Fórum NS
Eventos e enquetes do Fórum - Status
UFG - Duelo de Galerias
(Designers) Votação 2ª Rodada
UFG - Continue a História
(Fan Ficters) Votação
UFG - Batalha Of Galerias
(Desenhistas) Votação Semifinal
Anime Card Collectors
Venha comprar seu álbum
New D-Arena
Participe | Vote
Membro do mês: Março/2017
Parabéns,


Samanta


Os membros mais ativos do mês
396 Mensagens - 14%
350 Mensagens - 13%
341 Mensagens - 12%
301 Mensagens - 11%
274 Mensagens - 10%
257 Mensagens - 9%
239 Mensagens - 9%
209 Mensagens - 8%
204 Mensagens - 7%
203 Mensagens - 7%
Os membros mais ativos da semana
163 Mensagens - 20%
104 Mensagens - 13%
85 Mensagens - 10%
83 Mensagens - 10%
78 Mensagens - 9%
74 Mensagens - 9%
65 Mensagens - 8%
61 Mensagens - 7%
59 Mensagens - 7%
55 Mensagens - 7%
As palavras-chave mais marcadas

Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Fou-Lu
Designer All Might
Designer All Might
Membro desde : 09/05/2014
Número de Mensagens : 1724
Sexo : Masculino
Idade : 22
Medalhas :
Casado - @MiriAna
Vencedor do Clan Wars 2016 - Clan Uchiha
Capitão América (Loja NS)

Kylo Ren (Loja NS)

Participação : 77417
Likes : 369

Pontos :
100 / 100100 / 100


[Crítica] No Limite do Amanhã (Edge of Tomorrow)

em Sex Jan 08, 2016 12:57 am

Boa noite galera, como especifiquei acima, essa e uma crítica sobre o filme.
Vou fazer umas críticas dos filmes que vou assistindo e postar aqui para quem tiver interessado em discutir.

Tom Cruise e Bill Cage, um militar que se viu envolvido numa guerra cataclísmica dos humanos e uma raça alienígena. Na longa ele é morto em combate diversas vezes mas antes disso, ele é infectado por uma gosma alienígena que da a ele o poder de controlar o tempo, todos os dias em que ele morre, ele voltar no tempo e o ultimo dia da vida dele se repete, o que da uma per missa não muito original mas extremamente divertida, ele tenta alertar os militares que aquela missão vai ser um fracasso e que os alienígenas estão preparados para eles, mas todos acham que ele está louco. Mas até ele encontrar uma super guerreira chamada Rita Vrataski interpretada pela Emily Blunt e juntos eles passarão a usar esse poder adquirido por Tom Cruise para poder ganhar a guerra.



Isso vira uma arma, exatamente como um jogo de vídeo-game, ou seja, ele vai para a batalha, morre e aprende onde ele morreu e o dia se repete, então vai para a batalha de novo mas não morre naquele momento, e consegue avançar um pouquinho mas. Através desse elemento de repetição, a narrativa desse filme tem o primeiro seguimento, absolutamente envolvente.



E bem divertido ver Tom Cruise nesse desespero de tentativas e erros, e super bem editado. A direção do filme e do Doug Liman, ele é um cara bem versátil, começou a carreira fazendo uma comédia muito bem legal chamada Swingers, ele também dirigiu a A Identidade Bourne(The Bourne Identity) em 2012 e ironicamente e um dos pouquíssimos diretores que conseguiu a câmera tremida ser um recurso eficiente, ele também não repete isso e aquilo, acho isso bem interessante. As cenas de batalhas são abertas, limpas, deixam o espectador entender o que está acontecendo, os efeitos visuais do filme são excelentes e é um diretor que tem muitos recursos, sabe exatamente o que está fazendo e soube conduzir esse filme muito bem.

Há um momento onde todo o filme se desloca para ficar mais sincero, entra a parte dramática mais seria, ai o filme sofre por correspondência. Quando a guerra toma precedência e o filme toca na questão do futuro da humanidade estando em risco, o público tem temas subdesenvolvidos com muito pouco contexto para tentar se envolver nessa história. Todos os elementos políticos do filme, tudo que tem a ver com a invasão alienígena em si, está confinado em uma montagem bem ambígua de reportagens jornalísticas no começo do filme.



Outro elemento subdesenvolvido e desnecessário e o envolvimento e a atenção sexual entre o Tom Cruise e a Emily Blunt. Os dois tem uma química muito boa, mas a subtrama romântica entre eles não precisava existir. As interpretações do filme são excelentes, Emily Blunt convence como super guerreira. O Bill Paxton também está no filme, e uma surpresa muito agradável, onde faz um personagem bem engraçado.



Os alienígenas são genuinamente caçadores, eu gosto quando filme consegue criar um antagonista que realmente mete medo. A atuação de Tom Cruise está excelente, muita gente fala mal dele por que e meio doidão da cabeça kkk, mas não interessa, ele tem bastante presença e carisma. Ele usa muito poucos dubles mais há vários momentos perigosos onde você ver que é ele mesmo que está em cena. O mais legal desse personagem e que tem um desenvolvimento claro. O Tom Cruise do começo do filme não aquilo que você espera, as mudanças começam a vir por causa do elemento do dia que se repete, então a primeira vez ele está bem surpreso e não consegue explicar o ocorrido. A cada vez que o dia se repete, você vê como isso afeta o personagem e a momentos hilários onde ele esta super estressado por que não aguenta mais morrer e ter que viver o mesmo dia novamente.


Essa longa e bem parecida com uma das comédias chamada Groundhog Day(Feitiço do Tempo), o filme começa a ter problemas com o clima mais dramático, os 20 minutos finais retrata o confronto entre ele e os alienígenas, há um momento onde o filme claramente contradiz a lógica que ele mesmo criou.

Eu gostei do filme, recomendo para aqueles que ainda não viu.

Nota: 8.0



Participe o/
avatar
Darkon
Jounin
Jounin
Membro desde : 24/12/2011
Número de Mensagens : 7370
Sexo : Masculino
Idade : 27
Medalhas :

Campeão do Jutsus Versus (T9)

Participação : 64830
Likes : 71

Pontos :
100 / 100100 / 100


Re: [Crítica] No Limite do Amanhã (Edge of Tomorrow)

em Sex Jan 08, 2016 1:01 am
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Eu assisti ele sem expectativas, e me surpreendi.

É muito bem feito e bem bolado o filme.

Tá entre meus favoritos o/


BAIXE E JOGUE O RPG QUE EU CRIEI PARA O FÓRUM:
http://www.forumnarutoshippuuden.com/t58551-rpg-game-do-forum-ns-disponivel-para-download
:xablau:



avatar
Fou-Lu
Designer All Might
Designer All Might
Membro desde : 09/05/2014
Número de Mensagens : 1724
Sexo : Masculino
Idade : 22
Medalhas :
Casado - @MiriAna
Vencedor do Clan Wars 2016 - Clan Uchiha
Capitão América (Loja NS)

Kylo Ren (Loja NS)

Participação : 77417
Likes : 369

Pontos :
100 / 100100 / 100


Re: [Crítica] No Limite do Amanhã (Edge of Tomorrow)

em Sex Jan 08, 2016 1:10 am
Sim Darkon, esse filme foi bem produzido. Um ponto fraco dele e seu final... mas não deixa de ser um excelente filme.



Participe o/
Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum