Fórum NS
Os membros mais ativos do mês
219 Mensagens - 16%
169 Mensagens - 13%
153 Mensagens - 11%
137 Mensagens - 10%
137 Mensagens - 10%
123 Mensagens - 9%
116 Mensagens - 9%
105 Mensagens - 8%
100 Mensagens - 7%
86 Mensagens - 6%
Os membros mais ativos da semana
71 Mensagens - 18%
68 Mensagens - 17%
48 Mensagens - 12%
46 Mensagens - 11%
44 Mensagens - 11%
39 Mensagens - 10%
31 Mensagens - 8%
19 Mensagens - 5%
19 Mensagens - 5%
16 Mensagens - 4%
Últimos assuntos
[DEBATE +18] Vídeo de criança falando sobre aborto em IgrejaHoje à(s) 04:39SalsichaBolsonaro é o entrevistado da Record TVHoje à(s) 04:38LipertSasuke shinden vs ToneriHoje à(s) 03:50Sasuke UThikaLei do feminicídioHoje à(s) 03:49LipertBig Mom decepcionou em questão de poder?Hoje à(s) 03:18ColdmanFeliz Aniversário Fou-Lu!Hoje à(s) 03:09NobodyNaruto RSM poderia escapar Mugen Tsukuyomi? Hoje à(s) 03:01Rodrigo ŌtsutsukiVocê concorda com quais das 2 opiniões sobre a URSAL?Hoje à(s) 00:59MorganaQual os Kages mais fortes da nova geração?Hoje à(s) 00:46Léo1477madara matou hashirama Hoje à(s) 00:33Naruto WinchesterVocê é ou conhece alguém diagnosticado com sociopatia?Ontem à(s) 23:59MorganaTobirama Senju vs. Dupla Artista e Dupla ImortalOntem à(s) 23:44marcospainMúsica do DiaOntem à(s) 22:55DogãoVocês gostariam de uma guerra entre países em Boku no Hero?Ontem à(s) 22:53MorganaRanking dos Uchihas mais fortesOntem à(s) 21:50xxCOLDxxGengetsu Hōzuki vs. PainOntem à(s) 21:38Yagi Toshiaki[OFICIAL] - Galeria da Momo-sshi 2.0Ontem à(s) 21:37MiriAna[Geografia de GoT] Densidade Demográfica & PopulaçãoOntem à(s) 21:27BiornAutor de Nanatsu no Taizai diz que pode finalizar o mangá em 1 anoOntem à(s) 21:08Hidan[OFICIAL] GALERIA - MiriAnaOntem à(s) 20:54MiriAnaO que acha de mim?!Ontem à(s) 20:37ChicleDisney escolhe ator hétero para viver seu 1º personagem gay e é criticada, qual sua opinião?Ontem à(s) 20:30Apollo[Evento] Crie sua Akuma no Mi 3ª EdiçãoOntem à(s) 20:07ZeroFixe[Evento] Qual é o Filme? - 3ª EdiçãoOntem à(s) 20:00MiriAnaRevisão do pacto federativoOntem à(s) 19:55Lipert

Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Campeão OPVS - Temporada 10
Campeão OPVS - Temporada 10
Membro desde : 10/12/2011
Número de Mensagens : 4996
Sexo : Masculino
Idade : 24
Medalhas :

Casado - @Annynhah


Campeão do Jutsus Versus (T12)


Campeão do One Piece Versus (T7)


Bi-Campeão do One Piece Versus (T10)


Membro do Mês de Abril/2018


Prestígio


Participação : 50255
Reputação : 406

Pontos :
40 / 10040 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Sab 07 Abr 2018, 17:46
@Salsicha escreveu:E Beleza é relativa uma ova, beleza é concreta tanto quanto a feiura, todo mundo sabe o que elas são quando as vêem, bebês de meses discriminam pessoas feias de bonitas, existem consensos sobre a beleza que são unanimes, esse papo de beleza relativa é só pra consolar quem é feio ou quem não nasceu nem belo e nem feio e tá na média, que é a maioria, ou o conceito de beleza e feiura não existiriam.

Superficialidade ou não, não é o que estou discutindo aqui, não é o ponto, estou discutindo as vantagens e desvantagens, e é fato concreto a beleza trás mais vantagens que desvantagens.

Não adianta choramingar esse mimimi, se quer reclamar reclame com o criador ou resto do mundo, não fui eu que o fiz, isso não é problema meu, não adianta reclamar que o argumento é fútil, fútil ou não, o mundo é fútil.

@Salsicha, A beleza está nos olhos de quem vê.
Não é um papo pra consolar, no exato momento em que pessoas tem preferências.

Eu não disse que conceito de beleza e feiura não existem, mas elas variam de pessoa pra pessoa.

Não vejo exatamente aonde a beleza da pessoa lhe dá vantagens, exceto em certas situações como modelos. (O que está mudando, visto que nossa sociedade está buscando diversidade).
Agora, em qualquer outra situação não dá vantagem alguma.

O mundo não é fútil, algumas pessoas são fúteis.




Spoiler:


avatar
Super Saiyajin 1
Super Saiyajin 1
Membro desde : 08/06/2017
Número de Mensagens : 1328
Sexo : Feminino
Idade : 28
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 14133
Reputação : 58

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Sab 07 Abr 2018, 18:25
@Staz escreveu:
@Salsicha escreveu:E Beleza é relativa uma ova, beleza é concreta tanto quanto a feiura, todo mundo sabe o que elas são quando as vêem, bebês de meses discriminam pessoas feias de bonitas, existem consensos sobre a beleza que são unanimes, esse papo de beleza relativa é só pra consolar quem é feio ou quem não nasceu nem belo e nem feio e tá na média, que é a maioria, ou o conceito de beleza e feiura não existiriam.

Superficialidade ou não, não é o que estou discutindo aqui, não é o ponto, estou discutindo as vantagens e desvantagens, e é fato concreto a beleza trás mais vantagens que desvantagens.

Não adianta choramingar esse mimimi, se quer reclamar reclame com o criador ou resto do mundo, não fui eu que o fiz, isso não é problema meu, não adianta reclamar que o argumento é fútil, fútil ou não, o mundo é fútil.

@Salsicha, A beleza está nos olhos de quem vê.
Não é um papo pra consolar, no exato momento em que pessoas tem preferências.

Eu não disse que conceito de beleza e feiura não existem, mas elas variam de pessoa pra pessoa.

Não vejo exatamente aonde a beleza da pessoa lhe dá vantagens, exceto em certas situações como modelos. (O que está mudando, visto que nossa sociedade está buscando diversidade).
Agora, em qualquer outra situação não dá vantagem alguma.

O mundo não é fútil, algumas pessoas são fúteis.

A beleza é relativa na página 1, quando se discute gostos estritamente pessoais, não vi em lugar nenhum acharem uma mulher velha bela por exemplo.
Ninguém aprecia traços desarmoniosos e corpos desequilibrados.

A beleza possui uma padrão médio básico sim.
Nenhuma característica que distorça ou quebre a harmonia ou atrapalhe a percepção deste é tolerada.
Somente se o efeito sobre ele for nulo, ai se tornam apenas variantes e preferências.

Mas padrão é diferente de variância.

A Variância desde que não saia do padrão é tolerada, isso é a tal da "beleza relativa", isso tem nada a ver com beleza concreta.

E discrepâncias maiores mais tem relação com a cultura e crenças/valores convenientes associados do que de fato ser encarado como beleza, pois se fosse realmente encarado como belo não teriam seus "padrões culturais de beleza" abalados tão facilmente.
avatar
Moderador Lipert
Moderador Lipert
Membro desde : 04/10/2017
Número de Mensagens : 2484
Sexo : Masculino
Idade : 27
Medalhas :

Top Revelação - Awards 2017


Staff do Mês: Maio/2018

Participação : 52192
Reputação : 100

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Sab 07 Abr 2018, 18:53
Sobre a existência de beleza:

Há um padrão de beleza (padrão de "belo" para a maioria), padrões secundários de beleza (que alguns grupos preferem ao da maioria) e opiniões pessoais de beleza (daí pode ser qualquer coisa). A diferença é que quando se trata de um padrão, necessariamente, é algo que está embutido na opinião da sociedade.

Não importa quantas pessoas têm opinião diferente, o padrão de beleza sempre será aquele que a maior parte da população concordar.

Quanto a dificuldades e vantagens de quem não possui ou possui tal padrão, é claro que existe... Até certo ponto! A principal vantagem é que quem tem certa beleza tem mais facilidade pra conquistar outras pessoas romanticamente do que alguém que seja muito feio(a). Por outro lado, é claro que a pessoa pode conquistar alguém ainda assim. Nada impede, só é mais difícil. Há outros aspectos em que isso tem alguma influência, em especial quando se trata de PRIMEIRAS IMPRESSÕES que a pessoa causa (e que pode trazer benefícios ou problemas, por exemplo, em uma entrevista de emprego). Por outro lado, esses benefícios ou malefícios dificilmente serão determinantes no sucesso profissional de alguém. Enfim, até certo ponto, há benefícios. Depois dele, muito pouco.


Prêmios:
avatar
Campeão OPVS - Temporada 10
Campeão OPVS - Temporada 10
Membro desde : 10/12/2011
Número de Mensagens : 4996
Sexo : Masculino
Idade : 24
Medalhas :

Casado - @Annynhah


Campeão do Jutsus Versus (T12)


Campeão do One Piece Versus (T7)


Bi-Campeão do One Piece Versus (T10)


Membro do Mês de Abril/2018


Prestígio


Participação : 50255
Reputação : 406

Pontos :
40 / 10040 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Sab 07 Abr 2018, 19:20
@Salsicha escreveu:A beleza é relativa na página 1, quando se discute gostos estritamente pessoais, não vi em lugar nenhum acharem uma mulher velha bela por exemplo.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Gerontofilia

A beleza possui uma padrão médio básico sim.
Nenhuma característica que distorça ou quebre a harmonia ou atrapalhe a percepção deste é tolerada.
Somente se o efeito sobre ele for nulo, ai se tornam apenas variantes e preferências.

Mas padrão é diferente de variância.

A Variância desde que não saia do padrão é tolerada, isso é a tal da "beleza relativa", isso tem nada a ver com beleza concreta.

E discrepâncias maiores mais tem relação com a cultura e crenças/valores convenientes associados do que de fato ser encarado como beleza, pois se fosse realmente encarado como belo não teriam seus "padrões culturais de beleza" abalados tão facilmente.

O que você não entende, é que existem pessoas, MUITAS pessoas, que julgam como belo uma mulher que foge do padrão convencional de beleza.
E sinceramente, a sociedade está mudando a ritmo rápido. Hoje já é normal ter modelos plus size (modelos gordas).

@Lipert escreveu:Quanto a dificuldades e vantagens de quem não possui ou possui tal padrão, é claro que existe... Até certo ponto! A principal vantagem é que quem tem certa beleza tem mais facilidade pra conquistar outras pessoas romanticamente do que alguém que seja muito feio(a). Por outro lado, é claro que a pessoa pode conquistar alguém ainda assim. Nada impede, só é mais difícil. Há outros aspectos em que isso tem alguma influência, em especial quando se trata de PRIMEIRAS IMPRESSÕES que a pessoa causa (e que pode trazer benefícios ou problemas, por exemplo, em uma entrevista de emprego). Por outro lado, esses benefícios ou malefícios dificilmente serão determinantes no sucesso profissional de alguém. Enfim, até certo ponto, há benefícios. Depois dele, muito pouco.

O problema Lipert, é quando alguém acha que a beleza dá vantagens pra TUDO.

Ou uma mulher vir de outro continente, só pra não ter filho feio :horak:
É de uma imbecilidade muito grande dessa mulher...




Spoiler:


avatar
Super Saiyajin 1
Super Saiyajin 1
Membro desde : 08/06/2017
Número de Mensagens : 1328
Sexo : Feminino
Idade : 28
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 14133
Reputação : 58

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Sab 07 Abr 2018, 19:27
Como se o sucesso ou o fracasso amoroso ao longo da vida não afetasse a auto-estima (ou mesmo a simples reação das pessoas a sua aparência) e confiança geral, são poucas as pessoas que não se importam com isso, ou não se deixam afetar.
Mas os belos em média, sempre são mais confiantes que os menos belos ou feios, e em muitas áreas e na carreira principalmente, essa segurança e postura confiantes ajudam muito, não é que o benefício seja direto na maioria das carreiras, elas são poucas na real, mas há características de personalidade que são mais facilmente estabelecidas quando se tem beleza, não é como se uma pessoa que não é bonita ou é feia não pudesse exercitar isso, mas a maioria vai carecer da segurança necessária para sustentar essa postura quando precisar, e vai deixar sua baixa auto-estima atrapalhar nessas horas, com os belos isso é bem menos frequente, é mais comum se ver isso se ele tiver problemas com ansiedade e etc, ou for o caso de um ex patinho-feio como já vi, mas mesmo problemas como ansiedade é mais comum em pessoas menos bonitas ou feias no que nas mais bonitas.
avatar
Moderador Apollinho
Moderador Apollinho
Membro desde : 04/09/2015
Número de Mensagens : 3505
Sexo : Feminino
Idade : 20
Medalhas :

3º lugar na Gincana de verão 2017 - (Filhos de Eike Batista)


Kratos (Loja NS)

Participação : 41196
Reputação : 608

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Sab 07 Abr 2018, 19:33
Não confundam parafilias e fetiches com senso de beleza :sasaki:


Clã Madoka:




Ah, a sina eterna da humanidade. Alegando ignorância, suplicando misericórdia. 'Por favor, me ajude. Eu não compreendo
avatar
Moderador Lipert
Moderador Lipert
Membro desde : 04/10/2017
Número de Mensagens : 2484
Sexo : Masculino
Idade : 27
Medalhas :

Top Revelação - Awards 2017


Staff do Mês: Maio/2018

Participação : 52192
Reputação : 100

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Sab 07 Abr 2018, 19:40
@Staz escreveu:
@Salsicha escreveu:A beleza é relativa na página 1, quando se discute gostos estritamente pessoais, não vi em lugar nenhum acharem uma mulher velha bela por exemplo.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Gerontofilia

A beleza possui uma padrão médio básico sim.
Nenhuma característica que distorça ou quebre a harmonia ou atrapalhe a percepção deste é tolerada.
Somente se o efeito sobre ele for nulo, ai se tornam apenas variantes e preferências.

Mas padrão é diferente de variância.

A Variância desde que não saia do padrão é tolerada, isso é a tal da "beleza relativa", isso tem nada a ver com beleza concreta.

E discrepâncias maiores mais tem relação com a cultura e crenças/valores convenientes associados do que de fato ser encarado como beleza, pois se fosse realmente encarado como belo não teriam seus "padrões culturais de beleza" abalados tão facilmente.

O que você não entende, é que existem pessoas, MUITAS pessoas, que julgam como belo uma mulher que foge do padrão convencional de beleza.
E sinceramente, a sociedade está mudando a ritmo rápido. Hoje já é normal ter modelos plus size (modelos gordas).

@Lipert escreveu:Quanto a dificuldades e vantagens de quem não possui ou possui tal padrão, é claro que existe... Até certo ponto! A principal vantagem é que quem tem certa beleza tem mais facilidade pra conquistar outras pessoas romanticamente do que alguém que seja muito feio(a). Por outro lado, é claro que a pessoa pode conquistar alguém ainda assim. Nada impede, só é mais difícil. Há outros aspectos em que isso tem alguma influência, em especial quando se trata de PRIMEIRAS IMPRESSÕES que a pessoa causa (e que pode trazer benefícios ou problemas, por exemplo, em uma entrevista de emprego). Por outro lado, esses benefícios ou malefícios dificilmente serão determinantes no sucesso profissional de alguém. Enfim, até certo ponto, há benefícios. Depois dele, muito pouco.

O problema Lipert, é quando alguém acha que a beleza dá vantagens pra TUDO.

Ou uma mulher vir de outro continente, só pra não ter filho feio :horak:
É de uma imbecilidade muito grande dessa mulher...
Bom, que é imbecilidade (e imoral! afinal, ela usou o pai da criança e realizou uma "alienação parental"), eu concordo. Não é algo tão extremo a ponto da pessoa buscar especificamente isso LOL

@Salsicha escreveu:Como se o sucesso ou o fracasso amoroso ao longo da vida não afetasse a auto-estima (ou mesmo a simples reação das pessoas a sua aparência) e confiança geral, são poucas as pessoas que não se importam com isso, ou não se deixam afetar.
Mas os belos em média, sempre são mais confiantes que os menos belos ou feios, e em muitas áreas e na carreira principalmente, essa segurança e postura confiantes ajudam muito, não é que o benefício seja direto na maioria das carreiras, elas são poucas na real, mas há características de personalidade que são mais facilmente estabelecidas quando se tem beleza, não é como se uma pessoa que não é bonita ou é feia não pudesse exercitar isso, mas a maioria vai carecer da segurança necessária para sustentar essa postura quando precisar, e vai deixar sua baixa auto-estima atrapalhar nessas horas, com os belos isso é bem menos frequente, é mais comum se ver isso se ele tiver problemas com ansiedade e etc, ou for o caso de um ex patinho-feio como já vi, mas mesmo problemas como ansiedade é mais comum em pessoas menos bonitas ou feias no que nas mais bonitas.
Pode afetar a auto-estima, mas não tem grandes problemas além disso. Sem contar que a pessoa pode fazer uma plástica se não gostar do rosto~

Além disso, não há nada que diga que a pessoa por ser bonita conseguirá AQUELA outra pessoa que ela gostaria. Além disso, há muita gente que é bonita e ainda assim tem problema de auto-estima. Ou seja, ir tão longe pra "gerar" uma prole bonita é algo sem sentido, e serve como prova da futilidade humana~


Prêmios:
avatar
Campeão OPVS - Temporada 10
Campeão OPVS - Temporada 10
Membro desde : 10/12/2011
Número de Mensagens : 4996
Sexo : Masculino
Idade : 24
Medalhas :

Casado - @Annynhah


Campeão do Jutsus Versus (T12)


Campeão do One Piece Versus (T7)


Bi-Campeão do One Piece Versus (T10)


Membro do Mês de Abril/2018


Prestígio


Participação : 50255
Reputação : 406

Pontos :
40 / 10040 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Sab 07 Abr 2018, 20:13
@Apollo escreveu:Não confundam parafilias e fetiches com senso de beleza :sasaki:

Parafilias = atração sexual por algo.

Sente-se atração sexual por aquilo que julgamos belo.

Então sim, tem como associar parafilias com senso de beleza.




Spoiler:


avatar
Super Saiyajin 1
Super Saiyajin 1
Membro desde : 08/06/2017
Número de Mensagens : 1328
Sexo : Feminino
Idade : 28
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 14133
Reputação : 58

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Sab 07 Abr 2018, 20:31
@Lipert escreveu:
@Staz escreveu:
@Salsicha escreveu:A beleza é relativa na página 1, quando se discute gostos estritamente pessoais, não vi em lugar nenhum acharem uma mulher velha bela por exemplo.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Gerontofilia

A beleza possui uma padrão médio básico sim.
Nenhuma característica que distorça ou quebre a harmonia ou atrapalhe a percepção deste é tolerada.
Somente se o efeito sobre ele for nulo, ai se tornam apenas variantes e preferências.

Mas padrão é diferente de variância.

A Variância desde que não saia do padrão é tolerada, isso é a tal da "beleza relativa", isso tem nada a ver com beleza concreta.

E discrepâncias maiores mais tem relação com a cultura e crenças/valores convenientes associados do que de fato ser encarado como beleza, pois se fosse realmente encarado como belo não teriam seus "padrões culturais de beleza" abalados tão facilmente.

O que você não entende, é que existem pessoas, MUITAS pessoas, que julgam como belo uma mulher que foge do padrão convencional de beleza.
E sinceramente, a sociedade está mudando a ritmo rápido. Hoje já é normal ter modelos plus size (modelos gordas).

@Lipert escreveu:Quanto a dificuldades e vantagens de quem não possui ou possui tal padrão, é claro que existe... Até certo ponto! A principal vantagem é que quem tem certa beleza tem mais facilidade pra conquistar outras pessoas romanticamente do que alguém que seja muito feio(a). Por outro lado, é claro que a pessoa pode conquistar alguém ainda assim. Nada impede, só é mais difícil. Há outros aspectos em que isso tem alguma influência, em especial quando se trata de PRIMEIRAS IMPRESSÕES que a pessoa causa (e que pode trazer benefícios ou problemas, por exemplo, em uma entrevista de emprego). Por outro lado, esses benefícios ou malefícios dificilmente serão determinantes no sucesso profissional de alguém. Enfim, até certo ponto, há benefícios. Depois dele, muito pouco.

O problema Lipert, é quando alguém acha que a beleza dá vantagens pra TUDO.

Ou uma mulher vir de outro continente, só pra não ter filho feio :horak:
É de uma imbecilidade muito grande dessa mulher...
Bom, que é imbecilidade (e imoral! afinal, ela usou o pai da criança e realizou uma "alienação parental"), eu concordo. Não é algo tão extremo a ponto da pessoa buscar especificamente isso LOL

@Salsicha escreveu:Como se o sucesso ou o fracasso amoroso ao longo da vida não afetasse a auto-estima (ou mesmo a simples reação das pessoas a sua aparência) e confiança geral, são poucas as pessoas que não se importam com isso, ou não se deixam afetar.
Mas os belos em média, sempre são mais confiantes que os menos belos ou feios, e em muitas áreas e na carreira principalmente, essa segurança e postura confiantes ajudam muito, não é que o benefício seja direto na maioria das carreiras, elas são poucas na real, mas há características de personalidade que são mais facilmente estabelecidas quando se tem beleza, não é como se uma pessoa que não é bonita ou é feia não pudesse exercitar isso, mas a maioria vai carecer da segurança necessária para sustentar essa postura quando precisar, e vai deixar sua baixa auto-estima atrapalhar nessas horas, com os belos isso é bem menos frequente, é mais comum se ver isso se ele tiver problemas com ansiedade e etc, ou for o caso de um ex patinho-feio como já vi, mas mesmo problemas como ansiedade é mais comum em pessoas menos bonitas ou feias no que nas mais bonitas.
Pode afetar a auto-estima, mas não tem grandes problemas além disso. Sem contar que a pessoa pode fazer uma plástica se não gostar do rosto~

Além disso, não há nada que diga que a pessoa por ser bonita conseguirá AQUELA outra pessoa que ela gostaria. Além disso, há muita gente que é bonita e ainda assim tem problema de auto-estima. Ou seja, ir tão longe pra "gerar" uma prole bonita é algo sem sentido, e serve como prova da futilidade humana~

Ela pode fazer uma plastica se não gostar do rosto pode, mas ninguém faz plastica na auto-estima e no ego, e não estou falando de interesses românticos propriamente ditos ou diretos, mas a maioria das pessoas sempre tem segundas e terceiras intenções latentes em qualquer situação social, basta existir um lugar que exista pessoas concentradas que elas inconscientemente estarão avaliando, sendo avaliadas tentando prever o julgamento dos demais nestas questões e julgando a todo momento suas chances, e elas influenciam na percepção ou níveis de confiança das pessoas e por fim em suas decisões.

Por mais que se valorize uma conduta isenta, em nenhum lugar existe 100% de isenção a isso, e isso é cumulativo e inclusive afeta as tomadas de decisões.

Ou entrevistadores de emprego não rejeitariam potenciais rivais amorosos e/ou sexuais em entrevistas de emprego por exemplo.
Como já falaram aqui várias vezes.

Mas essa é só uma, de milhares de situações em contextos sociais que isso acontece.

E no balanço dos ganhos e das perdas, os belos ganham mais que perdem.
Isso é fato.

O quanto isso é fútil ou não, eu sinceramente não dou a mínima, mas que uma parcela muito significante da humanidade é afetada por isso é, ou a beleza não teria relevância econômica tão alta, principalmente no marketing.
Os padrões de beleza da mídia foram formados, não porque alguém criou um culto a beleza, ele sempre existiu, os padrões existem porque beleza vende.
O mercado não criou a beleza para vender, o mercado adotou a beleza porque ela gera demanda pelo desejo, é o que interessa, se feiura vendesse o mercado idolatraria a feiura, talvez com a nova cultura do politicamente correto (ou mentir descaradamente para não magoar ninguém e agradar gregos e troianos) de querer forçar a se achar belo o que ninguém acha, até vá, para os que vão na onda, mas não acredito nisso, porque falam das plus-size, mas nunca vi nenhuma pluz-size de verdade estampando capa de revista,

Quando tem uma "gordinha" nisso:

São as Gordinhas Nutella, não há nenhuma gorda de verdade nessas fotos ou passarelas, elas na real são as famosas cheinhas no máximo ou as clássicas gostosas que nego inventou de dizer que é pluz-size, como a Ellen Roche.
é sempre:
- Gordinha com cara de magra (e só fotografam  e/ou filmam o rosto), e geralmente é só modelo de rosto.
- Gordinhas bem jovens com gordurinhas firmes e durinhas e delineadas.
- Gordinha curvilínea e com forma (se tiver celulite é maquiada, coberta com roupas fechadas ou photoshopada)
- Gostosas.

E elas na real são a minoria das gordinhas, das que ainda são bastante observáveis, tem ou compartilham em comum características do padrão de beleza.

O restante fora disso não vi nenhuma virando modelo ou sendo aclamada em coisa alguma.
avatar
Moderador Lipert
Moderador Lipert
Membro desde : 04/10/2017
Número de Mensagens : 2484
Sexo : Masculino
Idade : 27
Medalhas :

Top Revelação - Awards 2017


Staff do Mês: Maio/2018

Participação : 52192
Reputação : 100

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Sab 07 Abr 2018, 21:17
@Staz escreveu:
@Apollo escreveu:Não confundam parafilias e fetiches com senso de beleza :sasaki:

Parafilias = atração sexual por algo.

Sente-se atração sexual por aquilo que julgamos belo.

Então sim, tem como associar parafilias com senso de beleza.
Não necessariamente, há pessoas que se sentem atraídas pelo que consideram subversivo.

@Salsicha escreveu:
@Lipert escreveu:
@Staz escreveu:
@Salsicha escreveu:A beleza é relativa na página 1, quando se discute gostos estritamente pessoais, não vi em lugar nenhum acharem uma mulher velha bela por exemplo.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Gerontofilia

A beleza possui uma padrão médio básico sim.
Nenhuma característica que distorça ou quebre a harmonia ou atrapalhe a percepção deste é tolerada.
Somente se o efeito sobre ele for nulo, ai se tornam apenas variantes e preferências.

Mas padrão é diferente de variância.

A Variância desde que não saia do padrão é tolerada, isso é a tal da "beleza relativa", isso tem nada a ver com beleza concreta.

E discrepâncias maiores mais tem relação com a cultura e crenças/valores convenientes associados do que de fato ser encarado como beleza, pois se fosse realmente encarado como belo não teriam seus "padrões culturais de beleza" abalados tão facilmente.

O que você não entende, é que existem pessoas, MUITAS pessoas, que julgam como belo uma mulher que foge do padrão convencional de beleza.
E sinceramente, a sociedade está mudando a ritmo rápido. Hoje já é normal ter modelos plus size (modelos gordas).

@Lipert escreveu:Quanto a dificuldades e vantagens de quem não possui ou possui tal padrão, é claro que existe... Até certo ponto! A principal vantagem é que quem tem certa beleza tem mais facilidade pra conquistar outras pessoas romanticamente do que alguém que seja muito feio(a). Por outro lado, é claro que a pessoa pode conquistar alguém ainda assim. Nada impede, só é mais difícil. Há outros aspectos em que isso tem alguma influência, em especial quando se trata de PRIMEIRAS IMPRESSÕES que a pessoa causa (e que pode trazer benefícios ou problemas, por exemplo, em uma entrevista de emprego). Por outro lado, esses benefícios ou malefícios dificilmente serão determinantes no sucesso profissional de alguém. Enfim, até certo ponto, há benefícios. Depois dele, muito pouco.

O problema Lipert, é quando alguém acha que a beleza dá vantagens pra TUDO.

Ou uma mulher vir de outro continente, só pra não ter filho feio :horak:
É de uma imbecilidade muito grande dessa mulher...
Bom, que é imbecilidade (e imoral! afinal, ela usou o pai da criança e realizou uma "alienação parental"), eu concordo. Não é algo tão extremo a ponto da pessoa buscar especificamente isso LOL

@Salsicha escreveu:Como se o sucesso ou o fracasso amoroso ao longo da vida não afetasse a auto-estima (ou mesmo a simples reação das pessoas a sua aparência) e confiança geral, são poucas as pessoas que não se importam com isso, ou não se deixam afetar.
Mas os belos em média, sempre são mais confiantes que os menos belos ou feios, e em muitas áreas e na carreira principalmente, essa segurança e postura confiantes ajudam muito, não é que o benefício seja direto na maioria das carreiras, elas são poucas na real, mas há características de personalidade que são mais facilmente estabelecidas quando se tem beleza, não é como se uma pessoa que não é bonita ou é feia não pudesse exercitar isso, mas a maioria vai carecer da segurança necessária para sustentar essa postura quando precisar, e vai deixar sua baixa auto-estima atrapalhar nessas horas, com os belos isso é bem menos frequente, é mais comum se ver isso se ele tiver problemas com ansiedade e etc, ou for o caso de um ex patinho-feio como já vi, mas mesmo problemas como ansiedade é mais comum em pessoas menos bonitas ou feias no que nas mais bonitas.
Pode afetar a auto-estima, mas não tem grandes problemas além disso. Sem contar que a pessoa pode fazer uma plástica se não gostar do rosto~

Além disso, não há nada que diga que a pessoa por ser bonita conseguirá AQUELA outra pessoa que ela gostaria. Além disso, há muita gente que é bonita e ainda assim tem problema de auto-estima. Ou seja, ir tão longe pra "gerar" uma prole bonita é algo sem sentido, e serve como prova da futilidade humana~

Ela pode fazer uma plastica se não gostar do rosto pode, mas ninguém faz plastica na auto-estima e no ego, e não estou falando de interesses românticos propriamente ditos ou diretos, mas a maioria das pessoas sempre tem segundas e terceiras intenções latentes em qualquer situação social, basta existir um lugar que exista pessoas concentradas que elas inconscientemente estarão avaliando, sendo avaliadas tentando prever o julgamento dos demais nestas questões e julgando a todo momento suas chances, e elas influenciam na percepção ou níveis de confiança das pessoas e por fim em suas decisões.

Por mais que se valorize uma conduta isenta, em nenhum lugar existe 100% de isenção a isso, e isso é cumulativo e inclusive afeta as tomadas de decisões.

Ou entrevistadores de emprego não rejeitariam potenciais rivais amorosos e/ou sexuais em entrevistas de emprego por exemplo.
Como já falaram aqui várias vezes.

Mas essa é só uma, de milhares de situações em contextos sociais que isso acontece.

E no balanço dos ganhos e das perdas, os belos ganham mais que perdem.
Isso é fato.

O quanto isso é fútil ou não, eu sinceramente não dou a mínima, mas que uma parcela muito significante da humanidade é afetada por isso é, ou a beleza não teria relevância econômica tão alta, principalmente no marketing.
Os padrões de beleza da mídia foram formados, não porque alguém criou um culto a beleza, ele sempre existiu, os padrões existem porque beleza vende.
O mercado não criou a beleza para vender, o mercado adotou a beleza porque ela gera demanda pelo desejo, é o que interessa, se feiura vendesse o mercado idolatraria a feiura, talvez com a nova cultura do politicamente correto (ou mentir descaradamente para não magoar ninguém e agradar gregos e troianos) de querer forçar a se achar belo o que ninguém acha, até vá, para os que vão na onda, mas não acredito nisso, porque falam das plus-size, mas nunca vi nenhuma pluz-size de verdade estampando capa de revista,

Quando tem uma "gordinha" nisso:

São as Gordinhas Nutella, não há nenhuma gorda de verdade nessas fotos ou passarelas, elas na real são as famosas cheinhas no máximo ou as clássicas gostosas que nego inventou de dizer que é pluz-size, como a Ellen Roche.
é sempre:
- Gordinha com cara de magra (e só fotografam  e/ou filmam o rosto), e geralmente é só modelo de rosto.
- Gordinhas bem jovens com gordurinhas firmes e durinhas e delineadas.
- Gordinha curvilínea e com forma (se tiver celulite é maquiada, coberta com roupas fechadas ou photoshopada)
- Gostosas.

E elas na real são a minoria das gordinhas, das que ainda são bastante observáveis, tem ou compartilham em comum características do padrão de beleza.

O restante fora disso não vi nenhuma virando modelo ou sendo aclamada em coisa alguma.

Existe algo chamado terapia (ou anti-depressivos) se a pessoa realmente se sente com a auto-estima tããão afetada por ser feia. Agora a pessoa ser bonita não significa que ela também não terá estes mesmos problemas. Eu diria que as chances não são tããão maiores de alguém "médio" ter problemas psicológicos por conta da auto-estima do que uma pessoa "bonita".


Prêmios:
avatar
Super Saiyajin 1
Super Saiyajin 1
Membro desde : 08/06/2017
Número de Mensagens : 1328
Sexo : Feminino
Idade : 28
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 14133
Reputação : 58

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Sab 07 Abr 2018, 21:21
@Lipert E vc acha que drogas vendem porque?
avatar
Moderador Lipert
Moderador Lipert
Membro desde : 04/10/2017
Número de Mensagens : 2484
Sexo : Masculino
Idade : 27
Medalhas :

Top Revelação - Awards 2017


Staff do Mês: Maio/2018

Participação : 52192
Reputação : 100

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Sab 07 Abr 2018, 21:45
@Salsicha escreveu:@Lipert E vc acha que drogas vendem porque?
Por diversos fatores, mas a "beleza" não é nem de longe o primeiro.


Prêmios:
avatar
Super Saiyajin 1
Super Saiyajin 1
Membro desde : 08/06/2017
Número de Mensagens : 1328
Sexo : Feminino
Idade : 28
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 14133
Reputação : 58

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Sab 07 Abr 2018, 21:49
@Lipert escreveu:
@Salsicha escreveu:@Lipert E vc acha que drogas vendem porque?
Por diversos fatores, mas a "beleza" não é nem de longe o primeiro.

@Lipert vc é assexual ou eunuco?
avatar
Moderador Lipert
Moderador Lipert
Membro desde : 04/10/2017
Número de Mensagens : 2484
Sexo : Masculino
Idade : 27
Medalhas :

Top Revelação - Awards 2017


Staff do Mês: Maio/2018

Participação : 52192
Reputação : 100

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Dom 08 Abr 2018, 12:30
@Salsicha escreveu:
@Lipert escreveu:
@Salsicha escreveu:@Lipert E vc acha que drogas vendem porque?
Por diversos fatores, mas a "beleza" não é nem de longe o primeiro.

@Lipert vc é assexual ou eunuco?
Qual o sentido dessa pergunta? Você tem que aprender a debater melhor, cara @Salsicha, pois sempre que seus argumentos (de base, quase sempre, pessoal) são confrontados, você vem com essas perguntinhas ixpertinhas pra tentar zoar~

O uso de drogas está relacionado com problemas em relacionamentos (gerados pela modernidade líquida), com problemas familiares (violência doméstica, separação, famílias disfuncionais e etc), com as amizades que a pessoa teve (influências negativas), com a dificuldade de se conseguir um emprego, e por aí vai.

A "beleza" da pessoa deve estar lá no fundo da lista de causas para uso de drogas. Ou você já usou alguma droga por ser feita ou recusou usar por ser bonita?


Prêmios:
avatar
Chuunin
Chuunin
Membro desde : 21/01/2018
Número de Mensagens : 563
Sexo : Feminino
Idade : 18
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 8101
Reputação : 32

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuáriohttps://www.spiritfanfiction.com/home/

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Seg 09 Abr 2018, 17:40
Olha, só tenho uma coisa a dizer nessa discussão: Ser bonito sempre será uma vantagem e ser feio sempre será uma desvantagem. O grande problema é a "beleza segundo os padrões", que são variáveis e muitas vezes podem levar à problemas de saúde e gastos excessivos – para tentar alcançar esses padrões – e baixa autoconfiança de pessoas bonitas mas que não se encaixam nos padrões. No padrão "esbelta, loira de olhos azuis, com um cabelão que parece que saiu de revista, sobrancelha fina e pele clara sem imperfeições" eu seria considerada uma megera de tão horrível. A beleza se trata muitas vezes de gosto, mas principalmente simetria e instinto. Um nariz fino e levemente arrebitado só fica bonito em certos tipos de rosto, mas um nariz grande fica muito bonito em outro tipo de rosto. Tudo se trata das combinações certas. Pessoas "feias" são pessoas assimétricas ou com algum traço incomum que causa estranhamento na maioria das pessoas, como o nariz adunco por exemplo, que por muitos anos foi relacionado com "nariz de bruxa" e hoje todo mundo que tem esse nariz costuma odiá-lo, mesmo que ele não seja exatamente feio.

Outro detalhe é que os efeitos da beleza na vida de uma pessoa depende muito dessa pessoa em específico e das pessoas ao redor dela. Existem pessoas que contratam as mais bonitas para atrair clientes ou para manter pretendentes por perto e outras contratam as mais feias por pena, simpatia ou para alimentar o próprio ego. Você não pode garantir. Eu sempre achei idiota a ideia de pesquisar as preferências das pessoas, pois elas dependem de MUITAS coisas, como por exemplo nacionalidade (ambiente cultural no qual a pessoa cresceu), pessoas com as quais essas pessoas convivem (e até se gostam ou não dessas pessoas), personalidade, hábitos e mil e outras coisas. Não existe uma resposta correta quando se trata de seres humanos. Além disso, biologicamente falando os animais (incluindo os seres humanos) se atraem por algumas características físicas específicas, não por gosto, mas por instinto. Pessoas bonitas normalmente – No passado, pois tentar alcançar padrões de beleza, impostos pelas mídias e não naturais, podem prejudicar a saúde – remetem a pessoas mais saudáveis. Mulheres com mais peito normalmente dão mais leite, homens mais fortes normalmente são mais capazes de defender a família, um pênis maior normalmente aumenta as chances de gravidez (facilita o acesso do sémen ao útero), tudo isso são questões biológicas e ancestrais, não exatamente sociais. Então é mais comum (não uma certeza) que as pessoas busquem parceiros mais bonitos ou mais bem dotados por instinto. Hoje em dia ser magro é ser saudável, no passado ser gordo era ser rico (ou seja, mais saudável que os pobres). Consequência: hoje em dia as pessoas preferem parceiros magros, mas no passado preferiam os gordos. Mesmo tendo essa pequena influência social, é majoritariamente biológico. Note também que pessoas extremamente feias costumam ter algum tipo de deficiência, nem que seja algo simples como "dentes podres", algo que também é instintivamente evitado. Afinal, no passado não existia ciência, então nós precisávamos desses instintos (buscar pela beleza) para aumentar as chances de vida das próximas gerações, para evitarmos a reprodução com pessoas que possuíssem doenças genéticas. É pura seleção natural. É impossível lutar contra isso.

Outra coisa, também é puramente natural um ser humano desejar ter filhos com outro que seja considerado "bonito" para que ele também seja "bonito". É muito romântico você imaginar "vou ter filhos apenas com quem eu amo e se eu amá-lo apesar de sua feiura isso será o suficiente", mas na realidade isso é "egoísta". Você precisa lembrar que você de certa forma manipula a vida do seu filho antes dele nascer. O coitado não pode escolher quem serão seus pais, não pode escolher sua aparência e não pode controlar sua mãe para que ela não fume ou beba enquanto está grávida. Se seu filho passar dificuldades pela sua aparência, como por exemplo ser usado em memes dos quais todas as pessoas riem sem sequer considerar os sentimentos do alvo de chacota, aí o amor incondicional dos pais não será mais o suficiente e ele provavelmente passará por cirurgias para gostar mais de si mesmo e sua personalidade pode ainda ser prejudicada, visto que ele pode ter medo de se relacionar com as pessoas e imaginar o que elas pensam quando veem seu rosto. Uma mãe que busca um homem bonito para reproduzir, note, não está pensando em si mesma e sim na criança. Ela es†á seguindo instintos primitivos extremamente naturais. Ela escolheu ser mãe solteira, criar o filho sozinha, transar com um homem que não amava (que pode até ser ruim de serviço) com o simples objetivo de aumentar as possibilidades de que seu filho seja "bonito" (leia saudável) e sua vida seja mais fácil. Ela o amaria se fosse feio? Claro! Mas e as dificuldades que ele passaria na vida? Eu não estou dizendo que todas as mulheres deveriam ter filhos com um cara bonito e depois se preocuparem em casar com alguém que amam, mas julgá-la por fazer isso sem dúvidas é errado, já que ela escolheu a opção mais difícil para ela mesma pensando no próprio filho. Não foi fútil de forma alguma. Se eu demorar pra me casar eu sem dúvidas vou procurar um cara muito gato pra reproduzir antes que eu chegue na menopausa, e olha que eu provavelmente vou odiar, visto que eu não gosto nem de beijar caras que eu não gosto. A mulher não ganha nada com a beleza do filho, só ele. Mesmo as mulheres que abandonam filhos feios ou doentes tem uma certa "explicação" biológica, visto que no passado as mães abandonavam os filhos mais fracos (com menos chances de sobrevivência) para se focar nos mais saudáveis. Hoje em dia isso não faz sentido, visto que temos poucos filhos e existem os cetros de adoção, mas querer ter filhos bonitos ainda é lógico.

PS: Quem usa drogas é normalmente uma questão social. Raramente é por frustração com a própria aparência. Normalmente é por falta de amor, vontade de ser aceito e/ou vontade de pertencer a um grupo (no caso o grupo dos rebeldinhos da família, já que hoje em dia parece que fazer coisa errada é chique).



❝ Sε нσυνεя σ dεѕεjσ dε ѕε αgαяяαя ασ вяιlнσ dειχαdσ ρσя αlgσ cσмσ ευ,
Acяεdιтαяει иσ jυяαмεитσ ƒειтσ иαqυεlε dια
Ɛ αтέ αѕ вяιlнαитεѕ lάgяιмαѕ dε мευѕ σlнσѕ ѕε тσяиαяα̃σ ƒσяçα ❞
avatar
Moderador Lipert
Moderador Lipert
Membro desde : 04/10/2017
Número de Mensagens : 2484
Sexo : Masculino
Idade : 27
Medalhas :

Top Revelação - Awards 2017


Staff do Mês: Maio/2018

Participação : 52192
Reputação : 100

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Seg 09 Abr 2018, 21:58

Outra coisa, também é puramente natural um ser humano desejar ter filhos com outro que seja considerado "bonito" para que ele também seja "bonito". É muito romântico você imaginar "vou ter filhos apenas com quem eu amo e se eu amá-lo apesar de sua feiura isso será o suficiente", mas na realidade isso é "egoísta". Você precisa lembrar que você de certa forma manipula a vida do seu filho antes dele nascer. O coitado não pode escolher quem serão seus pais, não pode escolher sua aparência e não pode controlar sua mãe para que ela não fume ou beba enquanto está grávida. Se seu filho passar dificuldades pela sua aparência, como por exemplo ser usado em memes dos quais todas as pessoas riem sem sequer considerar os sentimentos do alvo de chacota, aí o amor incondicional dos pais não será mais o suficiente e ele provavelmente passará por cirurgias para gostar mais de si mesmo e sua personalidade pode ainda ser prejudicada, visto que ele pode ter medo de se relacionar com as pessoas e imaginar o que elas pensam quando veem seu rosto.

Tá parecendo até argumento de abortista, tentando assumir como será a vida da criança SE ela for feia por conta dos pais, e dando a entender que a criança terá inúmeros problemas e não valerá a pena nascer sendo feio(a)~

Não há nada de egoísta em ter um filho com alguém que você ame, sem se importar em como será a aparência de seus filhos. Só pessoas babacas iriam se importar tanto com isso a ponto de preferir ficar com um cara bonito ("pra ter filhos bonitos", se é que alguém cai nessa conversa fiada) do que com alguém que goste.


Prêmios:
avatar
Chuunin
Chuunin
Membro desde : 21/01/2018
Número de Mensagens : 563
Sexo : Feminino
Idade : 18
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 8101
Reputação : 32

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuáriohttps://www.spiritfanfiction.com/home/

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Seg 09 Abr 2018, 22:15
@Lipert escreveu:

Outra coisa, também é puramente natural um ser humano desejar ter filhos com outro que seja considerado "bonito" para que ele também seja "bonito". É muito romântico você imaginar "vou ter filhos apenas com quem eu amo e se eu amá-lo apesar de sua feiura isso será o suficiente", mas na realidade isso é "egoísta". Você precisa lembrar que você de certa forma manipula a vida do seu filho antes dele nascer. O coitado não pode escolher quem serão seus pais, não pode escolher sua aparência e não pode controlar sua mãe para que ela não fume ou beba enquanto está grávida. Se seu filho passar dificuldades pela sua aparência, como por exemplo ser usado em memes dos quais todas as pessoas riem sem sequer considerar os sentimentos do alvo de chacota, aí o amor incondicional dos pais não será mais o suficiente e ele provavelmente passará por cirurgias para gostar mais de si mesmo e sua personalidade pode ainda ser prejudicada, visto que ele pode ter medo de se relacionar com as pessoas e imaginar o que elas pensam quando veem seu rosto.

Tá parecendo até argumento de abortista, tentando assumir como será a vida da criança SE ela for feia por conta dos pais, e dando a entender que a criança terá inúmeros problemas e não valerá a pena nascer sendo feio(a)~

Não há nada de egoísta em ter um filho com alguém que você ame, sem se importar em como será a aparência de seus filhos. Só pessoas babacas iriam se importar tanto com isso a ponto de preferir ficar com um cara bonito ("pra ter filhos bonitos", se é que alguém cai nessa conversa fiada) do que com alguém que goste.

Abortivo? Eu não acabei de dizer que a criança não é um brinquedo dos pais e que eles não podem simplesmente decidir egoisticamente o que fazer com ela? Abortar uma criança é controlar a vida dela e eu disse inúmeras vezes que os ais não tem direito de fazer isso.

Primeiro, eu disse que é normal a mãe PREFERIR que a criança tenha o máximo de vantagens possíveis, incluindo beleza. Eu não disse pra matar a criança se ela for feia, meu Deus, que coisa horrível :pat:

Segundo, você não supõe que a criança vai ter inúmeros problemas sendo feia. Ela VAI ter inúmeros problemas sendo feia. Me fala uma pessoa feia que nunca sofreu na vida por esse fato, por favor. Só uma tá bom. E quando foi que eu falei que não vale a pena nascer sendo feio? Eu disse que a pessoa vai ter mais dificuldades, não que ela vai ser torturada até a morte! Deus, direitistas extremistas dão até medo...

Terceiro: "Eu não estou dizendo que todas as mulheres deveriam ter filhos com um cara bonito e depois se preocuparem em casar com alguém que amam, mas julgá-la por fazer isso sem dúvidas é errado, já que ela escolheu a opção mais difícil para ela mesma pensando no próprio filho." – Eu disse isso ainda nesse texto. A mulher não "preferiu ficar com um cara bonito", ela NÃO FICOU COM ELE, ela TRANSOU COM ELE, e mulheres transam com homens bonitos que não gostam todos os dias. Qual o problema de fazer um filho com um e ir embora? Eu acho que você pensa que ela casou com o cara, mas não, ela vai casar por amor mas teve um filho com um cara bonito. QUAL O FUCKING PROBLEMA? E as mulheres que transam com caras bonitos sem terem filhos, elas estão erradas também? E os CARAS que transam com mulheres bonitas e não casam com elas? Pois a mulher fez isso, ela não casou, ela só teve o filho, cuidou dele sozinha (o que é difícil pra um caramba), sustentou ele sozinha, educou ele sozinha e você me diz que ela é fútil cbabaca e egoísta? Pelo amor de Deus...



❝ Sε нσυνεя σ dεѕεjσ dε ѕε αgαяяαя ασ вяιlнσ dειχαdσ ρσя αlgσ cσмσ ευ,
Acяεdιтαяει иσ jυяαмεитσ ƒειтσ иαqυεlε dια
Ɛ αтέ αѕ вяιlнαитεѕ lάgяιмαѕ dε мευѕ σlнσѕ ѕε тσяиαяα̃σ ƒσяçα ❞
avatar
Moderador Lipert
Moderador Lipert
Membro desde : 04/10/2017
Número de Mensagens : 2484
Sexo : Masculino
Idade : 27
Medalhas :

Top Revelação - Awards 2017


Staff do Mês: Maio/2018

Participação : 52192
Reputação : 100

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Seg 09 Abr 2018, 23:17
@NikyNeko escreveu:
@Lipert escreveu:

Outra coisa, também é puramente natural um ser humano desejar ter filhos com outro que seja considerado "bonito" para que ele também seja "bonito". É muito romântico você imaginar "vou ter filhos apenas com quem eu amo e se eu amá-lo apesar de sua feiura isso será o suficiente", mas na realidade isso é "egoísta". Você precisa lembrar que você de certa forma manipula a vida do seu filho antes dele nascer. O coitado não pode escolher quem serão seus pais, não pode escolher sua aparência e não pode controlar sua mãe para que ela não fume ou beba enquanto está grávida. Se seu filho passar dificuldades pela sua aparência, como por exemplo ser usado em memes dos quais todas as pessoas riem sem sequer considerar os sentimentos do alvo de chacota, aí o amor incondicional dos pais não será mais o suficiente e ele provavelmente passará por cirurgias para gostar mais de si mesmo e sua personalidade pode ainda ser prejudicada, visto que ele pode ter medo de se relacionar com as pessoas e imaginar o que elas pensam quando veem seu rosto.

Tá parecendo até argumento de abortista, tentando assumir como será a vida da criança SE ela for feia por conta dos pais, e dando a entender que a criança terá inúmeros problemas e não valerá a pena nascer sendo feio(a)~

Não há nada de egoísta em ter um filho com alguém que você ame, sem se importar em como será a aparência de seus filhos. Só pessoas babacas iriam se importar tanto com isso a ponto de preferir ficar com um cara bonito ("pra ter filhos bonitos", se é que alguém cai nessa conversa fiada) do que com alguém que goste.

Abortivo? Eu não acabei de dizer que a criança não é um brinquedo dos pais e que eles não podem simplesmente decidir egoisticamente o que fazer com ela? Abortar uma criança é controlar a vida dela e eu disse inúmeras vezes que os ais não tem direito de fazer isso.

Primeiro, eu disse que é normal a mãe PREFERIR que a criança tenha o máximo de vantagens possíveis, incluindo beleza. Eu não disse pra matar a criança se ela for feia, meu Deus, que coisa horrível :pat:

Segundo, você não supõe que a criança vai ter inúmeros problemas sendo feia. Ela VAI ter inúmeros problemas sendo feia. Me fala uma pessoa feia que nunca sofreu na vida por esse fato, por favor. Só uma tá bom. E quando foi que eu falei que não vale a pena nascer sendo feio? Eu disse que a pessoa vai ter mais dificuldades, não que ela vai ser torturada até a morte! Deus, direitistas extremistas dão até medo...

Terceiro: "Eu não estou dizendo que todas as mulheres deveriam ter filhos com um cara bonito e depois se preocuparem em casar com alguém que amam, mas julgá-la por fazer isso sem dúvidas é errado, já que ela escolheu a opção mais difícil para ela mesma pensando no próprio filho." – Eu disse isso ainda nesse texto. A mulher não "preferiu ficar com um cara bonito", ela NÃO FICOU COM ELE, ela TRANSOU COM ELE, e mulheres transam com homens bonitos que não gostam todos os dias. Qual o problema de fazer um filho com um e ir embora? Eu acho que você pensa que ela casou com o cara, mas não, ela vai casar por amor mas teve um filho com um cara bonito. QUAL O FUCKING PROBLEMA? E as mulheres que transam com caras bonitos sem terem filhos, elas estão erradas também? E os CARAS que transam com mulheres bonitas e não casam com elas? Pois a mulher fez isso, ela não casou, ela só teve o filho, cuidou dele sozinha (o que é difícil pra um caramba), sustentou ele sozinha, educou ele sozinha e você me diz que ela é fútil cbabaca e egoísta? Pelo amor de Deus...
Não sei ao certo se vai ter tantos problemas assim. Talvez se for algo extremo, pode ser. Mas não acho que alguém irá sofrer taaanto assim por conta de sua aparência. Essa ideia me parece muito exagerada. Claro que mais dificuldades ela invariavelmente estará sujeita a ter, mas não acho que faça sentido alguém ficar se preocupando tanto com isso.

Sobre o "Terceiro", acho que posso julgar sim uma mulher que decidiu ter um filho com um homem apenas pela beleza do mesmo (para gerar um filho "bonito"), que tenha depois ido embora sem falar nada (como se o homem só estivesse doando o esperma, e pudesse sofrer tal alienação parental, e submetendo o filho ao desconhecimento do pai), e tal~

Será que o fato do filho desconhecer o paí não trará mais problemas do que ele ser alguém com aparência mediana? Fica a dúvida....

PS: Se o cara transa com mulheres bonitas, o problema é dele, mas se ele quiser gerar um filho USANDO uma mulher bonita pra gerar uma prole bonita, minha opinião seria a mesma. Pior ainda se fosse possível ao mesmo apenas utilizá-la pra gerar o filho e depois sumir com o filho sem a outra pessoa nem ficar sabendo (que é o que ocorreu no caso citado).


Prêmios:
avatar
Super Saiyajin 1
Super Saiyajin 1
Membro desde : 08/06/2017
Número de Mensagens : 1328
Sexo : Feminino
Idade : 28
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 14133
Reputação : 58

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Ter 10 Abr 2018, 11:14
E quando que eu disse que o cara não sabe do filho @Lipert?

Eu só disse que ela voltou para a Inglaterra e cria o filho dela lá, em nenhum momento eu contei a história da vida dela lá ou com o cara.

Eu só contei um conto e vc botou o restante dos 100 pontos, imaginando tudo, deixa de ser doente cara.
avatar
Moderador Lipert
Moderador Lipert
Membro desde : 04/10/2017
Número de Mensagens : 2484
Sexo : Masculino
Idade : 27
Medalhas :

Top Revelação - Awards 2017


Staff do Mês: Maio/2018

Participação : 52192
Reputação : 100

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

em Ter 10 Abr 2018, 19:05
@Salsicha escreveu:E quando que eu disse que o cara não sabe do filho @Lipert?

Eu só disse que ela voltou para a Inglaterra e cria o filho dela lá, em nenhum momento eu contei a história da vida dela lá ou com o cara.

Eu só contei um conto e vc botou o restante dos 100 pontos, imaginando tudo, deixa de ser doente cara.
Se o cara quisesse que ela mantivesse o filho por perto, para que ele pudesse ter contato com o filho, será que ela iria aceitar?


Prêmios:
Conteúdo patrocinado

Re: Regulamentação da maternidade 2.0

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum