Fórum NS
Os membros mais ativos do mês
329 Mensagens - 17%
294 Mensagens - 15%
291 Mensagens - 15%
197 Mensagens - 10%
178 Mensagens - 9%
149 Mensagens - 8%
140 Mensagens - 7%
128 Mensagens - 7%
123 Mensagens - 6%
115 Mensagens - 6%
Os membros mais ativos da semana
2 Mensagens - 29%
1 Mensagem - 14%
1 Mensagem - 14%
1 Mensagem - 14%
1 Mensagem - 14%
1 Mensagem - 14%

Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Moderador Apollinho
Moderador Apollinho
Membro desde : 04/09/2015
Número de Mensagens : 3085
Sexo : Feminino
Idade : 20
Medalhas :

3º lugar na Gincana de verão 2017 - (Filhos de Eike Batista)


Kratos (Loja NS)

Participação : 35102
Reputação : 594

Pontos :
90 / 10090 / 100


Ver perfil do usuário

Um tiro na cabeça ou um livro na mão?

em Qua 21 Fev 2018, 17:09
Educação ou Violência? Qual o melhor método para lidar com marginais?

Alguns dizem que uma boa educação é o grande triunfo para um país, mas esquecem que nossos alunos são um dos que tem as piores notas em concursos e médias escolares no mundo, mesmo em escolas particulares de elite.

Mas por outro lado, matar um bandido parece não ser vantajoso, pois assim que um é morto, outro aparece no lugar.

Outros também dizem que o avanço da economia, o dinheiro no bolso do cidadão, é a melhor forma de acabar com roubo e tráfico. Você concorda?


Clã Madoka:




Ah, a sina eterna da humanidade. Alegando ignorância, suplicando misericórdia. 'Por favor, me ajude. Eu não compreendo
avatar
Jounin
Jounin
Membro desde : 10/01/2017
Número de Mensagens : 1309
Sexo : Masculino
Idade : 63
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 4644
Reputação : 27

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Um tiro na cabeça ou um livro na mão?

em Qua 21 Fev 2018, 18:06
Pra prevenir, educação. Pra remediar, violência.



AD ASTRA - SCIPIO TO HANIBAL (アド・アストラ -スキピオとハンニバル-):


HISTORIE (ヒストリエ) -- HITOSHI IWAAKI:

avatar
Estagiário
Estagiário
Membro desde : 15/01/2018
Número de Mensagens : 976
Sexo : Masculino
Idade : 17
Medalhas :

Vencedor DNG #42 - Inocente


Top Postador de Março/2018


Membro do Mês - Fevereiro/2018

Participação : 39939
Reputação : 36

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Um tiro na cabeça ou um livro na mão?

em Qua 21 Fev 2018, 19:32
@Eumenes escreveu:Pra prevenir, educação. Pra remediar, violência.
Algo por aí. A educação sempre será mais eficiente para evitar que a violência aconteça, afinal, um tiro na cabeça apenas evitará que alguém que já cometeu violências nunca fazê-las novamente.

Os dois são eficientes para acabar com a violência, de qualquer forma.


avatar
Moderador Lipert
Moderador Lipert
Membro desde : 04/10/2017
Número de Mensagens : 1168
Sexo : Masculino
Idade : 26
Medalhas :

Top Revelação - Awards 2017

Participação : 21943
Reputação : 71

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Um tiro na cabeça ou um livro na mão?

em Qua 21 Fev 2018, 20:19
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Eu não acredito em quem fala em "educação" pra diminuir a criminalidade, pois quem sugere simplesmente isso geralmente ignora todos os detalhes que estão envolvidos no problema, e costumam falar isso como aquela frase de "senso comum" que todo mundo fica repetindo por não saber dar uma solução concreta.

A educação, apenas, não é o suficiente. Não estou dizendo para matar os bandidos (mas se for durante um confronto, também não devemos punir os policiais ou os cidadãos que agem em legítima defesa), o que estou dizendo é que esse papo de forçar o ponto de vista na educação, além de ser um argumento um tanto preguiçoso (ninguém explica como deve ser a "educação" pra melhorarmos a segurança, só fala em educação e dá o fora depois), geralmente é usado como se a educação fosse substituta da punição e do isolamento (que serve para proteger o restante da sociedade).

Ou seja, nem uma coisa nem outra (apesar de uma coisa e outra poder ser usada dependendo do caso específico).


Prêmios:
avatar
Estagiário
Estagiário
Membro desde : 15/01/2018
Número de Mensagens : 976
Sexo : Masculino
Idade : 17
Medalhas :

Vencedor DNG #42 - Inocente


Top Postador de Março/2018


Membro do Mês - Fevereiro/2018

Participação : 39939
Reputação : 36

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Um tiro na cabeça ou um livro na mão?

em Qua 21 Fev 2018, 20:27
Não acho que a educação é substituta da punição, e eu tenho um ódio de esquerdopatas que tentam justificar esse meio de pensamento. Mas sim, eu acredito que a educação pode auxiliar na formação de um membro funcional da sociedade, afinal, é muito comum ver crimes violentos em países com educação precária, e existe uma correlação ou uma causalidade envolvida, e melhorar a educação é uma boa intervenção, embora não a única.

Se uma pessoa tem acesso ao conhecimento, aspirações, ambições, moralidade e compreensões obviamente ficam melhores. É muito melhor para uma pessoa ser um médico do que um traficante, é muito melhor uma pessoa saber o quanto drogas são ruins e não se viciar nelas do que matar procurando dinheiro para suprir um vício. Não é a única forma de erradicar a violência [segurança é outro pilar], mas é de suma importância.


avatar
Capitão Pirata
Capitão Pirata
Membro desde : 15/01/2015
Número de Mensagens : 1257
Sexo : Masculino
Idade : 18
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 9972
Reputação : 95

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Um tiro na cabeça ou um livro na mão?

em Qua 21 Fev 2018, 20:55
Na situação que o Brasil se encontra a violência é extremamente necessária

Amaria ver o exército fazer uma varredura nesses vagabundos ,moro no bairro mais perigoso do RJ e te garanto que livro nenhum salva esse lugar

Esse papinho de educação vem desses esquerdopatas (engraçado que é por causa deles que estamos nessa situação de guerra)

Acredito que demoraria décadas e mais décadas para a educação "tratar" essa violência no Brasil

dante dante
avatar
Estagiário
Estagiário
Membro desde : 15/01/2018
Número de Mensagens : 976
Sexo : Masculino
Idade : 17
Medalhas :

Vencedor DNG #42 - Inocente


Top Postador de Março/2018


Membro do Mês - Fevereiro/2018

Participação : 39939
Reputação : 36

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Um tiro na cabeça ou um livro na mão?

em Qua 21 Fev 2018, 20:59
@Sasukebestuchiha escreveu:Na situação que o Brasil se encontra a violência é extremamente necessária

Amaria ver o exército fazer uma varredura nesses vagabundos ,moro no bairro mais perigoso do RJ e te garanto que livro nenhum salva esse lugar

Esse papinho de educação vem desses esquerdopatas (engraçado que é por causa deles que estamos nessa situação de guerra)

Acredito que demoraria décadas e mais décadas para a educação "tratar" essa violência no Brasil

Da mesma forma que existem esquerdopatas, existem sempre os conservadores unidimensionais, que não conhecem ao certo ideias além de esquerda e conservadorismo, tampouco compreendem como a sociedade realmente se organiza. Ninguém além de esquerdopatas escrotos acredita que educar um estuprador na escola vá reverter o crime dele ou a mentalidade dele, a educação é uma das maneiras de prevenir que estupradores existam, não convertê-los.

No caso de criminosos como estupradores, assassinos e afins, concordo que a pena de morte ou prisões mais severas seriam uma alternativa a se contemplar. E inclusive, em casos de bairros como o seu, uma intervenção militar severa.


avatar
Jounin
Jounin
Membro desde : 23/07/2013
Número de Mensagens : 3863
Sexo : Masculino
Idade : 20
Medalhas :
Vencedor do Clan Wars 2016 - Clã Uchiha


Sasuke Uchiha, Sharingan. (Loja NS)

Participação : 30425
Reputação : 485

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuáriohttp://br.mangahost.com/

Re: Um tiro na cabeça ou um livro na mão?

em Qua 21 Fev 2018, 21:05
Ambos, educação e punições exemplares(aplicação do MEDO). E mesmo assim não será o suficiente, antes eu pensava que educação era "tudo", mas infelizmente não é bem assim... O simples fato de ter uma educação perfeita não é garantia de bom caráter. Exemplo disso são os donos de empresas multibilionárias, embora tenham diplomas e anos de experiencia insistem em se aventurar com praticas ilegais horrendas, seja sonegando imposto, baixando a qualidade dos produtos para ganhar alguns centavos a mais cada unidade, usando mão de obra escrava, pagando propina para obter vantagens... entre outras coisas. Claro que ter empresários e força de trabalho com alto nível de instrução é extremamente benéfico ao país, porém...

No caso do Brasil em especial, há toda uma cadeia de pontos intrinsecamente conectados à essa questão que precisam mudar, a começar pela redução das diferenças sociais, pois aqui os 10% mais ricos da população concentram mais da metade de toda a renda nacional. Eu não vou entrar em detalhes pois já estendi demais o meu post, So... vou resumir:

"Um povo feliz tem menor tendência a cair no obscuro mundo do crime."


avatar
Capitão Pirata
Capitão Pirata
Membro desde : 15/01/2015
Número de Mensagens : 1257
Sexo : Masculino
Idade : 18
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 9972
Reputação : 95

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Um tiro na cabeça ou um livro na mão?

em Qua 21 Fev 2018, 21:12
@Catioro escreveu:
@Sasukebestuchiha escreveu:Na situação que o Brasil se encontra a violência é extremamente necessária

Amaria ver o exército fazer uma varredura nesses vagabundos ,moro no bairro mais perigoso do RJ e te garanto que livro nenhum salva esse lugar

Esse papinho de educação vem desses esquerdopatas (engraçado que é por causa deles que estamos nessa situação de guerra)

Acredito que demoraria décadas e mais décadas para a educação "tratar" essa violência no Brasil

Da mesma forma que existem esquerdopatas, existem sempre os conservadores unidimensionais, que não conhecem ao certo ideias além de esquerda e conservadorismo, tampouco compreendem como a sociedade realmente se organiza. Ninguém além de esquerdopatas escrotos acredita que educar um estuprador na escola vá reverter o crime dele ou a mentalidade dele, a educação é uma das maneiras de prevenir que estupradores existam, não convertê-los.

No caso de criminosos como estupradores, assassinos e afins, concordo que a pena de morte ou prisões mais severas seriam uma alternativa a se contemplar. E inclusive, em casos de bairros como o seu, uma intervenção militar severa.

De fato

Mas são os esquerdistas ( só ver os políticos ) que sempre batem nessa teclinha de socializar novamente os criminosos , fazer protesto contra a violência soltando pombinhas brancas...

Nesse momento precisamos de uma atitude radical , Brasil é um país com números de países em guerra

Lembro que teve uma operação aqui na Vila Kennedy em 2014 (eu acho) que simplesmente de uma paz para o povo,mas acabaram com a polícia , leis que não fazem nada e todo o abandono e covardia jurídica que os soldados sofrem fez que toda a bandidagem voltasse
avatar
Moderador Apollinho
Moderador Apollinho
Membro desde : 04/09/2015
Número de Mensagens : 3085
Sexo : Feminino
Idade : 20
Medalhas :

3º lugar na Gincana de verão 2017 - (Filhos de Eike Batista)


Kratos (Loja NS)

Participação : 35102
Reputação : 594

Pontos :
90 / 10090 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Um tiro na cabeça ou um livro na mão?

em Qui 22 Fev 2018, 01:16
Educação básica não previne um cidadão de ser estuprador. :aliens: Isso daí já é doença, só um diagnóstico prévio de psicopatia.



Mudando de assunto, eu, sinceramente, acho educação o recurso menos importante para previnir cidadão de se tornarem marginais. Mas por quê?

Porque quando usam esse argumento, acho que pensam nesse contexto:

"O cidadão ganha esperança de um futuro próspero por meio da formação acadêmica de ensino médio e superior".

Isso realmente é ÓTIMO, mas por que não resolve grande parte dos problemas? Pois o Brasil tem uma taxa de desemprego absurdamente alta, o estado é falho e decadente, a renda per capita familiar é baixíssima, há o desinteresse de grandes transnacionais no país porque os impostos são muito altos e por isso investem na nossa economia de maneira massiva, má administração da economia.

E se tratando da segurança, o negócio fica mais feio ainda: Fronteiras inseguras e mal protegidas com países de alto índice de narcotráfico, gerando super sustentabilidade para traficantes e tornando o tráfico muito viável. Má gestão dos direitos humanos, desprezo e falta de recursos para policiais militares, insustentabilidade do sistema carcerário, perícia de baixo nível e legislação precária.

Isso é muitos outros fatores mais, que tornam a educação falha para estruturar cidadãos de bem no Brasil .
E vale lembrar que a educação está contaminada e imunda com o crescimento da ideologia de esquerda no Brasil, quando se entra numa universidade pública o que mais se vê são jovens alucinado e iludidos com o marxismo cultural e traficantes/usuários de drogas, e não há investimento financeiro que resolva isso, é preciso de uma legislação que aja contra essa doutrinação para que os jovens se formem sem receber uma lavagem cerebral de seus educadores.


Clã Madoka:




Ah, a sina eterna da humanidade. Alegando ignorância, suplicando misericórdia. 'Por favor, me ajude. Eu não compreendo
avatar
Campeão OPVS - Temporada 9
Campeão OPVS - Temporada 9
Membro desde : 15/03/2014
Número de Mensagens : 3025
Sexo : Masculino
Idade : 18
Medalhas :

Campeão do OPVS - Temporada 9


Vencedor DNG #41 - Kira 1


Mais Polêmico - Awards 2017


Deus do Off Tópic - Awards 2017

Participação : 55951
Reputação : 304

Pontos :
0 / 1000 / 100


Ver perfil do usuáriohttps://imgfast.net/users/1713/17/66/37/avatars/4492-10

Re: Um tiro na cabeça ou um livro na mão?

em Qui 22 Fev 2018, 09:00
Se resolve mais ou menos assim:



Prêmios :
Em construção...
avatar
Convidado
Convidado

Re: Um tiro na cabeça ou um livro na mão?

em Qui 22 Fev 2018, 13:23
Uma coleção de diplomas jamais me impediu de ser um sujeito que obviamente não presta.

Think about it. :1:
avatar
Estagiário
Estagiário
Membro desde : 15/01/2018
Número de Mensagens : 976
Sexo : Masculino
Idade : 17
Medalhas :

Vencedor DNG #42 - Inocente


Top Postador de Março/2018


Membro do Mês - Fevereiro/2018

Participação : 39939
Reputação : 36

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Um tiro na cabeça ou um livro na mão?

em Qui 22 Fev 2018, 13:44
@Dante10 escreveu:Se resolve mais ou menos assim:


APOSKASOSLPOASPLASKOSLPKOAPLSKASOAPSOKASP MEU DEUS DO CÉU, QUE ABSURDO.

Eu desisto. O assalto não é imoral, é um ato lógico e repleto de razão, um protesto ao capitalismo malvadão que parasita nas mentes de indivíduos. Essa mulher está certa. Fechem esse tópico, já é consenso que violência não deve ser parada nem pela educação ou por punição, ela deve ser encorajada por ser lógica, moral e transformadora positiva da sociedade.


avatar
Super Saiyajin 1
Super Saiyajin 1
Membro desde : 08/06/2017
Número de Mensagens : 1143
Sexo : Feminino
Idade : 27
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 11869
Reputação : 51

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Um tiro na cabeça ou um livro na mão?

em Qui 22 Fev 2018, 13:52
Só educação sem mudar a Economia não vai resolver a violência, não adianta ter diploma sem emprego, mas quando a Economia é saudável se arruma emprego mesmo sem ter diploma.

Agora falha e desvio de caráter tem jeito não.

Aqui tem que acabar com a corrupção primeiro, o único jeito de abaixar os impostos aqui é esse em primeiro lugar, não tenho dúvidas de que nossos impostos poderiam reduzir muito ou até mesmo uma boa parcela deles ser extinta se a corrupção fosse erradicada aqui, outra é acabar com os privilégios políticos que grandes empresas estabelecem aqui fazendo verdadeiros monopólios, sufocando a diversidade e competição econômicas. Muitas empresas desistem de investir no Brasil não apenas por causa da carga tributária, mas também por conta dos monopólios empresariais que há aqui, ninguém quer investir para perder dinheiro atoa em um negócio fadado a falir que receberá uma competição injusta e esmagadora e com um povo sem poder de compra.

Educação só direciona essas coisas, mas se o resto não mudar, podem ensinar a fazer milagre nas escolas que a única coisa que vai ficar sofisticada é a violência.
avatar
Moderador Lipert
Moderador Lipert
Membro desde : 04/10/2017
Número de Mensagens : 1168
Sexo : Masculino
Idade : 26
Medalhas :

Top Revelação - Awards 2017

Participação : 21943
Reputação : 71

Pontos :
100 / 100100 / 100


Ver perfil do usuário

Re: Um tiro na cabeça ou um livro na mão?

em Qui 22 Fev 2018, 15:05
O problema da falta de emprego ocorre porque o Estado não deixa as empresas crescerem de maneira saudável. Se a empresa vai ter que pagar 2 salários pra cada funcionário que contratar (e vai ter custos judiciais pra cada temporário), é óbvio que ela vai tentar ao máximo cortar tudo o que for possível nas contratações e que vai faltar empregos.

Já o problema da educação é na falta de rigidez e na falta de disciplina. As teorias dos educadores teóricos são bonitas, funcionam em alguns casos (melhor do que o que está estabelecido atualmente), mas não tem a mínima chance de ser suficiente, perante grupos de alunos que estão envolvidos no crime. O melhor para evitar isso seria reestabelecer a existência de hierarquia e a autoridade do professor e do sistema. Enquanto os professores tiverem medo de serem baleados ou esfaqueados por tirar alunos da sala de aula, e os alunos não tiverem um pingo de medo de que algo seja feito, a educação vai continuar essa porcaria que está e não vai ter melhorias.

E enquanto a classe política dominante continuar falando sobre "educação" como solução para tudo e evitando punições (seja prisões ou punições para manter a qualidade na escola), evitando redução da maioridade penal, ou qualquer coisa que seja polêmica, a "educação" nunca será suficiente para evitar (mesmo em partes) a entrada de mais gente ao crime e, por conta disso, evitando a própria melhoria da educação.


Prêmios:
Conteúdo patrocinado

Re: Um tiro na cabeça ou um livro na mão?

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum