Fórum NS Animes
Bem vindo ao maior fórum de animes de Brasil & Portugal!

Não deixe de registrar sua conta, não é necessário confirmar e-mail! ^^

Poste 5 mensagens no fórum para ativar o seu primeiro rank e começar sua jornada! Aqui, você irá fazer amigos, participar de eventos, subir de rank e até ganhar prêmios!
Os membros mais ativos do mês
374 Mensagens - 25%
248 Mensagens - 17%
204 Mensagens - 14%
124 Mensagens - 8%
106 Mensagens - 7%
100 Mensagens - 7%
92 Mensagens - 6%
80 Mensagens - 5%
79 Mensagens - 5%
77 Mensagens - 5%
Os membros mais ativos da semana
165 Mensagens - 27%
85 Mensagens - 14%
66 Mensagens - 11%
58 Mensagens - 10%
50 Mensagens - 8%
49 Mensagens - 8%
45 Mensagens - 7%
35 Mensagens - 6%
31 Mensagens - 5%
25 Mensagens - 4%
Compartilhe
Ir em baixo
Math
Senpai Estrela
Senpai Estrela
Conquistas : CONQUISTAS Membro desde : 11/06/2014
Postagens : 2847
Sexo : Feminino
Idade : 18
Reputação : 215
Pontos :
[Conto/Horror/Aventura] Fissura Left_bar_bleue100 / 100100 / 100[Conto/Horror/Aventura] Fissura Right_bar_bleue

Ver perfil do usuário

[Conto/Horror/Aventura] Fissura Empty [Conto/Horror/Aventura] Fissura

em 24/6/2018, 18:36
Prólogo

No fim do vale, os destroços de lâminas e armaduras que de um dia fora de guerreiros cortejados pelas grandes cidadelas agora não passava de latão congelando entre os flocos de neves. Muitos contam que os guerreiros que lutaram suas batalhas em meio ao vale, foram mortos por seres que nunca se viu a face, muito menos deixou rastros para a história ser contada. Aqueles que agora faleceram nos penhascos ao vale mais profundo daquele inferno congelado, vivem atormentando a região. Suas carnes transformadas em neve, seus ossos viraram alerta para os demais e suas almas agora são prisioneiras das correntes de ar que assoviam levando o agouro para regiões abaixo das montanhas. 
Deuses que abandonam, deuses que fingem agradecer e depois se vão para sempre.  Humilhados, jogados de lado como fossemos baratas esfomeadas. Empunharam medo à nós quando o criticávamos, destruíram nossos sonhos, nossas vontades para alimentar seus caprichos e egos frustrados, o que são esses deuses? Porque os servimos? A resposta nunca obtive, muito menos os sussurros para não provocar a fúria e a desgraça a mim e a minha família. Porém, a mesma desgraça que veio a mim, corroeu a minha família; Todas as preces que fizemos, todos os desejos que completamos para eles, para aqueles malditos, aqueles demônios em pele de santo. Eles queimaram nossa casa, arrancaram as vísceras do meu pai e as usaram como corda para enforca-lo. Minha mãe desesperada e com quatro crianças observando tudo aquilo, ajoelhou-se diante os pés dos ditos deuses implorando misericórdia enquanto meu pai era destruído na frente dela e suas tripas emanavam o fedor das fezes. Ela beijava os pés dos deuses enquanto enojados riam do circo que ela montara. O mais velho deles, seu cabelo de fogo e seus olhos de âmbar mortal a fuzilava só com um piscar, mas ele queria mais, muito mais, ele alçou sua espada da bainha e sem hesitar estourou a cabeça da minha mãe, aquela pobre mulher que tanto lutou pela vida de seus irmãos, quanto de seus filhos para que sobrevivessem o máximo possível e tivessem uma vida digna. 
Ela agora estava morta, todos eles estavam. Agarrei meus irmãos e corremos descalços pela aquela vila silenciosa, as poucas casas haviam sido queimadas e todos eles haviam sido mortos da mesma forma cruel. Me lembro perfeitamente como se fosse ontem enquanto corríamos, fugindo do crepúsculo e daquelas armas lambidas em sangue quente, a mulher vestida de couro de animais que provavelmente ela caçara em sua existência milenar, alcançou uma flecha em sua aljava e disparou sem a necessidade do arco, aquela flecha atravessou o rosto de minha irmã que despencou no chão ali mesmo. Antes que eu pudesse perceber, todos eles já estavam caídos, estourados para a morte. Fiquei ali a observar, a vislumbrar a paisagem, sabia que era minha hora, era melhor assim; O deus que estourou aproximou-se de mim e seus lábios secos eram claros como o vento.
— Dar-lhe-ei uma morte honrosa — Ele riu, acredito eu que ironizando, pois o que veio a seguir não foi nada honroso — Ele alcançou com sua mão o meu ombro, segurou-o, sua mão era enorme e com pura força bruta ele estourou, meu braço por completo se destruiu, virou pó, de dentro para fora. Caí gritando e ele rindo como se não houvesse amanhã, com a espada ele perfurou meu joelho, a dor não foi tão grande quanto meus ossos despedaçados, mas agora eu não me mexia mais, eu fechava meus olhos com tanta força pedindo que acabasse com aquilo de uma vez só, mas quando abri meus olhos não havia mais ninguém ali, só um monte de corpos podres mortos por todo lugar. Ele me deixara ali para morrer, com a perna aberta os abutres viriam me devorar e eu não podia mais lutar para me defender e muito menos correr. 
Eu me arrastei por um tempinho, não conseguia mais que dois centímetros de distância de onde eu estava. Já não havia mais lágrimas para chorar, agora eu esperava para morrer ou pelos abutres e vermes ou pela fome e desidratação. Tudo isso, toda aquela desgraça aconteceu porque os pães que tínhamos eram velhos, meu povo ficou à margem da fome para alimentar esses monstros, os mesmos monstros que nas histórias que meus avós contavam que derrotaram demônios para proteger a nós, os mesmos deuses que diziam abraçar nosso povo, os mesmos deuses...
Porém algo não queria que eu morresse ali, e eu não deixaria a morte do meu povo se perder entre os abutres, não, nunca mais. Nunca mais deixaria qualquer morte se perder pelos abutres.
[Vinte anos após a destruição da vila]
Meu nome é Ahatu-Va Peinas, senhor da fome, rei dos miseráveis e deus do esquecimento. Um nome que todos os deuses irão esquecer, porque eles estarão mortos.

~ ASSINATURA ~

[Conto/Horror/Aventura] Fissura 1397978848_398894871

Avatar:

 [Conto/Horror/Aventura] Fissura Tumblr_m1dojs6VH31qdojg7o4_r1_250 [Conto/Horror/Aventura] Fissura Tumblr_m1dojs6VH31qdojg7o2_r1_250 
[Conto/Horror/Aventura] Fissura Aang_a10 [Conto/Horror/Aventura] Fissura Tumblr_m1dojs6VH31qdojg7o8_r1_250

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
MensagensUsuários registradosÉ o novo membro
© phpBB | Fale conosco | Assinalar uma queixa