva para longe.

"Um Rigeliano ? eu achei que estavam quase extintos depois daquela explosão" Comentou o atuniano.

"Ele fala !?" Disse Barbieri impressionado.

"Sim,ele fala,a raça dele é uma das dominantes do planeta" Disse Aberth.

"Aberth,você conhece ele ? " Perguntou Barbieri.

"Sim ...quer dizer..não...mais ou menos.O planeta dele,Atum faz parte do mesmo sistema estelar de Rigel,nossos planetas são do mesmo sistema estelar mas aquele cara eu não conheço" Explicou Aberth.

"Ora ora,acho que eu ja sei o que está acontecendo,você tentou fugir pra cá depois que seu planeta explodiu não é rigeliano ?" Perguntou o atuniano.

"Sim" Respondeu Aberth.

"Como você está aqui a mais tempo deve saber mais desse planeta ?" Presumiu o atuniano.

"Sim,estou aqui faz algumas semanas" Respondeu Aberth.

"Sabe seria ótimo que você me ajudasse a achar produtos para acelerar o crescimento dessas flores,a proprósito,sou Zisnashi.quem sabe eu até poderia te dar um agrado por isso" Disse Zisnashi ao fazer a proposta para Aberth.

"Aberth,não faz isso não sabemos o que essas plantas podem provocar ao serem plantadas aqui podem envenenar a flora e a fauna local" Disse Barbieri.

"Esse é seu terráqueo de estimação Aberth ? Ja ouvi falar deles,tem um carne doce mas de bom sabor" Disse Zisnashi.

"Não deixa ele me pegar Aberth" Disse Barbieri.

Zisnashi extende o braço para tentar pegar Barbieri mas Aberth o segura.

"Não toque no meu amigo" Disse Aberth de forma séria.

Zisnashi arremessa Aberth para longe e tenta pegar Barbieri mas o atinge com uma esfera elétrica.

"Seu pirralho" Disse Zisnashi bastante irritado.

"Segura ele Aberth,eu vou me livrar dessas flores" Disse Barbieri.

Zisnashi parte para cima de Aberth,o rigeliano desvia e contra ataca com um chute mas o atuniano de defende,ele aproveita a oportunidade e pega o pé de Aberth,ele o arremessa numa árvore e tenta acertar um soco em Aberth mas ele desvia e acerta um golpe em Zisnashi,em seguida eles começam a trocar golpes até que Zisnashi toma vantagem e arremassa Aberth.

"Esse cara é forte,ja vi que vou ter que ir com tudo contra ele" Pensou Aberth.

zisnashi avança novamente contra Aberth mas o rigeliano pula e usa a palma da rajada de venjo atingindo Zisnashi em cheio,Aberth aproveita e aparece atrás de Zisnashi para golpea-lo,Zisnashi vira tentando acertar Aberth mas ele desvia e aplica novamente a palma da rajada de vento o que arremessa Zisnashi para longe,Aberth tenta finalizalo com 5 esferas elétricas mas ele desvia de todas.

"Ele rápido!" Pensou Aberth.

Zisnashi avança contra Aberth acertando um soco em seu rosto e o chutando para longe.

"Você é bem para a sua idade,acho que eu subestimei você Aberth" Disse Zisnashi.

"Eu também subestimei você" Disse Aberth assoando um pouco de sangue do nariz.

Zisnashi dessa vez tenta usar suas garras para arranhar Aberth,ele desvia e Zisnashi corta uma árvore,ele aproveita e joga a árvore em Aberth,o rigeliano consegue destruir a árvore com um soco mas Zisnashi usa adistração para atingir Aberth,ele arranha o ombro direito de Aberth.  
 
Enquanto isso,Barbieri já havia tirado todas flores e havia levado elas para longe do mato para queima-las sem prejudicar a floresta.

"Droga,esqueci o isqueiro no carro" Disse Barbieri após verificar os bolsos.

Logo Aberth é arremessado para perto de Barbieri.          

"As coisas não tão fáceis né ?" Perguntou Barbieri.

"Pois é,tenho que admitir que esse cara está além dos meus limites,você tem alguma idéia de como posso derrota-lo ?" Perguntou Aberth.

"por enquanto não,mas poderia fazer as honrar e colocar fogo nessas flores ?" Disse Barbieri.

Aberth come a criar uma faisca em seu dedo.

"Não!" Disse Zisnashi bastante irritado ele parte para cima de Aberth mas ele desvia.

"Você ja me deu muito trabalho garoto,essa luta ja acabou" Disse Zisnashi

Ele se concentra e atira um raio de seu olho,aberth consegue desviar e o raio transforma a parte do chão que foi atingida em pedra.Barbieri se aproxima e percebe isso.Enquanto Aberth continuava desviando dos raios,Barbieri pensa num plano,logo,ele vai para perto das flores.

"Ei ciclope peludo" Chamou Barbieri.

Zisnashi se irrita com isso,Barbieri acena para Aberth tirar ele do caminho do raio e no último instante o rigeliano consegue empurrar seu amigo mas sua perna é atingida e se transforma em pedra.

"Droga,por que se arriscou assim Barbieri ?" Disse Aberth.

"Não!"Gritou Zisnashi.  

Eles olham e percebem que todas as flores tinham se virado pedra,exceto uma.

"Vocês já me deram nos nervos" Disse Zisnashi.

"Corre Barbieri !" Disse Aberth.

Barbieri corre para trás de alguns arbustos,Aberth tenta fugir mas é atingido pelo raio e se transforma em pedra.Zisnashi pensa em perseguir Barbieri mas desiste da idéia e vai embora junto com a flor restante.Poucos segundos depois Barbieri sai dos arbustos e se aproxima da estátua de Aberth.

"Aberth..." Lamentou Barbieri.

Ele percebe vibrações na estátua,como se alguém estivesse se mexendo lá dentro.Barbeiri pega uma pedra no chão e bate com toda a força na estátua quebrando a parte do Nariz e da boca e revelando que Aberth ainda estava vivo.

"Obrigado estava difícil de respirar la dentro,você está aí Barbieri ? pode me ajudar a quebrar o resto da pedra ?" Disse Aberth.

Algum tempo depois:

"E Então o que faremos com esse cara ?" Perguntou Aberth.

"Eu não sei,acho que deveríamos chamar..."

Barbieri é  interrompido pelo barulho de uma nave vindo rapidamente para onde eles estavam,a nave pousa próxima a eles.Dela sai um pessoa vestindo um traje,ele olha para Aberth e Barbieri.

"Saudações habitante da Terra e ... Rigeliano ?" Disse a pessoa com o traje um pouco confusa.

"O ar aqui é respirável ? " Perguntou a pessoa com o traje.

"Sim" Respondeu Aberth.

"Ok,desculpem pelo incômodo eu detectei um nível mais alto e achei que era outra pessoa" Disse a pessoa com o traje.

A pessoa aperta um botão e capacete se retreai se tornando apenas um pequeno visor parecido com um óculos de proteção.A pessoa se-revela um homem relativamente parecido com um terráqueo,a única diferênça eram as sobrancelhas que eram apenas dois pontos.  

"Quem é você ?" Perguntou Barbieri.

"Feltro,agente da patrulha galática" Disse Feltro se apresentando.

"Estou a procura de um contrabandista,Atuniano,viram um por aí" Disse Feltro.

"Sim,Zisnashi,ele me venceu e fugiu pra longe " Disse Aberth.

"Ele estava com flores de Arutad ?" Perguntou Feltro.

"São aquelas flores com bolinhas amarelas ?" Perguntou Barbieri.

"Sim,são essas flores" Respondeu Feltro.

"Eu arranquei elas do chão,por sorte fiz Zisnashi atingi-las com o próprio raio dele" Disse Barbieri.

Feltro observa as flores petrificas e se aproxima.

"Raio de transmutação" Comentou Feltro.

Ele bate nas flores,mas apenas quebra a camada de pedra que se formou emcima delas.

"Ele não deve ter usado a técnica com a potência máxima" Disse Feltro.

"Bem,eu ja vou indo,agradeço pelas ajuda,agora tenho que rastrear e prender Zisnashi" Disse Feltro.

"Espera aí,nós vamos juntos" Disse Aberth.

"Aberth,acho melhor não nos intrometermos em uma investigação intergalática" Disse Barbieri.

"É óbvio que temos que nos intrometer Barbieri,viemos até outro estado e ainda fui petrificado por causa desse cara,isso não vai ficar assim" Disse Aberth.

"Esta bem,podem me ajudar,mas terão que seguir minhas ordens quando chegarmos lá,você não vai conseguir derrota-lo sozinho o nível de poder de Zisnashi é maior do que o seu Aberth" Disse Feltro.

"Nível de poder ?" Perguntou Barbieri.

"É uma medição feita por nossos aparelhos que mede as capacidades físicas de uma pessoa " Explicou Feltro.

Os níveis de poder são uma medição criada pela raça de Feltro ha vários anos para determinar um nível mínimo baseado em força,velocidade,resistência para que os indivídos fossem considerados guerreiros,atualmente esse nível mínimo é utilizado nos testes físicos para entrar na patrulha galática.  

Feltro começa a analizar com seu visor em volta e consegue captar alguma coisa.

"Rastreei um nível consideravelmente mais alto do que a média,deve ser ele" Disse Feltro.

Enquanto isso numa cidade próxima:

Zisnashi estava saindo de uma loja destruída por ele mesmo com alguns equipamentos de jardinagem e fertilizantes,ele também estava enfaixado e com alguns equipamentos de primeiros socorros.

"Tenho que admitir até que a medicina desse planeta não é tão arcaica,ja me sinto em forma de novo" Pensou Zisnashi.    
 
Em seguida aparecem Aberth e Feltro em alta velocidade na frente de Zisnashi.

Feltro e Zisnashi estavam se encarando de forma bastante séria,seu visor estava focando nele analizando o alvo como se estivesse prestes a atirar.

Alvo: Zisnashi
Nível de poder: 14.100

Continua ?

descriptionO Refugiado 2 [Tópico Definitivo] EmptyRe: O Refugiado 2 [Tópico Definitivo]

more_horiz
AS CONQUISTAS ALI DO PERFIL DEVEM FICAR AQUI!
Aviso:A história a seguir pode conter vários clichês e falta de originalidade.


O Refugiado

Capítulo 21

Feltro e Zisnashi estavam se encarando,ambos estavam alertas ao mais mínimo movimento,nesse momento Barbieri chega em seu carro distraindo a todos.

"Cheguei pessoal,e então ja capturaram o atuniano ?" Disse Barbieri saindo do veículo.

Ele vê os três prestes a se enfrentar e deduz que não,nesse momento Feltro tira de seu traje uma arma de raios de gelo começa a atirar em Zisnashi,o atuniano consegue desviar e começa a correr desviando dos raios,várias partes do estacionamento da loja eram congeladas.

"Acha mesmo que essa arma é rápida o bastante para me pegar ?" Perguntou Zisnashi

Ele pula e usa seu raio de transmutação,o raio acerta a arma mas Feltro consegue larga-la antes que sua mão seja afetada.Barbieri pega a arma do chão e tenta quebrar a camada de pedra mas a arma inteira é quebrada.

"É Aberth ?" Disse Barbieri.

"Mas como ?" Disse Aberth confuso.

"Antes eu deixei você vivo por ser uma criança,mas agora que trouxeram problemas você,Feltro e o terráqueo vão pagar com a vida !" Disse Zisnashi irritado.

Ele parte para cima de Feltro mas Aberth entra na frente e segura o golpe,ambos medem forças até que Zisnashi começa a subjulgar Aberth.Feltro percebe isso e pula para trás de Zisnashi ele começa a atirar projeteis de seu traje nele,Zisnashi é atingido levando um pouco de dano,Aberth aproveita e o golpeia várias vezes até arremessa-lo para longe.Zisnashi se levanta bastante irritado e começa a se concentrar.

"Ele vai mostrar outra técnica de mana ?" perguntou Barbieri

"Não,o rastreador esta detectando mana sendo transformado em energia elemental" Disse Feltro.

Logo uma esfera de mana é formada entre as mãos de Zisnashi e essa esfera de mana se transforma em rocha.

"Ele vai tacar uma pedra na gente ?" Perguntou Barbieri.

"Aquilo não é uma pedra comum Barbieri" Disse Aberth um pouco assustado.

Zisnashi arremessa a rocha no chão e ela causa uma explosão,Aberth consegue entrar na frente de Barbieri protegendo ele dos estilhaços de rocha que voaram por todo a lugar quebrando paredes de vários lojas e atingindo Feltro também.

A Técnica de Zisnashi funcionava como uma espécie de granada,a explosão era apenas o menor dos problemas,overdadeiro problemas seriam as rochas de estilhaços são arremessadas na explosão em alta velocidade por todo o lugar,as rochas por serem criadas a partir do mana eram mais fortes do que rochas naturais.

"Qual o problema ? não gostaram do meu trunfo ?"Disse Zisnashi num tom de deboche.

Aberth tinha ferimentos na costas por ter entrado na frente de Barbieri,Feltro tira de seu traje dois discos,ele os lança em Zisnashi,mas o atuniano consegue desviar.

"É tudo o que tem ?" Perguntou Zisnashi.

Feltro sorri,Zisnashi percebe isso e olha para trás,os discos estavam voltando,ele consegue desviar mas é feito um pequeno corte em seu rosto.Zisnashi atira seu raio de transmutação nos discos transformando eles em pedra e fazendo eles cairem no chão,em seguida avança contra Feltro,Feltro o golpea mas Zisnashi resiste e golpeia de volta arremessando ele para longe Feltro se levanta e pega uma arma de raios elétricos mas Zisnashi o chuta para longe antes que ele consiga usar derruabando a arma,Feltro já estava basntante ferido prestes a ser finalizado por Zisnashi até que o atuniano é atingido por várias esferas elétricas,era Aberth quem tinha voltado ao combate.

"Agora estamos quites" Disse Aberth.

Zisnashi se enfurece e parte para cima de Aberth,o rigeliano desvia e logo ambos começam a trocar golpes.

"Você parce mais enfraquecido depois de ser acertado Zisnashi" Percebeu Aberth.

"Digo o mesmo" Disse Zisnashi.

Aberth parecia estar tendo vantagem até que Zisnashi aproveita uma felha e acerta as costas de Aberth onde estavam os ferimentos de antes,Aberth grita de dor e afasta Zisanshi com a palma dar rajada de vento.Enquanto Aberth e Zisnashi estavam lutando,Barbieri observa a arma de raios elétricos que havia caído no chão ele pega a arma e começa a mirar em Zisnashi até que ele fique de costas.

"Aberth" Gritou Barbieri.

Aberth e Zisnashi veem Barbieri,Aberth percebendo o plano chuta Zisnashi para facilitar Barbieri,ele atira várias vezes e atinge Zisnashi,Aberth aproveita a brecha e derrota Zisnashi com a plama da rajada de vento.

"Esse deu trabalho" Disse Aberth.

"Onde você aprendeu a atirar assim ?" Perguntou Aberth.

"Tive que praticar tiro ao alvo para o estado me deixar ficar com aquela arma em casa" Respondeu Barbieri.

Zisnashi acorda bastante franco no chão,ele aproveita que Aberth e Barbieri estão conversando e começa a preparar o seu raio de transmutação até que é atingido por uma rede de energia lançada pela armadura Feltro.

Algum tempo depois:

Aberth,Barbieri e Feltro haviam levado Zisnashi algemado de volta para a floreesta até chegar a anve de Feltro.

"Mais uma captura concluída,agradeço a vocês pela ajuda" Agradeceu Feltro.

"Não foi nada" Disse Aberth.

"É sério,eu subestimei um pouco você e seu amigo,eu vi aquele tiro,nada mau para um terráqueo com um poder de ... 5,3" Analisou Feltro.

"A gente se vê outra hora para eu saber mais do planeta" Disse Feltro.

"E porque não agora ?" Perguntou Aberth.

"A Patrulha galática não deixa agentes explorarem e documentarem planetas sozinhos,questão de segurança" Disse Feltro.

Feltro liga a nave e parte para fora do planeta.

"Nossa 5,3 mais alto do eu imaginava não é Aberth ? Aberth ?" Comentou Barbieri.

Ele obversa Aberth um pouco cabisbaixo.

"Ei Aberth,eu sinto muito não ter sido o seu pai" Lamentou Barbieri.

"valeu,mas olha pelo lado bom,fizemos um novo amigo" Disse Aberth.

2 dias depois na prisão galática:

Zisnashi estava em seu primeiro dia na prisão um pouco irritado no refeitório,ele assim como os outros prisioneiros não podiam usar o mana por causa de coleiras especiasis,ele anda até achar uma mesa com poucos prisioneiros.

"Você é o novato não é ? qual foi o seu crime ?" Perguntou um detento mais velho.

"Contrabando de Arutads,fui pego depois de plantar a minha 2º remessa" Disse Zisnashi.

"Amador" Disse o Detento.

"O que você disse ancião ?" Perguntou Zisnashi irritado.

"Fui acusado de massacrar um país inteira em meu planeta" Disse o Detento.

"Não parece grande coisa,eu poderia fazer isso em alguns dias" Disse Zisnashi.

"O meu colega de cela alí foi acusado de destruir o próprio planeta e destruir a própria raça" Disse o Detento.

Ele aponta para um rigeliano que estava na mesa com eles mais próximo a parede,ele olha de volta e Zisnashi se assusta.


Continua ?
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum