Fórum NS
Eventos & Informes
Membro do mês: Maio/2017
Parabéns,


Shey


Os membros mais ativos do mês
318 Mensagens - 16%
317 Mensagens - 16%
254 Mensagens - 13%
221 Mensagens - 11%
201 Mensagens - 10%
135 Mensagens - 7%
134 Mensagens - 7%
129 Mensagens - 7%
129 Mensagens - 7%
124 Mensagens - 6%
Os membros mais ativos da semana
56 Mensagens - 18%
44 Mensagens - 14%
37 Mensagens - 12%
30 Mensagens - 10%
29 Mensagens - 9%
25 Mensagens - 8%
24 Mensagens - 8%
23 Mensagens - 7%
22 Mensagens - 7%
21 Mensagens - 7%
As palavras-chave mais marcadas

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Corkus Sama
Chuunin
Chuunin
Membro desde : 12/05/2017
Número de Mensagens : 444
Sexo : Masculino
Idade : 21
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 4769
Likes : 7

Pontos :
100 / 100100 / 100


Versos Inversos

em Sab 20 Maio 2017, 23:50
Sonhos de liberdade

Ela corria
E só ria
Sem direção
Seguia apenas seu coração
Gostava do Sol e da Lua
Da Noite e do Dia
Queria experimentar o melhor da vida
Sabores que não se encontravam em bares
Sons que fluíam aos mares
Era livre
Capitã de seu próprio barco
Onde seus sentimentos eram a tripulação
E sua fé a bússola
Buscava ao mar a sensação de liberdade
Mar da intensidade
Onde as ondas eram ela que atraia
Boas ou ruins, de acordo com oque ela emitia
Ela sorria
Só ria


avatar
Corkus Sama
Chuunin
Chuunin
Membro desde : 12/05/2017
Número de Mensagens : 444
Sexo : Masculino
Idade : 21
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 4769
Likes : 7

Pontos :
100 / 100100 / 100


Re: Versos Inversos

em Sab 20 Maio 2017, 23:55
Pétalas

Era a mais bela
Ninguém sabia o nome dela
Seu cabelo tinha todas as cores
Sua essência era como a das flores

Nasceu em um mundo cinzento
La o amor era a miragem dos desertos
Todos os seus desejos se tornaram incertos
Ela era uma rosa no asfalto

Onde vivia as flores secavam
Mas as suas cores não desbotaram
Sonhava com a primavera
Mas la o inverno era eterno

Frio,eram os sentimentos
Vazio, eram seus momentos
Veneno no ar
Seca iria se tornar

Em meio a tantos espinhos
A garota se cortou
Sangrou e chorou
Lagrimas da primavera

Pétalas caíram de seus olhos
Já não era mais inverno
Sua vida o frio levou
E com a primavera uma flor se tornou
A ultima flor
Morreu pelo amor



avatar
Corkus Sama
Chuunin
Chuunin
Membro desde : 12/05/2017
Número de Mensagens : 444
Sexo : Masculino
Idade : 21
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 4769
Likes : 7

Pontos :
100 / 100100 / 100


Re: Versos Inversos

em Sab 20 Maio 2017, 23:58
Sonhos Robotizados

Somos livres
O sonho vive
Mas por pouco tempo
Essa rotina não entendo

Nascemos para trabalhar
Morremos para comprar
Nossos sonhos foram programados
E nossos destinos robotizados

O sistema vive por nós?
Não, nós vivemos pelo sistema
Nossa visão é cega
Enxergamos mas não vemos
Nossa Liberdade?
Nós vendemos

Somos programados
Usados e descartados
Você já sabe o fim da história
Para eles não passamos de escória

Somos induzidos a não pensar
Apenas a acreditar
Qual o valor da liberdade?
Receber uma mensalidade?

Vendemos nossos sonhos
E compramos ilusões
Vendidas por ladrões
Ladrões de esperança
Que se foi com nossa infância
Graças a nossa ganancia
Felicidade não podemos comprar
Apenas conquistar


avatar
Corkus Sama
Chuunin
Chuunin
Membro desde : 12/05/2017
Número de Mensagens : 444
Sexo : Masculino
Idade : 21
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 4769
Likes : 7

Pontos :
100 / 100100 / 100


Re: Versos Inversos

em Dom 21 Maio 2017, 10:25
O Muro da intolerância

-A grama molha
-Queria que fosse só a chuva lá fora
-Mas o mundo chora
-Não há mais luz agora

De repente tudo ficou escuro
Gritos de dor por trás de um muro
Somos todos iguais, porque dar murro?
Muro, formado pelo ódio e intolerância
Dividiu aqueles que eram iguais, que ignorância!
Não foi você quem construiu, mas o alimentou!
Sinto lhe dizer,nosso mundo acabou!

---O Mundo chora
---Não há mais luz lá fora
---De repente tudo ficou escuro

Em meio ao breu
Foi onde você nasceu
Sem nome e sem cor
Mas me diz, qual a cor do amor?
Incolor!

Porque é que esse muro nos separa então?
Nos prende e cala a multidão
Então
Esse muro é uma ilusão
Nunca existiu irmão
O ódio o criou
E o amor o derrubou

A grama ainda molha
Mas dessa vez é só a chuva, olha
O mundo sorri
Já é noite, mas todo mundo ri
Escuridão é coisa da sua imaginação
Não há dor quando todos dão a mão
A vida é linda
E o amor mais ainda!


avatar
Corkus Sama
Chuunin
Chuunin
Membro desde : 12/05/2017
Número de Mensagens : 444
Sexo : Masculino
Idade : 21
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 4769
Likes : 7

Pontos :
100 / 100100 / 100


Re: Versos Inversos

em Dom 21 Maio 2017, 15:14
Segundo Passo

O primeiro é fácil
É o passa para vida
O nascimento
A linha tênue entre morte e vida

Chegamos fracos e inexperientes
Aos poucos nos fortalecemos com os incidentes
Adquirimos sabedoria e experiencia
Nos preparando para o segundo passo

Diferente do primeiro, esse não é fácil
Não há quem nos ensine a trassa-lo
É tão difícil avançar para essa nova fase
Em um único avanço nos distanciamos de tudo
Tudo percorrido nessa primeira fase

É na velhice que nos tornamos aptos
Que criamos coragem de avançar mais uma vez
Sairmos do ponto de nosso nascimento
E avançar os pés para frente, em um novo plano

Em nosso primeiro passo, sentimos mais curiosidade do que medo
Já no segundo, sentimos o inverso
Pois pisamos onde não conhecemos
Da mesma forma de quando nascemos

Não sabemos quantos passos daremos
Talvez o segundo seja o ultimo
Mas talvez seja apenas mais um de muitos
Passos de nossa Caminhada da existência
Onde a vida é apenas o primeiro passo
Quem garante que o nascimento foi o primeiro?
Talvez tenhamos caminhado muito mais
E apenas não nos recordamos
Ou ate mesmo esse segundo passo
Possa ser um recuo para trás, voltando ao nascimento
Para trás ou para frente, essa caminhada está longe de ter um fim





avatar
Corkus Sama
Chuunin
Chuunin
Membro desde : 12/05/2017
Número de Mensagens : 444
Sexo : Masculino
Idade : 21
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 4769
Likes : 7

Pontos :
100 / 100100 / 100


Re: Versos Inversos

em Seg 22 Maio 2017, 14:59
(Poesia feita em homenagem ao anime/mangá Berserk, retratando Guts, o protagonista)

Berserk

Meio ao caos eu nasci
Não pedi para estar aqui
Não tive pais
Muito menos paz

Uma vez chamei alguém de pai
Mas nunca me chamaram de filho
Meu próprio pai me cortou
Pra ele eu era um empecilho

Nem mesmo um nome recebi
Mas com o tempo eu aprendi
Não tinha amigos
Nem mesmo destino

Ganhei inimigos
Me tornei um peregrino
Pela primeira vez vi o sol
Brilhava, e um exercito comandava

Foi meu primeiro amigo
Um verdadeiro herói
Sua luz eu sigo
O ódio já não me corrói

Guerreamos
Conquistamos
Ele era a cabeça
E eu os braços

Nunca amei ninguém
Mas por uma garota me apaixonei
Quem diria
A vida foi tão injusta

Por você eu sorria
Por ti eu ate morreria
E no fim
Sofreria

Grande falcão
Não esperava a traição
Por ti lutei
Graças a ti, uma família eu conquistei

Mas afinal
Tudo tem final
Falcão Branco
Foi como um Réquiem sua canção

Meus melhores amigos foram queimados
Eles eram seus próprios soldados
Traição
Minha esperança foi em vão

Garota
Nessa vida não
Mas quem sabe em outra
Por seus sonhos você lutou

Era a mais valente
Mas tal coragem o falcão lhe tirou
Aquele maldito insolente
Uma divindade doente

Meus olhos se fecharam
As luzes se apagaram
Qual a esperança?
Hoje vivo só pela vingança

Falcão
Porque tanta ganância?
Queria se tornar rei?
Nunca me ajoelharei

Sinto cheiro de sangue
Espero que seu pescoço sangre
A cada dia minha lamina se torna mais pesada
Sinto que minha alma esta quebrada

Nessa guerra sou o ultimo soldado
Mas permaneço blindado
Carrego o ódio de mil homens
Cuja esperança você tirou

Que frio é esse?
Seria o inverno?
Não, é o próprio inferno
Carrego a marca da própria morte
Eu morri naquele dia, mas permaneço forte

Seria minha imaginação?
Todos os dias ouço a mesma canção
Gritos de dor
Sons de pavor

Eu perdi meu sono
Acordado eu sonho
Sejam bem vindos ao pesadelo
Pesadelo sem final
Por mais que eu acorde
Permanece igual
Vivo um inferno surreal

Pra mim mesmo eu minto
Ainda serei feliz
Saudade e ódio é oque mais sinto
Que infeliz
Mergulhado em um abismo sem fundo
Meu ódio é profundo

Falcão
Suas asas cortarei
Anjo caído
Sua alma queimarei
Terá um fim merecido
Estarei sorrindo
E dessa vida partindo






avatar
Corkus Sama
Chuunin
Chuunin
Membro desde : 12/05/2017
Número de Mensagens : 444
Sexo : Masculino
Idade : 21
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 4769
Likes : 7

Pontos :
100 / 100100 / 100


Re: Versos Inversos

em Sex 26 Maio 2017, 00:01
Anatomia de uma nação

Porque se fragmentar?
Divididos iremos despedaçar
Somos uma Nação
Onde o coração é a União
Sem cooperação, o batimento cessa
E todo o organismo padece

A Politica é como um Cérebro
Responsável por controlar todos os órgãos
Se a Cabeça adoece, inevitavelmente o corpo falece
A Politica traiu seu próprio receptáculo
Criou espaço para um câncer
O sistema imunológico é nossa lei
Mas essa não tem forças para combater tal doença

Esse é o Brasil
Um individuo em que o Cérebro se isola
O coração já não bate
E o câncer se espalha
As células morrem aos poucos
Mas sabem elas que são o Coração
Dessa pobre nação


avatar
Corkus Sama
Chuunin
Chuunin
Membro desde : 12/05/2017
Número de Mensagens : 444
Sexo : Masculino
Idade : 21
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 4769
Likes : 7

Pontos :
100 / 100100 / 100


Re: Versos Inversos

em Sex 26 Maio 2017, 00:04
O Brasil chora

Traído por sua própria nação
Seus líderes, que um dia foram meros cidadãos
Pobre Brasil
É como uma criança
Que sonha
Que chora

Que nasce com um grande potencial
Potencial?
Essa criança não é alimentada
como irá se desenvolver?
Pobre Brasil

Traído por seu próprio pai
Uma nação que tropeça e cai
Com um ultimo suspiro tenta se levantar
Mas seu pai esta lá para lhe chutar
Que pai é esse?
Que explora seu próprio filho
Que o seca, até não restar mais vida

O Brasil chora
Apenas os Brasileiros podem enxugar tais lagrimas
Recuperar a aquarela
Verde e amarela
Que se tornou cinzenta

Não devemos Temer essa tormenta
Toda tempestade cessa
Talvez o Sol brilhe mais uma vez
E só depende de nós cidadãos
Afinal, nós somos o Brasil
Temer não faz o nosso perfil


avatar
Corkus Sama
Chuunin
Chuunin
Membro desde : 12/05/2017
Número de Mensagens : 444
Sexo : Masculino
Idade : 21
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 4769
Likes : 7

Pontos :
100 / 100100 / 100


Re: Versos Inversos

em Qua 31 Maio 2017, 12:15
Saúdem o Sol

É a luz no vazio
O fogo que afasta o frio
Em suas mão tem nossas vidas
Graças a ele a natureza é vívida
Saúdem o Sol
Nosso imperador carmesim

O mundo é tão frio
Vazio e febril
Saúdem o Sol
O imperador está só
Seus irmãos tão distantes
Mas com brilhos constantes (Pela noite)

É a luz no escuro
Para seu poder não há muros
Esta acima de todos
Só não enxergam os tolos

Saúdem o Sol
Ele cairá ao anoitecer
E ela se erguera
Senhora doe escuro
A noite é sua
Saúdem a Lua


avatar
Corkus Sama
Chuunin
Chuunin
Membro desde : 12/05/2017
Número de Mensagens : 444
Sexo : Masculino
Idade : 21
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 4769
Likes : 7

Pontos :
100 / 100100 / 100


Re: Versos Inversos

em Qua 31 Maio 2017, 12:19
Saúdem a Lua

Governa a noite
Rainha da corte
Saúdem a Lua
É a Princesa Púrpura
Acabou-se o calor
Em torno de amor e pavor

O mundo era tão quente
Seco e fervente
Saúdem a Lua
É o brilho das ruas
Ela foi vista
Por rainhas distintas

Eram as Primas do Sol
Brilhavam como um farol
Estrelas de Luz
Que o universo conduz

Por elas a Lua foi avisada
Que pelo Sol ela seria destronada
Saúdem a Lua
Diante de um véu ela se foi
Saúdem o Sol
Sobre o céu ele cresceu
O imperador renasceu


avatar
Corkus Sama
Chuunin
Chuunin
Membro desde : 12/05/2017
Número de Mensagens : 444
Sexo : Masculino
Idade : 21
Medalhas : Nenhuma Medalha
Participação : 4769
Likes : 7

Pontos :
100 / 100100 / 100


Re: Versos Inversos

em Sab 10 Jun 2017, 23:47
Dejavu

Eu estava correndo
Em algum lugar
Para onde, não sei
Mas sei que não cheguei

Permaneci correndo
Para qualquer lugar
Continuei me movendo
Mesmo após o luar

Correndo e correndo
Fugindo ou perseguindo?
Não sei, estava indo
Para onde não sei

Parecia um filme repetido
Já havia visto aquela paisagem
Sera que corri em círculos?
Tudo isso foi em vão?

Então percebi
De nada vale o esforço sem direção
Um plano sem pretensão
Que decepção

Minhas pernas estão cansadas
Já minha mente, foi renovada
Agora sei oque desejo
Isso me aproxima daquilo que almejo

Voltarei a correr
Mas dessa vez terei um alvo
Irei em sua direção
Em busca de minha pretensão

Eu me esqueci
Sera que me perdi?
Ainda me lembro
Estou em busca de algo

Eu estou correndo
Em algum lugar
Para onde eu não sei
Só sei que não cheguei

Permaneço correndo
Para qualquer lugar
Continuo me movendo
Mesmo já sendo luar

Correndo e correndo
Fugindo ou perseguindo?
Não sei, estou indo
Para onde eu não sei

Parece um filme repetido
Já vi essa paisagem
Sera que corri em círculos?
Tudo isso foi em vão

Eu estarei correndo
Em algum lugar
Para onde eu não sei
Só sei que não chegarei


Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Tópicos similares
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum